Header Ads

SBT, Record e RedeTV anunciam saída das operadoras NET, SKY e Claro hdtv


SBT, Record e Rede TV deixam operadoras de TV paga. (Imagem/Divulgação)
Nesta sexta-feira, dia (24), As emissoras que formam o grupo Simba estão veiculando em suas programações um comunicado anunciando saída dos canais SBT, Record, e Rede TV! das operadoras NET, SKY e Claro hdtv, no dia 29 de março.

O Simba (SBT, Record, e RedeTV!), buscam direito a remuneração pela transmissão de seus sinais digitais nas operadoras de TV paga. Segundo o grupo, exigem o mesmo direito que a Globo e Band tem, já que as mesmas são pagas pelas operadoras. A três redes se uniram após avaliarem que teriam maior poder de barganha se negociassem juntas. As emissoras estimam que o valor de seus sinais valem R$ 15,00 por assinante, o que daria cerca de R$ 3,5 bilhões brutos por ano.

Confira o Comunicado:

"Informamos que a partir do dia 29 de março, quando o sinal analógico de televisão será desligado em São Paulo, as emissoras Record, SBT, e RedeTV deixarão de exibir simultaneamente suas programações nas operadoras pagas, NET, Claro, Embratel, e SKY.

Estas empresas se recursam a negociar os direitos de transmissão com Record, SBT, e RedeTV, ao contrário do que fazem com grupos estrangeiros e até com outras emissoras nacionais.

Juntos Record, SBT e RedeTV detêm  grande parte da audiência da TV Aberta.

Lamentamos a falta de diálogo das operadoras, o que impediu um acordo que respeitasse o desejo do público brasileiro. ", informa uma das emissoras que formam o Simba. 

A Simba Content divulgou nota oficial sobre o caso. Confira: 

"A Simba Content esclarece que está em negociação nesse momento com as operadoras de canal por assinatura e que fará todo o esforço para que o cliente dessas empresas não fique sem o conteúdo das três emissoras que, juntas, representam uma parte significativa da audiência na televisão paga. 

A Simba esclarece que seu conteúdo já está disponível para todo o cidadão brasileiro através do sinal digital de forma totalmente gratuita." 

De acordo com o Acordo em Controle de Concentração publicado pelo Cade - Conselho Administrativo de Defesa Econômica - em maio de 2016, o Simba pode negociar livremente os valores a serem cobrados de grandes operadoras (que possuem mais de 20% de concentração de mercado), das operadoras médias (entre 5% e 20% de concentração) o preço não deve ser superior aos demais praticados por outras emissoras abertas. Já as pequenas operadoras possuem menos de 5% do mercado poderão receber os sinais gratuitamente sem qualquer cobrança.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.