Home Top Ad

Efervescência cultural e movimentos de 1968 estão em série exclusiva do Canal Curta!

Share:

 FOTO:  Divulgação/Curta!
Durante os 12 meses de 1968 foram definidos alguns dos principais rumos do cenário político-cultural do mundo. Desde episódios políticos marcantes, como os assassinatos do estudante Edson Luís, no Brasil, e do ativista Martin Luther King nos Estados Unidos, até marcos culturais, como a Tropicália e a estreia do espetáculo “Hair”, os acontecimentos desse período norteiam a série “1968 – O Despertar”, produção inédita e exclusiva do Curta!. A série foi produzida pela Grifa Filmes, em parceria com a produtora francesa Arte e com a alemã Gebrüder Beetz, por intermédio de financiamento pelo Fundo Setorial do Audiovisual, da ANCINE. Ao longo de quatro episódios, ex-ativistas, acadêmicos e artistas entrevistados em vários países, como Estados Unidos, Japão e Brasil (neste último, o cantor Tom Zé e a ex-presidente Dilma Rousseff) examinam o que restou dos ideais e da efervescência cultural e social dos anos 1960, e quais impactos os movimentos dessa década tiveram na organização do mundo atual. Estreia na Sexta da Sociedade, 8 de fevereiro, às 23h.
 
Design e música, de Pink Floyd a Tom Zé, são temas de episódio inédito de Design Gráfico Brasileiro, no Curta!

Alguns grandes trabalhos musicais, brasileiros e internacionais, não são lembrados apenas pela sonoridade, mas, também, pelo aspecto visual que cada álbum traz na capa. O episódio inédito da série exclusiva “Design Gráfico Brasileiro” investiga como funciona a tradução visual de música para design gráfico através das capas de alguns discos marcantes. De Pink Floyd, com o épico “The Dark Side of the Moon”, passando pela banda de rock nacional Blitz, até chegar ao tropicalista Tom Zé, o programa propõe uma viagem visual-musical. Na Terça das Artes, 5, às 23h.