Home Top Ad

Canal VIVA - Destaques da programação de 23 a 29 abril

Share:

Destaques da programação. (Imagem: Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal VIVA de 23 a 29 de abril.

TER > 21:15
SAI DE BAIXO

Diante da maioria das privadas do apartamento entupidas, Vavá contrata o encanador Joca, que é um sósia do ídolo de Edileuza, o ator Lima Duarte. A turma resolve então, pregar uma peça na doméstica, que não quis deixar ninguém usar seu banheiro em bom estado e ainda cobrou a entrada.

TER > 22:15
OS NORMAIS

No episódio “Cair na Rotina é Normal”, Rui (Luiz Fernando Guimarães) e Vani (Fernanda Torres) não sabem mais o que fazer para sair da rotina. Pensam em boates, festas, restaurantes, bares… Mas, vão parar em uma locadora de vídeos.

Entre os corredores, no meio das fitas, conhecem Zeca (Daniel Dantas) e Denise (Ingrid Guimarães), um casal um tanto quanto moderno. Assim como Rui e Vani, também querem fazer programas diferentes. Mas a diversão que eles procuram é outra: uma noite a quatro, para apimentar a relação. O que Rui e Vani vão pensar disso?

QUI > 17:00
ENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES

O programa recebe os convidados Louise Cardoso, Roberta Rodrigues, André Gonçalves, Anderson di Rizzi e Neide Duarte para debaterem sobre “sonhos”. A questão do dia é a de um casal que vive juntos há anos, com dois filhos: “O que fazer com dinheiro de uma indenização?”. Enquanto o homem tem o sonho de montar o próprio negócio, a mulher só pensa em comprar a casa própria. Dois atores interpretam os protagonistas dessa história e os convidados opinam e votam no que fariam.

Fátima conversa com a repórter Neide Duarte sobre as criativas e divertidas reportagens que ela já fez. No palco, recebem Rafael, um menino da Cidade de Deus que teve o sonho de ir pra Disney realizado pela equipe de Neide, há alguns anos.

SEX > 23:15
A VIDA COMO ELA É

“Fruto do Amor” é o episódio da noite. Moema (Isabela Garcia) e Abigail (Maria Mariana) são tão amigas que parecem irmãs. Mas um amor pode estremecer essa amizade. Quando Moema se apaixona por Flávio (Bruno Padilha), as duas acabam brigando, até que as mães obrigam que elas façam as pazes. Abigail deixa o caminho livre para que Moema e Flávio engatem o romance. A amizade entre os três fica cada dia mais forte e, depois do casamento, Moema chama Abigail para morar um tempo com os dois. Quando descobre que não pode ter filhos, Moema fica desolada. Abigail, então, revela que sempre amou Flávio e que espera um filho dele. “Deus abençoe o filho do homem que eu amo”, diz Moema, abraçando e beijando a grande amiga.

SAB > 19:00
DONOS DA HISTÓRIA

Neste episódio de “Donos da História”, Alcides Nogueira conta como foi a sua trajetória e relembra detalhes de sua carreira. Ele revela que começou na TV Globo no departamento de publicidade e relata também a importância de Silvio de Abreu na sua formação de autor de novelas. Regina Duarte e Nicette Bruno falam sobre o dramaturgo, que escreveu sucessos como I Love Paraisópolis, O Astro, Força de um Desejo, dentre outros.

Paulista de Botucatu, Alcides Nogueira pensou em seguir carreira de diplomata, mas foi escrevendo histórias que encontrou o caminho que trilharia: o de autor. Nos anos 1970, trabalhou na conceituada Editora Abril e iniciou parcerias para a vida com escritores como Maria Adelaide Amaral e Walther Negrão. Alcides sempre se interessou por teatro e literatura, e, em 1977, redigiu sua primeira peça teatral: “A Farsa da Noiva Bombardeada”.

