Home Top Ad

Discovery Networks anuncia resultados de 2018 e novidades para 2019

Share:


Nesta segunda-feira, 3, a Discovery Networks reuniu o mercado, parceiros e imprensa para anunciar os resultados de 2018 e as iniciativas para o próximo ano. Fernando Medin, presidente da Discovery Latin America / US Hispanic, abriu as apresentações que precederam o almoço, com um panorama internacional e destaque para as estratégias regionais.

Seguiram-se as falas dos executivos brasileiros Roberto Nascimento (Naná), vice-presidente de vendas publicitárias; Alessandra Pontes, vice-presidente de vendas e relações com afiliados, e Mônica Pimentel, vice-presidente de conteúdo. Cada um deles enfatizou as novidades e indicativos das áreas que comandam.

Medin iniciou o encontro com as iniciativas de expansão que colocaram a Discovery como o segundo grupo de mídia em audiências consolidadas nos Estados Unidos. O grupo tem como diferencial a propriedade de 95% do conteúdo transmitido por seus canais e demais plataformas. Também está posicionado hoje como um grupo multiplataforma, com operações em TV aberta em diversos países, canais por assinatura e VOD em plataformas próprias e de terceiros.

Entre as inciativas está a aquisição de três grupos que garantem presença mundial em diversos gêneros e em todas as plataformas: Eurosport, líder em transmissões esportivas na Europa (concluída em 2015); Group Nine, produtora de conteúdo para plataformas on-line e redes sociais, detentora de marcas como Now This e The Dodo, que geram mais de 7 bilhões de views por mês; e, a mais recente, a da Scripps Networks, concluída em março deste ano por US$ 14,8 bilhões, e que incorporou o Food Network ao portfólio brasileiro de canais lineares, servindo também de acervo para as próximas iniciativas em ambiente digital.

A Discovery, conta Medin, trabalha para manter a liderança na programação linear enquanto aposta também em outros modelos. Para isso, criou um hub regional de desenvolvimento de tecnologia na América Latina, com equipes que trabalham desde o desenvolvimento de plataformas próprias de distribuição quanto em tecnologias que utilizam Inteligência Artificial para a segmentação de público e oferta de oportunidades customizadas para agências e anunciantes, como a recém lançada Cupido.

Roberto Nascimento, o Naná, vice-presidente de vendas publicitárias, iniciou sua fala com o papel da Discovery nas relações com o ambiente publicitário: seguir como fonte de inteligência de mercado, a partir de iniciativas que tenham como pilares o caráter estratégico e a colaboração com anunciantes e agências. A Discovery seguirá em 2019 com um novo um ciclo de workshopsBLINK e outras edições do DISCOVERY TALKS, evento de compartilhamento de tendências e estudos sobre comportamento do consumidor.

Naná também anunciou a aproximação entre as equipes de vendas publicitárias e de licenciamento. Em 2019, os focos estão na comercialização de produtos, serviços e eventos a partir de uma atividade coordenada entre as áreas.

Alessandra Pontes, vice-presidente de vendas e relações com afiliados, trouxe dados sobre distribuição em diferentes plataformas. De acordo com a executiva, 2018 foi um ano em que a base de assinantes está se estabilizando, com quedas menores que no período anterior. Para o portfólio Discovery, os dados são positivos: 6% de ganho em assinantes cumulativos para toda a rede e sete canais com crescimento na penetração – Discovery Home & Health, TLC, Animal Planet, Investigação Discovery, Discovery Turbo, Discovery Science e Discovery Civilization. 

Com sua chegada à rede Discovery, o Food Network também cresceu em 20% a sua penetração. O DogTV, primeiro canal destinado a cães, lançado em 2017, também teve sua distribuição ampliada este ano.

Para 2019, a novidade são os aplicativos Discovery Kids ON, Fun English With Doki e DK Inglês, com conteúdo voltado ao público infantil, e do Discovery VOD UNQ, nova plataforma de serviços on-demand.

Mônica Pimentel, vice-presidente de conteúdo, fechou as apresentações do dia com os dados de audiência e as novidades na programação dos canais para 2019. A executiva ressaltou que a Discovery Networks teve três entre os dez canais mais assistidos na TV por assinatura durante 2018 (de janeiro a outubro): Discovery, Discovery Home & Health e Discovery Kids. Discovery, Animal Planet, TLC e Investigação Discovery tiveram seus recordes históricos de audiência este ano, sendo o Discovery o terceiro canal mais assistido em toda a TV por assinatura.

Com a aquisição da Scripps, a rede domina o gênero de programação voltado ao estilo de vida no Brasil, com uma oferta completa composta por canais de diferentes personalidades e vocações: Food Network teve 33% de crescimento na audiência entre mulheres adultas em relação a 2017; o Discovery Home & Health segue na liderança do gênero, com vantagem de 83% sobre o principal concorrente; o TLC, por sua vez, teve aumento de 42% em relação ao ano passado.

O Discovery Kids segue como líder entre crianças de 4 a 8 anos e número um entre mães. Em 2019, chegam ao canal as novas temporadas de BIG TOP ACADEMY, série original desenvolvida em parceria com o Cirque du Soleil; MINI BEAT POWER ROCKERS, animação criada por Juan José Campanella e indicada ao Emmy® Kids Awards na categoria "Melhor Série Animada", e CHARLIE SHOW, nova série de animação produzida no Brasil pela TV PinGuim. No Now, serviço VOD da Net, as produções do canal contabilizam mais de 200 milhões de visualizações em 2018.

Em 2018, o Discovery bateu o seu próprio recorde de audiência pelo quinto ano consecutivo, consolidando-se como o terceiro canal mais assistidos por adultos no horário nobre da televisão por assinatura – com uma vantagem de mais 150% em relação a seu principal concorrente. Entre as novidades de programação do canal estão a série WHY WE HATE (título em português a ser definido), produzida por Steven Spielberg, e DYSNATIES (título em português a ser definido), uma superprodução da BBC Earth com narração de David Attenborough.

O Investigação Discovery triplicou a audiência entre mulheres no horário nobre e hoje está entre os dez canais mais vistos da TV por assinatura. Na área factual, 40% dos homens que assistiram à TV por assinatura em 2018 passaram pelo Discovery Turbo e o Animal Planet teve incremento de 8% na audiência em relação ao ano anterior.

Em 2018, a rede exibiu mais de duzentas horas de produções locais em diversos gêneros. Para 2019, a Discovery aposta em temáticas como o DIY (o faça-você-mesmo), a onda makers, beleza, sustentabilidade e aventura. Novas temporadas de MENOS É DEMAIS, BATALHA DOS CONFEITEIROS, FÁBRICA DE CASAMENTOS, BAKE OFF BRASIL, MASTERCHEF e as inéditas BATALHA MAKERSBRASIL, CRIMES.COM e PROVA DE NOIVA estão entre as estreias de produções locais do próximo ano.




Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.