Canal VIVA - Destaques da programação de 25 a 31 dezembro - O Universo da TV

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

domingo, 24 de dezembro de 2017

Canal VIVA - Destaques da programação de 25 a 31 dezembro


Destaques da programação Canal Viva. (Imagem/Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal Viva de 25 a 31 de dezembro.

SAI DE BAIXO
terça-feira, dia 26 de dezembro, às 21h

No episódio “A Mandiga do Tempo”, Caco causa a maior confusão na festa de Ano Novo da família. Atrapalha os planos do jantar da Cassandra, a Corrida de São Silvestre que Vavá e Ataíde se inscreveram, e até mesmo o fim de ano da Sirene, que pretendia ficar com o namorado, “Marlonbrandson”. E não para por aí. Caco consegue piorar a situação quando convida Bia (Luiza Tomé), prima metida de Magda, para passar a virada de ano com eles. Depois de um pequeno acidente, ele sai do próprio corpo e recebe um aviso: ou se torna uma pessoa melhor ou ficará preso para sempre no dia 31 de dezembro de 2001.

TOMA LÁ DÁ CÁ
sexta-feira, dia 29 de dezembro, às 21h

Rita planeja um dia de solteira para cuidar de si mesma, já que Arnaldo está viajando. Enquanto isso, os telefones relacionados à Isadora estão sendo grampeados e Deise tenta descobrir quem está por trás disso. Até que surge no condomínio Beraldo, um homem que se faz passar por interessado em apartamento, mas na verdade é um ladrão que faz toda a trupe de refém!

A VIDA COMO ELA É
sexta-feira, dia 29 de dezembro, às 23h

Em “A Enciumada”, Lucinha é uma moça ingênua e bastante otimista em relação ao seu casamento. E o marido, muito amável e carinhoso, alimenta o sonho da esposa de que a relação é eterna. Tudo corre às mil maravilhas, o que incomoda Dona Mariana, a mãe de Lucinha, uma senhora amarga e que não aceita a felicidade do casal. Assim, Lucinha passa a ser envenenada pelas maldades de sua mãe, que prega sobre a infidelidade e garante que a filha será infeliz.

No segundo episódio, Solange é “A Dama da Lotação”. Carlinhos começa a perceber algo de errado na esposa, ainda que seu pai tente convence-lo de que a mulher jamais o trairia. Ele desconfiava do amigo, Assunção. Mas o que ouviu de Solange foi ainda pior: Assunção não foi o único. Todas as artes ela pegava a lotação e sentava ao lado de um homem. Qualquer homem, jovem ou velho. Chorando, ela confessou tudo. “Não sou culpada, é mais forte do que eu”. E de fato era. Carlinhos deitou na cama, pediu que fechasse as cortinas e disse que havia morrido para o mundo Solange pegou o terço, rezou e saiu para pegar mais uma lotação.

ARMAÇÃO ILIMITADA
sábado, dia 30 de dezembro, às 17h15

Juba e Lula são desafiados a desvendar o mistério do fantasma do rock. Crimes estão assustando os frequentadores da casa noturna Alvorada de Hiroshima, o novo templo da juventude dark. Por isso, a Armação foi chamada para descobrir quem está por trás disso tudo. Com Zelda e Bacana, eles decidem montar uma banda musical para se apresentar na boate, já que os assassinatos e desaparecimentos acontecem em dias de shows. O episódio tem participação especial de Miguel Falabella e Regina Casé.

ASDRÚBAL TROUXE O TROMBONE
sábado, dia 30 de dezembro, às 18h

No último episódio da série, Todo Prazer Quer Eternidade, as carreiras solo dos integrantes do grupo, as novas parcerias, o legado que deixaram para o teatro.

A trupe Asdrúbal Trouxe o Trombone revelou uma geração de jovens atores como Regina Casé e Luiz Fernando Guimarães. Além deles, Evandro Mesquita, Perfeito Fortuna, Patricya Travassos, Nina de Pádua e outras personalidades importantes para o teatro dão seus depoimentos para o diretor da série, Hamilton Vaz Pereira, também um dos fundadores do grupo na época.

