Home Top Ad

Estreia no Canal Curta! documentário sobre o artista plástico José Leonilson

Share:

Estreia no Curta! documentário sobre o artista plástico José Leonilson. (Imagem: Divulgação)
“A Paixão de JL”, documentário sobre o artista visual José Leonilson (1957-1993) dirigido por Carlos Nader, chega ao Curta! na Quinta do Pensamento, dia 10, às 22h15. O filme, gentilmente cedido pelo Itaú Cultural, revela a intimidade do artista e foi eleito o melhor documentário brasileiro no Festival É Tudo Verdade de 2015, além de ter levado o prêmio especial do júri no Festival de Havana do mesmo ano. A produção traz um recorte do cotidiano de Leonilson com base em um diário em fitas cassete, nas quais gravou pensamentos, memórias e comentários sobre acontecimentos da época, sua relação com o trabalho e o impacto causado pelo diagnóstico do HIV. Dialogam com os áudios imagens públicas dos temas mencionados – como o Plano Collor, a Guerra do Iraque, a música de Madonna e o cinema de Wim Wenders –, além de registros das obras do próprio artista.

A segunda parte do documentário “Imagens do Estado Novo 1937 – 1945”, novo filme do cineasta Eduardo Escorel, que esmiúça um dos períodos cruciais da Era Vargas, é destaque desta Sexta da Sociedade, 11, às 23h, no Curta!. A sequência narra os bastidores do golpe que dá início ao Estado Novo, em 10 de novembro de 1937, desencadeado pelo chamado Plano Cohen. O golpe leva ao fechamento da Câmara e do Senado, à extinção dos partidos políticos e à outorga de uma nova Constituição, além da censura e perseguição aos imigrantes. Getúlio anuncia a criação do salário mínimo e institui um departamento secreto para sua guarda pessoal, chefiada por Gregório Fortunato. Com intenso trabalho de pesquisa e produção, em "Imagens do Estado Novo 1937- 45", Escorel recorre a cinejornais, cartas, filmes, diários e músicas populares para explorar os eventos desse importante período da história brasileira.

Estreia no Curta!, na Quarta de Cinema, dia 9, às 21h, episódio inédito da série “A Linguagem do Cinema”, sobre Cacá Diegues, um dos fundadores do Cinema Novo. Os filmes do diretor já foram selecionados por grandes festivais internacionais, como Cannes, Veneza, Berlim, Nova York e Toronto, e já arremataram diversos prêmios no Brasil e no exterior. Longas como “Ganga Zumba” (1964), “Quilombo” (1984) e “Orfeu” (1999), que abordam a questão negra, são destaques de sua obra, mas “Bye Bye Brasil” (1979), comédia que conta a história da caravana Rolidei, é considerado seu filme mais emblemático. Dirigida por Geraldo Sarno, “A Linguagem do Cinema” traz dez episódios que investigam o processo criativo de importantes realizadores e técnicos do cinema nacional, incluindo Lúcia Murat, Rosemberg Cariry, Eryk Rocha, Cao Guimarães, Luiz Carlos Barreto, entre outros.

Ainda na Quarta de Cinema, dia 9, mas às 20h, a faixa “A Vida é Curta” traz três filmes que envolvem a temática matrimonial para celebrar o mês das noivas e os relacionamentos. São eles: “A Dama do Estácio”, “Uma vida inteira” e “Ovos de Dinossauro na Sala de Estar”. O primeiro, “A Dama do Estácio”, de Eduardo Ades, apresenta a atriz Fernanda Montenegro no papel de uma prostituta que, para casar, exige um caixão de seu noivo.  Em seguida, “Uma vida inteira”, dirigido por Bel Ribeiro e Ricardo Santini e estrelado por Alice Braga, revela tudo que pode acontecer entre a primeira noite de um casal e a premonição do fim do relacionamento. Por fim, “Ovos de Dinossauro na Sala de Estar”, documentário de Rafael Urban, conta a história de uma viúva, Ragnhild Borgomanero, e de suas tentativas de se aproximar da memória de seu marido.

Na Segunda da Música, 7, às 22h30m, o Curta! exibe o documentário “O Piano que Conversa”, do diretor Marcelo Machado. Em cena, a música é mais do que objeto, é linguagem e narrativa. Partindo do trabalho do pianista Benjamim Taubkin, a produção mostra o diálogo da música instrumental com diferentes tradições, aproximando música de caráter experimental da tradicional, a instrumental da cantada, a nacional da internacional. “O Piano que Conversa” é financiado pelo Fundo Setorial do Audiovisual (PRODAV 01/2013).

Com Walmor Chagas, Eva Vilma e Darlene Glória no elenco, “São Paulo Sociedade Anônima” será exibido no Curta! nesta Quarta de Cinema, dia 9, às 22h. Com direção de Luis Sérgio Person, a ficção é considerada uma das grandes obras-primas do cinema brasileiro e marca a sua estreia como cineasta. Em preto e branco, a história acompanha a trajetória de Carlos, personagem de Walmor Chagas. Na trama, ele é um homem de classe média, gerente de uma fábrica de autopeças. Embora seja um chefe de família bem remunerado, vive insatisfeito. Sem esperanças de mudar sua condição, acaba fugindo.

Na Sexta da Sociedade, 11, às 22h, o Curta! exibe “Declínio dos Otomanos: o Oriente Médio Partido”, documentário dividido em duas partes que investiga a queda e o desmantelamento do Império Otomano e suas influências nas tensões contemporâneas em regiões como a Síria, Líbano, Palestina e Israel. Na primeira parte, “As nações contra o Império”, é detalhado o recuo da Europa realizado pelo Império Otomano depois de cinco séculos de dominação, movimento que ocorreu entre a independência da Grécia, em 1830, e a guerra dos Bálcãs, entre 1912 e 1913.

O documentário “Paulo Autran – O Senhor dos Palcos”, produzido com exclusividade para o Curta!, será exibido na Terça das Artes, 8, às 22h20. Com direção de Marco Abujamra e produção da Dona Rosa Filmes, o longa-metragem conta a vida e a obra de um dos mais respeitados atores do país. A paixão de Autran pelo teatro é apresentada através de cenas históricas de filmes e de peças, trechos de entrevistas impressas interpretados pelos atores Bete Coelho, Patrícia Selonk, Gustavo Machado e Bruce Gomlevsky, e de uma autobiografia inédita, contendo reflexões do artista sobre a arte, sua carreira, vida, morte e desafios profissionais e pessoais. O filme foi exibido em dois dos maiores festivais de cinema do Brasil, o Festival de Gramado e a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.