header ads

Canal Brasil - Destaques da programação de 11 a 17 de junho


Canal Brasil: Destaques da programação. (Imagem: Divulgação)
Conheça os destaques da programação do Canal Brasil de 11 a 17 de junho.

Espelho – Nilza Barbosa
Horário: SEGUNDA, DIA 11, ÀS 21H30
INÉDITO
Classificação: Livre

Sinopse: Espelho chega à 13ª temporada sob o comando de Lázaro Ramos mantendo a premissa de discutir assuntos e revelar personalidades brasileiras. O programa tem compromisso com a reflexão de temas presentes na pauta da atualidade, através de bate-papos intimistas. Segundo o próprio ator, que segue à frente da atração como idealizador e apresentador, as entrevistas da nova temporada serão mais contundentes, em uma tentativa de entender o momento conturbado do país. O intérprete conduz as conversas – e assina a direção geral da série.

As discussões são em torno dos mais variados temas que movem o pensamento e a diversidade cultural brasileira. Lázaro recebe a nutricionista e apresentadora de televisão Bela Gil; os atores Silvio Guindane, Fernanda Torres; Andrea Horta, Debora Falabella, Monica Iozzi e Cacau Protásio; os músicos Caetano Veloso, Maria Rita e Di Melo, os escritores Nilton Bonder, Augusto Cury e Ana Maria Gonçalves, e as ativistas sociais Djamila Ribeiro e Tatiana Nascimento.

Neste episódio: “No dia que as pessoas descobrirem que o outro é a fonte de felicidade, esse mundo muda”. A professora Nilza Barbosa fala sobre como notou a vocação para a docência e a importância da oportunidade.

Eletrogordo – Netinho
Horário: SEGUNDA, DIA 11, À 0H
Reprise
Classificação: 14 anos

Sinopse: Vocalista da banda punk Ratos de Porão, João Gordo fez história nos palcos com suas letras anárquicas e apresentações agressivas, e se aventurou no mundo da televisão, como anfitrião em programas cômicos, como talk shows politicamente incorretos. Sob direção de André Barcinski, o apresentador conduz a segunda temporada de sua atração no Canal Brasil num cenário que é uma oficina de eletrodomésticos velhos.

Neste episódio: Conhecido pelos trabalhos em programas humorísticos, Nestor Bertolino fala sobre sua carreira na TV e participações marcantes, como o anão diabo no programa “O Estranho Mundo de Zé do Caixão”.

Cidades Fantasmas – Minas do Camaquã
Horário: TERÇA, DIA 12, ÀS 20H45
INÉDITO e EXCLUSIVO
Classificação: Livre

Sinopse: Tyrell Spencer conquistou o principal prêmio do “Festival É Tudo Verdade” em 2017 com um documentário impressionante sobre cidades de passado glorioso, hoje praticamente abandonadas. O material coletado para produzir o filme, no entanto, não foi totalmente utilizado no longa, e o diretor traz um relato ainda mais completo desse fenômeno nesta série de oito episódios.

O programa resgata a passagem do realizador por Humberstone (Chile), Fordlândia (Brasil), Epecuén (Argentina) e Armero (Colômbia) e adiciona novas escalas em sua viagem pela América Latina em busca dessas cidades fantasmas. Aos municípios citados, unem-se Cococí, no Ceará; Ararapira, no Paraná; Vila do Ventura, na Bahia; e Minas do Camaquã, no Rio Grande do Sul. Em cada uma das paradas, uma história curiosa e triste sobre como o passar dos tempos transformou uma história promissora em um lugar sem qualquer memória.

Neste episódio: O nascimento de Minas do Camaquã se deu graças ao ciclo do cobre no interior gaúcho. Após experimentar um longo período de prosperidade, a vila viveu seu colapso com o esgotamento da jazida do minério.

De Sonhos e Segredos – Adocica, Meu Amor, Adocica
Horário: TERÇA, DIA 12, ÀS 21H
INÉDITO E EXCLUSIVO

Sinopse: Frustrações, sonhos, segredos, angústias e desejos são expostos, sem máscaras, em novas sessões de terapia em grupo. A roda de análise proposta por Oswaldo Montenegro traz uma proposta ainda mais ousada para essa situação repleta de questionamentos. O cantor e compositor escreveu, nesta segunda temporada, seis histórias distintas a serem interpretadas por atores, sobre pessoas completamente desconhecidas que vão partilhar seus sentimentos de forma conjunta. A psicóloga, no entanto, é uma profissional real, não conhece os textos criados pelo diretor e precisa lidar com os dilemas de cada um dos participantes.

