Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 19 a 25 de março

Share:

Filmes em destaque de 19 a 25. (Imagem: Divulgação)
Conheça os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 19 a 25 de março.

É Tudo Verdade: 10 Centavos para o Número da Besta (2017)(70’)
Horário: SEGUNDA, DIA 19, ÀS 22H
INÉDITO E EXCLUSIVO
Apresentação: Amir Labaki
Direção: Guillermo Planel
Classificação: 12 anos

Sinopse: O documentário passeia pelos 60 anos de carreira do ator Paulo César Pereio, ator brasileiro com participação em mais de uma centena de produções nacionais, entre clássicos do Cinema Novo, pornochanchadas e filmes na fase da Retomada, além de atuação em séries de TV. O próprio homenageado é o condutor da narrativa que reconstrói, através dos anos, sua história à frente das telas. As entrevistas concedidas em tom informal por Pereio ao diretor Guillermo Planel são complementadas com imagens dos filmes e depoimentos de terceiros.

Seleção Brasileira: Vazante (2017) (116’)
Horário: TERÇA, DIA 20, ÀS 22H
INÉDITO E EXCLUSIVO
Direção: Daniela Thomas
Classificação: 14 anos

Sinopse: Daniela Thomas ouviu do pai a história de um parente distante que, aos 50 anos de idade, se casou com uma menina de apenas 12 anos. O relato era tratado com naturalidade, como era comum na época, e inspirou a diretora a tocar, em uma única produção, em diversas feridas da construção da sociedade brasileira, como escravidão, machismo e patriarcado. A região de Serra Diamantina, interior de Minas Gerais, é o cenário desse roteiro ambientado no início do século XIX.

Antônio (Adriano Carvalho) é o proprietário de uma fazenda decadente, apesar de seus domínios vastos e terras férteis, amplamente povoadas por escravos. Bartholomeu (Roberto Audio) mora em uma casa humilde dentro dos terrenos do senhorio e trabalha como vassalo, cuidando dos negros forçados a lavrar no campo. Depois de uma emboscada, ele perde parte dos prisioneiros e fica em dívida com o patrão. Para pagar o déficit, o senhor de engenho casa-se com Beatriz (Luana Nastas), a filha caçula de seu funcionário, de apenas 12 anos.

Big Jato (2016) (93’)
Horário: QUARTA, DIA 21, ÀS 22H
Direção: Cláudio Assis
Classificação: 16 anos

Sinopse: Adaptação para o cinema do livro homônimo de Xico Sá, a produção dirigida por Cláudio Assis relata a passagem à vida adulta de um garoto nordestino comum. Francisco (Rafael Nicácio) está dividido entre três referências masculinas: a do pai biológico, agressivo e machista (Matheus Nachtergaele), a do tio anarquista, estrela de uma rádio local (também Matheus Nachtergaele) e a de um homem do povoado (Jards Macalé), que se autointitula Príncipe e compartilha suas histórias amorosas com o garoto.

O menino passa os dias na companhia do pai no trabalho. O homem é motorista do imponente Big Jato, um caminhão-pipa utilizado para limpar as fossas da cidade sem saneamento básico. Mas Francisco está mais interessado nas ideias do tio, um artista libertário e anarquista. À medida que descobre o primeiro amor, Chico percebe a vocação para se tornar poeta.

Amor, Plástico e Barulho (2015) (90’)
Horário: QUINTA, DIA 22, ÀS 22H
Direção: Renata Pinheiro
Classificação: 14 anos

Sinopse: Premiada diretora de arte e curta-metragista, a pernambucana Renata Pinheiro assina sua estreia em longas de ficção com “Amor, Plástico e Barulho”. O filme tem como cenário a cena musical brega da periferia de Recife e traz no elenco Maeve Jinkings e Nash Laila.

Seguindo os passos de Jaqueline (Maeve Jinkings), sua companheira de banda e musa inspiradora, Shelly (Nash Laila) sonha virar uma grande cantora de música brega. Ela entra para o show business em busca de fama e fortuna mas, inserida em um mundo onde tudo é descartável, incluindo o amor e as relações humanas, ela vai encontrar grandes dificuldades para atingir a fama.

Cinemão: Assalto ao Banco Central (2011) (101’)
Horário: SEXTA, DIA 23, ÀS 22H
Direção: Marcos Paulo
Classificação: 14 anos

Sinopse: O Banco Central do Brasil, em Fortaleza, foi palco do maior assalto realizado a uma instituição financeira já realizado no país. Nos dias 6 e 7 de agosto de 2005, uma gangue formada por mais de 30 bandidos invadiu o prédio e furtou aproximadamente R$ 146 milhões. Seis anos depois da ocorrência, o diretor Marcos Paulo reuniu um grande time de atores para produzir o longa: Milhem Cortaz, Eriberto Leão, Hermila Guedes, Giulia Gam, Lima Duarte, Gero Camilo, Juliano Cazarré e Heitor Martinez.

Barão (Milhem Cortaz) é o chefe de uma quadrilha que planeja cometer o crime perfeito para ganhar muito dinheiro em pouco tempo e com baixos riscos. Ele elabora um esquema tido como infalível para saquear o Banco Central da capital cearense. Sabendo tratar-se de um lugar de segurança máxima, Barão estuda a arquitetura do prédio e decide cavar um túnel subterrâneo de 78 metros de comprimento, ligando uma casa da região à sala do cofre. Recém-saído da prisão, Mineiro (Eriberto Leão) é solicitado para ser o braço-direito do chefão da operação. O engenheiro Doutor Bandeira (Tonico Pereira) atua como o cérebro do time, planejando a construção do túnel, executado pelo mestre de obras Tatu (Gero Camilo). O ex-policial corrupto Léo (Heitor Martinez) e os assaltantes Décio (Juliano Cazarré) e Caetano (Fábio Lago) participam da escavação e cuidam da segurança da empreitada.

