Home Top Ad

Vocalista do Biquíni Cavadão prepara autobiografia e disco em homenagem a Herbert Vianna

Share:

(Imagem/Divulgação TV Brasil)
Inquieto na produção de novos trabalhos, o vocalista do Biquíni Cavadão parte, agora, para um projeto solo. Mas não é um trabalho na área musical. Bruno Gouveia prepara o lançamento do livro ‘É impossível esquecer você’, uma autobiografia que mescla as mais de três décadas de história da banda com a vida pessoal do artista. Bruno contou detalhes ao programa Conversa com Roseann Kennedy, que vai ao ar nesta segunda (17), às 21h15, na TV Brasil.

 “Eu começo dizendo na primeira página que a vida é como um barco no meio do oceano. Ou você pega remos e começa a remar, com todas as forças do mundo, descendo ondas e tudo para chegar onde você quer, ou você iça a vela dos barcos e deixa o vento te levar. Termino dizendo que eu segui a segunda opção”, relata o cantor.

Bruno Gouveia acredita que cada cidadão tem as rédeas do próprio destino. “Talvez o destino coloque as encruzilhadas mas as opções são nossas”, aposta o artista, que, nos anos 1980 largou o curso de engenharia, quando viu que a agenda de shows obrigava-o a decidir entre as duas profissões.

 A maior peça que a vida lhe pregou, porém, foi uma tragédia. Em 2011, Bruno perdeu o filho de 2 anos e 10 meses e a ex-mulher num acidente aéreo. Sobre o assunto, ele fala com resiliência e diz o que pensava à época. “Muitas pessoas passam pelo que eu passo. Às vezes com acidente, às vezes com violência, às vezes com coisas piores. É saber lidar, ter calma de entender, aceitar mais do entender, e seguir adiante”, conclui.

 Depois do episódio, Bruno conta que teve dificuldades para voltar a gravar. “Fui umas quatro vezes para o estúdio. Eu chegava lá, gravava, passava o segundo take e eu falava: não vai ser hoje. E voltava. Até um dia que eu disse estou preparado para gravar, vou colocar a emoção certa na dose certa. Porque não queria de forma alguma que o disco fosse um disco triste. A gente não podia transformar aquilo num espetáculo do meu drama pessoal”, explica.

 O disco ‘Roda Gigante’ só saiu em 2013. Todas as músicas foram compostas antes do acidente e nada tinham a ver com o drama pessoal do artista, mas ele observa que todas também pareciam dizer alguma coisa. A qualidade logo foi reconhecida. A música título foi indicada ao Grammy, numa disputa com Gilberto Gil, Djavan, Caetano e Roberto Carlos.

No momento, Bruno Gouveia excursiona pelo um país com o show ‘As voltas que o mundo dá’, trabalho com tom confessional da banda e músicas que relatam, por exemplo, as histórias românticas dos componentes. “Tem gente que fala que a minha vida é um livro aberto. Nossa vida é um CD para ser ouvido”, compara.

 Bruno também acabou de gravar com a banda o disco ‘Ilustre Guerreiro’, com todas as músicas em homenagem a Herbert Vianna, Paralamas do Sucesso. O amigo e apoiador tem grande importância na história do Biquíni Cavadão e foi, inclusive, quem escolheu o nome do grupo. O disco tá pronto e vai sair no fim do ano.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.