O grupo alegrou milhares de brasileiros com seus espetáculos, cursos e turnês, a criação do Circo Voador, suas conexões com a música, a dança, o cinema, a TV e as artes plásticas. Encenou peças como “O Inspetor-Geral”, de Gogol, e “Ubu”, de Jarry; criou e apresentou “Trate-Me Leão”, “Aquela Coisa Toda”, “A Farra da Terra”; e terminou em 1984.

VIVA O SUCESSO
domingo, dia 31 de dezembro, às 17h30

O “Viva o Sucesso” desta semana lembra o saudoso Reginaldo Rossi, falecido em 2013. Durante sua participação, gravada no mesmo ano, ele fala de sua trajetória musical desde a época em que liderava um grupo musical do colégio até tornar-se o Rei do Brega, como ficou conhecido nacionalmente. Dono de clássicos como “Garçom” e “Aceito Tudo de Você”, Reginaldo comenta: “A menina de 13 chora pelo namorado de 16 igual à mulher de 30 chora pelo marido de 42. A velha de 59 também chora pelo velho de 84″. E continua: “O único lugar no mundo onde existe brega e chique é no Brasil. Minha música fala do amor e suas loucuras, alegrias e tristezas. Quando o chifre dói, o diploma cai da parede.”.

O ritmo brega continua no programa A sequência fica por conta da história de Falcão, um cearense que estourou com seu estilo caricato e vocabulário próprio. “Nem minha banda me reconhece sem minhas roupas. Tenho que colocá-las ao entrar no estúdio porque os caras nunca me viram à paisana”, brinca. Nascido no interior do Ceará, em Pereiro, ele se mudou para Fortaleza com 13 anos. Falcão lembra que os amigos da cidade grande zombavam de seu jeito de falar e de seu físico, pois media 1,90 e era extremamente magro. Por estes motivos, o artista revela que preferia ficar em casa aprendendo a tocar violão, a desenhar e a ler. “Nunca tive professor nem nada. Aprendi na marra.”.

ESCOLINHA DO PROFESSOR RAIMUNDO
domingo, dia 31 de dezembro, às 18h

O último dia de aula é, também, o último dia do ano. E a turma aproveita para celebrar e para debater os temas ligados à data. O primeiro a entrar no clima é Rolando Lero, que precisa explicar a origem do nome “Réveillon”. Zé Bonitinho chega vestido de branco e, para alegria da mulherada, mostra a linha de lingeries coloridas que está lançando. Já Pedro Pereira quer que o Professor comprove que Iemanjá era mesmo a Rainha do mar.

Dona Cacilda aproveita a aula temática para falar de superstições. Questionada se usa romã em suas roupas íntimas, ela explica: “Mas em vez de romã, eu uso logo um romano. Tá cheio de gringo italiano dando sopa essa época em Copacabana. É só achar um e pegar intimidade com ele”. É claro que todas as simpatias dela são relacionadas a homens.

Falando em rituais para entrar o novo ano com o pé direito, Batista diz que é preciso usar uma cueca da sorte, mas que não precisa ser nova. “Nova, não. Tem que ser usada. E usada por alguém que eu admire muito: o sinhô!”.

Professor Raimundo faz uma dinâmica diferente com Dona Capitu, Seu Galeão Cumbica, Seu Joselino Barbacena e Dona Marina da Glória: Jogo Rápido.

Dona Catifunda fala sobre as oferendas e as “visitas” que recebe em seu corpo. De repente, ela incorpora Hebe Camargo e Dercy Gonçalves. Na empolgação, ela começa a imitar Narcisa Tamborindeguy com seus trejeitos, e sobra até para Ivete Sangalo, Susana Vieira e a diretora Cininha de Paula.

O momento emoção fica com a homenagem de Lúcio Mauro Filho ao grande Mestre de todos, Chico Anysio e ao seu grande amigo, Bruno Mazzeo, que leva adiante o legado do pai.

O episódio especial de Ano Novo também será exibido pela Globo, dia 31, logo após o Esporte Espetacular.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Post Bottom Ad