Home Top Ad

Documentário 'Os Diários Zen de Garry Shandling' estreia em julho no canal HBO

Share:

HBO Honra a vida de lendário comendante no documentário 'Os Diários Zen de Garry Shandiling". (Imagem: Divulgação)  
Quando Garry Shandling morreu em 2016, ele foi relembrado como um comediante de sucesso, estrela de duas das comédias mais inovadoras da história da televisão. No entanto, para aqueles que realmente o conheciam, o "real" Garry Shandling era uma pessoa muito mais complexa. Em homenagem a Shandling, Judd Apatow dirigiu o documentário OS DIÁRIOS ZEN DE GARRY SHANDLING que celebra sua vida e seu legado. Dividido em duas partes, a produção será exibida nos dias 2 de julho, às 22h, e 9 de julho, às 22h, no canal HBO e na HBO GO.

A partir da experiência angustiante da infância de Shandling, traição profissional e trauma físico inesperado, até seu crescimento como um professor poderoso, o documentário de Apatow não apenas narra a capacidade de um homem de sobreviver aos altos e baixos de uma vida no show business, mas também oferece uma profunda investigação sobre o poder da comédia em elevar o espírito humano.

A primeira parte do documentário OS DIÁRIOS ZEN DE GARRY SHANDLING mostra como o comediante alcançou o auge do sucesso, aparecendo em programas como “The Tonight Show Starring Johnny Carson”, até desenvolver seu próprio programa “It’s the Garry Shandlig Show”, reconhecido como um dos mais inovadores do seu tempo. O programa aumentou sua base de fãs, fez seu nome ficar ainda mais conhecido na indústria e o levou a conhecer sua futura noiva Linda Doucett.

Já a  segunda parte da produção oferece um olhar mais atento a sua série de comédia da HBO, “The Larry Sanders Show”. Seus colegas lembram-se das exigências de produzir material que atendesse aos altos padrões de Shandling, enquanto seus diários revelam uma luta contínua contra a complacência e sua busca pela autenticidade. O impacto deste programa era algo imensurável e quando terminou, as inseguranças de Shandling ficaram mais aparentes, ao mesmo tempo ele lutava contra crises pessoal, profissional e emocional.

Dirigido por Judd Apatow, o filme tem mais de 40 entrevistas com familiares e amigos Shandling, incluindo nomes como James L. Brooks, Jim Carrey, Sacha Baron Cohen, David Coulier, Jon Favreau, Jay Leno, Kevin Nealon, Conan O'Brien, Bob Saget, Jerry Seinfeld e Sarah Silverman, além de material inédito de sua vida e carreira ao longo das quatro décadas na frente das câmeras. Enquanto seus amigos dizem adeus e algumas cartas e pensamentos de Shandling são compartilhados, o documentário de Apatow, assim como seu personagem central, transcendem a definição de “fácil”, sendo ao mesmo tempo hilário, triste, fascinante e, acima de tudo, completamente autêntico.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.