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios (2012) (100’)
Horário: SÁBADO, DIA 24, ÀS 22H
Direção: Beto Brant e Renato Ciasca
Classificação: 16 anos

Sinopse: Adaptação para o cinema do romance homônimo de Marçal de Aquino, que também assina o roteiro da produção, o filme conta a história de um triângulo amoroso formado pelo fotógrafo Cauby (Gustavo Machado), a ex-prostituta Lavínia (Camila Pitanga) e o pastor Ernani (Zecarlos Machado) no interior do Pará. A trama não linear mostra como Ernani tira Lavínia das ruas e como, já casados, os dois agem em defesa da comunidade na Amazônia.

Aos 40 anos, o fotógrafo Cauby decide trocar São Paulo pelo interior do Pará. Cético em relação ao amor e devotado à beleza em todas as formas, ele encontra no lindo cenário amazônico a bela e instável Lavínia, mulher do pastor Ernani. Mas, em um lugar onde honra se lava com sangue, Cauby não imaginava que acabaria envolvido em um drama imprevisível, fazendo com que ele perdesse o controle da própria vida.

Mostra Cine-Delas: Meu Nome é Jacque (2016)(73’)
Horário: SÁBADO, DIA 17, ÀS 22H
Direção: Angela Zoé
Classificação: 12 anos

Jacqueline Rocha Côrtes ou Jacque, como é conhecida, é transexual, soropositiva, que transformou suas experiências em combustível para lutas sociais. O filme traz o relato emocionante dessa mulher que precisou lutar para conquistar o direito de assim ser chamada. O roteiro discorre cronologicamente sobre a precoce descoberta, desde a infância, do descompasso entre o corpo masculino, com o qual nasceu, e o gênero feminino, com o qual se identifica. Carismática e bem-humorada, a protagonista relata um constante desconforto com sua imagem desde o início da vida. A entrevistada se lembra de vestir roupas da mãe, personagem fundamental no seu processo de aceitação, e de sentir vergonha em se despir no mesmo ambiente dos colegas. Na adolescência, enfrentou dificuldades para namorar e chegou a considerar o suicídio. Depois de descobrir a vocação para a dança, mudou-se para São Paulo e conheceu os dois lados da liberdade sexual, e o hedonismo transformou-se em doença quando contraiu AIDS.

A revelação da doença funcionou como mola propulsora para transformar sua vivência em luta. Começou a militar pelo Grupo de Incentivo à Vida (GIV), organização não-governamental de ajuda mútua para portadores da síndrome. Sua mobilização pela causa logo a levou a representar, com destaque, o governo brasileiro em encontros da Organização das Nações Unidas (ONU), e ela rapidamente tornou-se referência no assunto. Em meio a essa trajetória profissional, casou-se com Vitor, um homossexual assumido, e realizou o sonho pessoal de ser mãe dos pequenos Gilson e Luara, irmãos biológicos adotados pelo casal.

Cone Sul: Família Rodante (2005) (99’)
Horário: DOMINGO, DIA 25, ÀS 22H
Direção: Pablo Trapero 
Classificação: 12 anos

Sinopse: Em seu terceiro longa, o diretor argentino Pablo Trapero busca inspiração nas memórias de infância – e escalou inclusive a própria avó, Graciana Chironi, como protagonista – para produzir um road movie que acompanha a viagem de uma família de Buenos Aires por mais de mil quilômetros de estrada até a fronteira com o Brasil.

No dia de seu aniversário de 84 anos, Emilia (Graciana Chironi) reúne toda a família para um jantar de comemoração em sua casa, em Buenos Aires. É quando ela recebe um telefonema de Currientes, sua cidade-natal, na fronteira com o Brasil, com um convite para ser madrinha de casamento de uma sobrinha que nem conhece. Emocionada, a matriarca repassa o convite a toda a família. Eles decidem, então, ir até lá em um trailer construído em cima de um velho Chevrolet Viking 56. Durante a viagem, as quatro gerações convivem com seus sonhos, frustrações, desejos e dúvidas.

Cone Sul: As Leis De Família (2006)(96’)
Horário: DOMINGO, DIA 18, ÀS 22H
Direção: Daniel Burman
Classificação: 10 anos

Ariel Perelman (Daniel Hendler) é um jovem advogado, filho do também jurista Bernardo Perelman (Arturo Goetz), figura notória dos tribunais. A relação com o pai alterna frequentemente entre questionamentos sobre a rígida rotina seguida há décadas e a admiração pela competência e pelos traços curiosos da personalidade dele. O protagonista segue uma carreira diferente do experiente doutor, lecionando em uma faculdade local. Lá, ele se apaixona por Sandra (Julieta Díaz), uma de suas mais aplicadas alunas, mas a moça abandona o curso em pouco tempo.

Ariel não desiste do relacionamento e descobre que a discente é instrutora de Pilates. Para cortejá-la, começa a fazer sessões de exercícios e finalmente conquista seu coração. Recém-casado e com um filho pequeno, o homem começa a perceber o quanto está se transformando no próprio pai, trazendo traços da individualidade dele para sua própria rotina. Ao longo desse processo, Ariel sofre metamorfoses constantes, deixando o patamar de jovem, filho e solteiro para se tornar um adulto, pai de família e casado, com todas as responsabilidades trazidas nessa fase da vida repleta de novos desafios.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.