João Pedro (Leonardo Bricio) é um advogado bem-sucedido, competitivo, ético, austero e religioso. Sua dedicação excessiva ao seu relacionamento com Lisa é diretamente proporcional ao seu ciúme e sua possessividade, motivo pelo qual ele frequenta a sessão de terapia. Yasmin (Paula Ferrari) é uma pedagoga e dona de um colégio infantil envolvida em um relacionamento trisal com outros dois homens. A união, no entanto, passa por um momento de instabilidade e ela receia abrir sua vida real para os pais. Virgínia (Kamila Pistori) é uma decoradora de anteriores da alta sociedade. Simpática, explosiva e enérgica, ela sofre com episódios de síndrome do pânico e alterna entre a alegria exagerada e lapsos de desespero.

Vera (Verônica Bonfim) é uma mentirosa compulsiva, dentro e fora dos encontros de análise. Ela se apresenta como arqueóloga e pesquisadora, mas todo seu discurso é colocado em dúvida pelos companheiros. Francis (Pedro Gracindo) é um cantor com apenas um sucesso na carreira e de grande ostracismo desde então. Inconformado com a decadência, ele hoje sobrevive como corretor de imóveis, mas sonha em voltar aos palcos. Marcos (Rodrigo Salles) é um adolescente filho de família rica e conservadora da zona sul carioca. Mais conhecido como Foguete, ele chega à terapia como parte da punição aplicada pelos pais, que o flagraram usando drogas. Juntos, eles vão discutir, emocionar e brigar em busca de uma cura em um processo penoso e angustiante.

Neste episódio: Mentirosa compulsiva, Vera é desmascarada pela primeira vez em plena sessão de terapia. Um romance começa a surgir entre dois membros do grupo. Oswaldo Montenegro dá uma prévia do próximo episódio.

Bipolar Show – Marcos Veras
Horário: TERÇA, DIA 12, ÀS 21H30
Reprise
Classificação: 14 anos

Sinopse: Uma nova temporada crua e essencial, diretamente das ruínas do Cassino da Urca e do campus da UFRJ.

Neste episódio: “Fazer monólogo é muito solitário”. Michel Melamed e Marcos Veras compartilham o gosto pouco saudável por café e ensinam uma importante palavra da língua portuguesa a um estudante francês.

Transando com Laerte – Jout Jout
Horário: TERÇA, DIA 12, À 0H
INÉDITO
Classificação: 12 anos

Sinopse: Laerte Coutinho é uma das mais irreverentes e provocantes figuras da cultura brasileira. A cartunista transgênero é referência artística quando o assunto é criar personagens politicamente incorretos e de humor ácido, desenvolvidos em pequenas frases. Saindo do mundo das tirinhas e embarcando ao universo da televisão, a chargista retorna ao Canal Brasil na quarta temporada do programa ao qual empresta seu nome para investigar temas contemporâneos a partir de entrevistas com os mais diversos convidados, entre artistas dos mais diversos campos.

A cantora transgênero Liniker abre a série de novos episódios dirigidos por Claudia Priscilla e Pedro Marques. A atriz Leona Johvs relaciona figuras importantes para sentir orgulho de sua transexualidade e comenta como descobriu a vocação artística. A musicista, diretora musical e pesquisadora Tunica Teixeira fala sobre sua relação com o amor e a religiosidade pujante de sua personalidade. O historiador, antropólogo e quadrinista André Toral analisa seu trabalho com comunidades indígenas e disserta como as histórias em quadrinhos se transformaram em vozes da periferia. O programa traz ainda entrevistas com Miriam Chnaiderman, Marcelino Freire e Renata Perón, entre outros.

Neste episódio: “Desde que eu fui para Portugal, eu sempre cozinho ouvindo fado”. A youtuber Jout Jout dá dicas culinárias e fala sobre o humor como ferramenta para abordar assuntos espinhosos com leveza.

A Noite do Meu Bem – As Duas Dolores
Horário: QUARTA, DIA 13, ÀS 21H
INÉDITO
Classificação: Livre

Sinopse: Para escrever “A Noite do Meu Bem”, Ruy Castro mergulhou no universo das boates cariocas do início do século 20, lugar de nascimento de grandes vozes do samba-canção como Dolores Duran, Dick Farney, Elizeth Cardoso, Dorival Caymmi, Maysa, Miltinho, Dóris Monteiro, Lúcio Alves, Linda Baptista, Jamelão, Nora Ney, Helena de Lima e Tito Madi. A publicação recebe agora adaptação para a televisão, com vídeos históricos e entrevistas com alguns dos responsáveis por transformar essa época em um período memorável.

