Home Top Ad

'Caminhos da Reportagem' mergulha no universo do autismo nesta quinta na TV Brasil

Share:

Imagem/Divulgação TV Brasil
Os sinais aparecem nos primeiros anos de vida. Estão no atraso da fala, nos comportamentos repetitivos, no desvio do olhar. O chamado Transtorno do Espectro Autista atinge 1% da população global, segundo a Organização Mundial de Saúde, e o número de diagnósticos está crescendo. O Caminhos da Reportagem de quinta-feira, dia 15,  mergulha no universo do autismo. O programa vai ao ar 21h45, na TV Brasil

Caminhos da Reportagem mostra a luta das famílias por inclusão e qualidade de vida para os pequenos que estão dentro do espectro. Da área de pesquisa, vêm as maiores promessas. 

Nos Estados Unidos, o pesquisador Alysson Muotri estuda como tratar os sintomas da doença por meio de mini-cérebros criados em laboratório. As novas tecnologias também se mostram importantes aliadas. Ainda há muito a se avançar no tratamento do transtorno, descoberto apenas na década de 1940. Mas há também muitas vitórias a se  comemorar.

O último relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos mostrou um aumento de 15% no número de crianças autistas. Em 2016, uma a cada 68 crianças tinham o transtorno. Hoje, esse número caiu para a alarmante marca de uma a cada 59.

O pequeno Marcelo tinha apenas um 1 ano e meio quando a funcionária pública Roberta Vasconcellos recebeu o diagnóstico do filho. A família viveu o momento difícil sem se recolher. Pesquisou sobre o assunto, procurou um tratamento multidisciplinar e partiu para a ação. “A gente já contou para a família inteira, já chegou na escola falando. Esse compartilhar com todo mundo foi muito bom para mim porque, aos poucos, eu fui conseguindo ressignificar o que seria isso na nossa vida”, revela.

Os repórteres de Caminhos da Reportagem entrevistam especialistas sobre autismo: o psiquiatra infantil Estevão Vadasz; o neuropediatra Márcio Vasconcelos e a psicóloga Meca Andrade. 




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.