Home Top Ad

Deu Ruim! Crackle encerrará suas atividades na América Latina em Abril

Share:

Imagem/Divulgação Sony
A Sony Pictures Television descontinuará o serviço OTT Crackle na América Latina, de acordo com a Variety. O serviço será extinto em abril.

A plataforma foi lançada em 2012 em um modelo baseado exclusivamente em publicidade. Em 2016, foi convertido para o modelo por assinatura apenas na América Latina, seguindo no modelo de negócio gratuito nos outro territórios.

Para lançar o serviço no Brasil, foi necessário criar uma estrutura local de suporte de marketing, para treinar os call centers das operadoras. Além disso, a distribuição passou a ser feita pela equipe da programadora – a distribuição dos canais lineares, vale lembrar, é feita pela HBO. Com o fim do serviço, 17 pessoas serão demitidas nos escritórios de Miami, Los Angeles, México, Brasil, Argentina e Colômbia.

Segundo Keith Le Goy, presidente da Sony Pictures para distribuição de serviços de TV, a manutenção do serviço deixou de ser compensatória para a empresa japonesa, que enxerga em seu cancelamento uma oportunidade de seguir com sua estratégia de se livrar de serviços e produtos mais custosos e que não apresentam um bom desempenho: "Após muita consideração, decidimos que o Crackle América Latina não é sustentável no atual cenário altamente competitivo", explicou Keith Le Goy, presidente Sony Pictures TV.

O desligamento do Crackle está marcado para 30 de abril.

Como fica agora as produções?

Ainda não se sabe ao certo do futuro do Crackle. A Sony Pictures Television vem tentando vender parcialmente a plataforma desde a temporada passada e segue atrás de interessados — ainda há interesse em mantê-la no portfólio, pois ela pode ser usada para distribuição estratégica de conteúdo e tem potencial de se valorizar no mercado.

É possível que o serviço volte a ser bancado apenas com publicidade, sendo oferecido gratuitamente e com parte do conteúdo sob demanda; ou seja negociado com operadoras de telefonia, que então poderiam oferecê-lo como atrativo em seus planos. Enquanto isso, as produções originais e todo o catálogo que vinha sendo veiculado pelo Crackle Latin America será transferido por aqui para os canais Sony Entertainment Television e AXN, na TV paga.

Séries originais do Crackle, como o drama StartUp e a comédia SuperMansion, passarão a ser exibidos em outros canais pagos do grupo, como o Canal Sony e o AXN. Já o destino de produções compradas de outras empresas ainda é um mistério. É o caso da britânica Doctor Who e Preacher.

A decisão não afeta o Crackle nos Estados Unidos, que era operado separadamente da divisão latino-americana.