Cada episódio da série, batizada a partir da canção eternizada na voz de Dolores Duran, leva o espectador para a era de ouro dos clubes cariocas. Sob direção de Carlos Alberto Vizeu – falecido em outubro de 2016 –, os capítulos recordam as boates mais famosas, as atrações épicas que destilaram seus talentos pelos palcos do Rio de Janeiro e curiosidades das canções populares no momento – descolando definitivamente o samba-canção da bossa nova. O programa mostra ainda como o fechamento dos cassinos e jogos de azar contribuiu para o surgimento das boates como nova tendências da noite fluminense e a importância do bairro de Copacabana para a boemia carioca.

Neste episódio: Um dos maiores nomes do samba-canção, Dolores Duran é autora da música que dá nome a série. Dedicado à intérprete e compositora, o programa relembra sua marcante presença na noite carioca.

A Arte do Encontro – Carolina Jabor
Horário: QUARTA, DIA 13, ÀS 21H30
Reprise
Classificação: Livre

Sinopse: Barbara Paz recebe convidados para um encontro intimista, onde há apenas os envolvidos e uma pequena mesa. Ela abre a conversa em torno de histórias de vida, infância e família, entremeadas por trajetórias profissionais. Entre as entrevistas, a apresentadora faz leituras de trechos de livros relacionados à personalidade participante.

Neste episódio: Bárbara Paz recebe a cineasta Carolina Jabor. Juntas, realizam leitura dramatizada de “O Princípio de Arquimedes”, de Josep Maria Miró, inspiração de “Aos Teus Olhos”, último trabalho da diretora.

Pornolândia – Mila Spook
Horário: QUARTA, DIA 13, À 0H
INÉDITO
Classificação: 16 anos

Sinopse: A musa da pornochanchada Nicole Puzzi retorna à tela do Canal Brasil em entrevistas picantes, com membros do universo da pornografia e do erotismo no país. Sempre em tom irreverente, a apresentadora discute abertamente temas como fetiche, sensualidade, nudez artística e o mercado brasileiro de filmes adultos. A anfitriã está ainda mais curiosa e provocativa no quinto ano do programa, seja investigando as práticas sexuais menos comuns, revendo os velhos amigos ou conversando com figuras da indústria pornô.

Neste episódio: Atriz e diretora de filmes adultos, Mila Spook conta sua trajetória no mercado pornográfico, fala sobre a relação com o próprio corpo e destaca a presença feminina na direção de filmes pornô.

1958 – O Ano Em Que O Mundo Descobriu O Brasil
Horário: QUINTA, DIA 14, ÀS 16H30
REESTREIA 
Classificação: Livre

Sinopse: A série conta as histórias por trás da primeira conquista brasileira em uma Copa do Mundo, revivendo aquele período com mais de 50 depoimentos e raras imagens de arquivo.

Neste episódio: Foi na Suécia, em 1958, que o Brasil deixou sua primeira marca no futebol mundial e alcançou uma projeção internacional. O programa traça um panorama social desse momento e revela o país nos anos 1950.

O País do Cinema – Caio Sóh e Pedro Nercessian
Horário: QUINTA, DIA 14, ÀS 21H30
Reprise
Classificação: 14 anos

Sinopse: Na segunda temporada, Fabiula Nascimento volta à função de apresentadora conversando com realizadores do cinema nacional sobre clássicos e filmes recém-lançados. Mas agora, conta ela, o papo será bem menos técnico do que no primeiro ano. “Nosso filho cresceu. A primeira experiência é sempre no escuro, não sabíamos como o público ia receber, como eu me sairia. Foi uma tentativa de todos nós e foi difícil porque era uma temporada bastante técnica, com pouquíssimos atores. Agora, fomos mais para o processo de feitura do filme, para a memória emotiva”, explica Fabiula.

São 26 episódios dirigidos por Marcello Ludwig Maia e Gigi Soares. Fabiula recebeu seus entrevistados num estúdio dentro da Fundição Progresso na Lapa, Rio. O cenário, elaborado por Batman Zavarese, faz projeções com uma leitura própria sobre cada filme. A trilha sonora é de Jorge Du Peixe, vocalista da banda Nação Zumbi.