Nos anos 1980, ingressou na Globo como redator de publicidade. Com a visibilidade conquistada no teatro, foi convidado pelo diretor Paulo Ubiratan para compor a equipe de redatores de teledramaturgia da emissora. Estreou no lendário “Caso Verdade”. As novelas entraram para sua trajetória em 1984, com “Livre Para Voar”, em parceria com Negrão. No ano seguinte, veio “De Quina Pra Lua”, sua primeira assinada como autor titular. Na trama, concebida a partir de um argumento de Benedito Ruy Barbosa, Alcides contou com o apoio de textos de Negrão. A dupla se reencontrou em 1987, na novela “Direito de Amar”. Dois anos depois, foi a vez de o novelista colaborar com Lauro César Muniz – ao lado de Ana Maria Moretzsohn – na produção “O Salvador da Pátria”. Com Silvio de Abreu, Alcides tem parceria extensa: “Rainha da Sucata” (1990), “Deus nos Acuda” (1992) – ao lado de Maria Adelaide Amaral -, “A Próxima Vítima” (1995) – novamente com Maria Adelaide Amaral -, “Torre de Babel” (1998) e “As Filhas da Mãe” (2001). Já com Gilberto Braga, Alcides trabalhou nas tramas “Pátria Minha” (1994) e “Força de um Desejo” (1999).

Outros trabalhos de destaque do autor: “O Amor Está no Ar” (1997), as minisséries “Um Só Coração” (2004) e “JK” (2006) – ambas em parceria com Maria Adelaide Amaral -, e os remakes de “Ciranda de Pedra” (2008) e “O Astro” (2011) – este com a coautoria de Geraldo Carneiro. Em 2015, ao lado de Mario Teixeira, lançou “I Love Paraisópolis”. Alcides prepara a próxima novela das 18h, da Globo, com previsão de estreia em setembro.

SAB > 20:45
30 ANOS DO ESPECIAL ROBERTO CARLOS – 2004

O show “Pra Sempre” comemora 30 anos do Especial Roberto Carlos, gravado em 2004. O programa começa com a música “Caminhoneiro” cantada pelo Rei na boleia do caminhão, percorrendo estradas. Quando Roberto entra em um bar de beira de estrada encontra com a dupla Pedro (Antônio Fagundes) e Bino (Stênio Garcia), do seriado Carga Pesada. Animados com a presença do ídolo, que se declara um apaixonado por dirigir caminhões, eles conversam sobre as músicas do Rei e são presenteados com a canção “Como é grande meu amor por você”.

Terminada a dramaturgia, o especial segue o show com “Emoções” e logo depois foi a vez de “Eu te amo, te amo, te amo”, “Amor Perfeito”, Café-da-manhã” e “Detalhes”. Sempre contando com o coro do público, o Rei Carlos acelerou o ritmo e apresentou “O Calhambeque” e “O Cadillac”. Com Erasmo Carlos e Wanderléia, ele canta “Sentado à beira do Caminho”.

Muito empolgado, Roberto Carlos recebe Ivete Sangalo no palco. Juntos, cantam “Se eu não te amasse tanto assim”, que leva o Rei às lágrimas, e “Além do Horizonte”. O encerramento é com o Coral Princesas de Petrópolis e a tradicional “Jesus Cristo”.

SAB > 22:45
AMOR & SEXO

O programa que vai ao no sábado, dia 28, promete com a participação de Cauã Raymond e Preta Gil, que não se intimidaram diante das perguntas de Fernanda Lima no Strip Quizz. Conhecida por não ter papas na língua, Preta confessou que é careta na educação com o filho Francisco, na época com 14 anos. “Eu falo o que penso, mas tenho a minha psicologia infantil. Agora, ele está me ensinando com a psicologia adolescente. Aprendo muito mais com ele do que ensino”.

Quando o jogo começa, Preta assume não fugir do sexo diante de uma depilação não feita. “Não, a gente apaga a luz. Faz o truque da galinha morta, mas gente se joga. Não vai ser um pelo que vai tirar o prazer da gente”.

Cauã também solta o verbo. Todo homem gostaria de ter o pênis maior do que tem? “Acho que é verdade. Mas pior que bilau pequeno, é bilau fino”. A declaração do ator pegou até a apresentadora de surpresa e o assunto rendeu, com explicação de Carmita Abdo. O assunto também ganhou as ruas, com a participação do público.

Apesar de toda a fama de moderninha e ousada, Preta assumiu que nunca fez um strip tease. “Nunca fiz, acho constrangedor. Gosto de tirar logo a roupa”.

E não parou por aí. O jogo ainda teve perguntas sobre sexo e menstruação e filme pornô.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.