Header Ads

Equipe de negociações do Simba vai ganhar um reforço para negociar com operadoras de TV paga


A briga entre operadoras e o grupo Simba ganhará um reforço. (Imagem/Divulgação)
Após tentativas em negociar com as operadoras de TV paga, mas, sem nenhum sucesso. A Simba, joint-venture criada por Record, SBT e RedeTV!, deve anunciar nos próximos dias o nome de um novo executivo para reforçar a negociação com as operadoras.

O grupo não se deu por vencido ainda, e o novo membro da equipe de negociações deve ser ligado a área de telefonia. Em teoria ele vai servir de apoio ao CEO, Marco Gonçalves, nomeado em março, como informa o informa o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL. 

Ainda de acordo com ele, O novo executivo deve ser o nov elo nas negociações com as operadoras. Já o atual responsável pelas negociações Marco Gonçalves, deve ser remanejado para outras funções, porém, deve continuar como CEO. 

Relembrando, as emissoras Record, SBT, e Rede TV cortaram seus sinais das principais operadoras de TV paga do país em SP e Grande SP no dia 29 de março. Já haviam cortado no DF. 

Eles querem ser remunerados pela cessão de seus sinais digitais para as operadoras, pois elas os incluem em seus pacotes.

Por outra lado, as operadoras se negam completamente a pagar qualquer valor pelos canais abertos, mas, não fecham as portas para qualquer negociação que envolva uma cesta de canais destinado ao mercado.

É bom lembrar a função primordial da Simba, quando teve sua criação aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), no ano passado: produzir, desenvolver e distribuir conteúdo exclusivo, assim como a Globosat, ou os canais Fox, ou qualquer outro grupo midiático do mundo.

A negociação empacou com Net Claro e inexiste com Sky que não quer nem papo.


Ou seja: a Vivo também não aceita pagar nada pelos sinais abertos.

O jeito é continuar acompanhando o desfecho dessa novela que envolve NET, Claro, SKY, Oi, e Vivo TV e o grupo Simba. As negociações continuam, mas, outra região será afetadas pelo corte. A capital de Goiás que é Goiânia será a próxima a ter o sinal analógico desligado no final deste mês, e com isso, os 3 canais abertos nas operadoras também serão suspensos. 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.