Neste episódio: Fabiula Nascimento recebe o cineasta Caio Sóh e o ator Pedro Nercessian. Os convidados falam sobre o longa “Canastra Suja”, a premissa do roteiro e o engajamento de toda a equipe do filme.

Nasi Noite Adentro – Luiz Calanca
Horário: QUINTA, DIA 14, À 0H
Reprise
Classificação: 14 anos

Sinopse: Os mistérios, segredos e personagens mais excêntricos da noite paulistana estão de volta ao Canal Brasil. Na nova temporada do programa comandado pelo vocalista do Ira!, o público acompanha as aventuras do anfitrião por lugares ainda mais inusitados da maior metrópole da América Latina.

Neste episódio: Luiz Calanca é o dono da emblemática loja de discos “Baratos Afins”. O convidado fala sobre sua gravadora homônima, marco da cena independente, e como virou um traficante em uma música de Eric Burdon.

Pausa Pro Café – Márcio Brito Neto
Horário: SEXTA, DIA 15, ÀS 21H
INÉDITO
Classificação: 16 anos

Sinopse: O ator Humberto Carrão apresenta premiados curtas-metragens que tiveram berço nas faculdades nacionais e entrevista seus respectivos diretores. Com cada vez mais espaço em salas de exibição, e cursos conquistando importância na graduação de Comunicação Social, uma nova geração de cineastas nasce das carteiras das salas de aula para ganhar o mundo da sétima arte.

Sob direção de Marcelo Velloso, a segunda temporada da série busca descobrir as motivações de cada cineasta. Muitos dos filmes exibidos surgiram como projetos de conclusão de curso ou até mesmo trabalhos para uma matéria da grade curricular. Com orçamentos mínimos, recursos limitados e tempo de produção escasso – já que os alunos tinham diversas matérias a serem finalizadas –, o programa registra como o principal fator para um cinema bem feito é ter uma boa história para contar.

Neste episódio: Pela PUC-Rio, Márcio Brito Neto realizou “Serra do Caxambu”. O cineasta fala sobre o cinema como ferramenta de resistência, o jongo da serrinha, objeto do documentário, e a estreia no Festival do Rio.

O Som do Vinil – Diogo Nogueira e Hamilton de Holanda
Horário: SEXTA, DIA 15, ÀS 21H30
Reprise
Classificação: Livre

Sinopse: Charles Gavin continua, no décimo-primeiro ano da série, sua investigação sobre a história da música nacional. Sob direção de Gabriela Gastal, Gavin entrevista algumas das mais importantes personalidades do ramo para lembrar curiosidades e bastidores de discos fundamentais da história do cancioneiro brasileiro.

Neste episódio: Diogo Nogueira e Hamilton de Holanda falam sobre o disco “Bossa Negra”, lançado em 2014. Os músicos relembram o surgimento do projeto, suas principais inspirações e a repercussão do trabalho.

302 – Monik
Horário: SEXTA, DIA 15, À 0H
Reprise
Classificação: 14 anos

Sinopse: Fotógrafo consagrado pelo olhar perspicaz e retratos impactantes em preto e branco, Jorge Bispo traz novamente para o Canal Brasil, em sua quarta temporada, um de seus projetos mais ousados. Em seu próprio apartamento ele recebe 26 mulheres comuns que toparam tirar a roupa à frente de sua câmera. Longe dos rígidos padrões de beleza estabelecidos pelas celebridades por ele já clicadas, cujas fotos estamparam capas das principais publicações do país, Bispo traz à tela uma iniciativa artística e minimalista.

Neste episódio: A mineira Monik tem 29 anos. A convidada fala sobre as dificuldades na infância em função da depressão e do suicídio de sua mãe, a luta para não seguir no mesmo caminho e a força que encontra em seu filho.

Faixa Musical – Francis Hime – 50 Anos de Música
Horário: SÁBADO, DIA 16, ÀS 18H
Classificação: Livre

Sinopse: Cantor, compositor, arranjador e pianista, parceiro de Tom Jobim, Chico Buarque e Milton Nascimento, Francis Hime comemora 50 anos de carreira com um show que traz clássicos e composições de seu disco mais recente.

Cinejornal
Horário: SÁBADO, DIA 16, ÀS 21H
INÉDITO
Classificação: Livre

Sinopse: O Cinejornal é um programa semanal, apresentado por Simone Zuccolotto, no qual é pautado o melhor do cinema brasileiro.

Postar um comentário

0 Comentários