Home Top Ad

Especial "Sonho Meu" recorda Dona Ivone Lara nesta quarta na TV Brasil

Share:

Imagem/Divulgação TV Brasil
Em tributo à Dona Ivone Lara, a TV Brasil celebra o legado da saudosa artista para o universo da cultura nacional com uma produção musical. A cantora e compositora foi anfitriã do especial "Sonho Meu" que vai ao ar nesta quarta (30), às 21h45, na faixa Verão Show, em homenagem à Rainha do Samba.

A produção, gravada com exclusividade pela emissora pública, em fevereiro de 2011, no Rio de Janeiro, combina bate-papo e performances musicais. Referência para diversas gerações, a diva saiu de cena em 16 de abril de 2018, apenas três dias após completar 96 anos. 

Primeira mulher compositora de samba-enredo, Dona Ivone Lara recebeu naquele espetáculo memorável sambistas consagrados como Beth Carvalho, Jorge Aragão e Delcio Carvalho, além dos representantes da nova geração como Diogo Nogueira, Teresa Cristina e Nilze Carvalho.

Na época do show, prestes a completar 90 anos, a sambista do Império Serrano relembrou clássicos de sua autoria como "Sorriso Negro" e "Tiê Tiê", além do sucesso "Sonho Meu", que dá nome ao especial, em um dueto com Diogo Nogueira.

Durante a apresentação, Dona Ivone Lara ainda cantou a música "Mas quem disse que eu te esqueço" ao lado de Beth Carvalho. Já Jorge Aragão dividiu o microfone com a pioneira do samba na canção "Tendência". Ela também soltou a voz em "Alvorada" e "Pra afastar a solidão" com o eterno parceiro de composições Delcio Carvalho.

Com uma hora de duração e vasto repertório da artista, o especial "Sonho Meu" inclui entrevistas e depoimentos dos convidados. Em uma conversa descontraída com o filho de João Nogueira, a Grande Dama do Samba lembrou que chegou a trocar as fraudas do jovem sambista, quando ele ainda era criança.

Depoimentos e entrevistas

Na produção gravada há oito anos pela TV Brasil, os convidados destacam a contribuição da homenageada para o gênero. De acordo com Jorge Aragão, ela é uma referência. "A Dona Ivone é um ícone no segmento do samba".

A madrinha do samba, Beth Carvalho, também é só elogios à amiga. "Ela é uma legitima representante da mulher brasileira. Ela me emociona muito. Sou apaixonada por Dona Ivone Lara. Eu a considero uma das maiores compositoras do mundo", define.

Já Delcio Carvalho, coautor de grandes hits como "Acreditar" e "Sonho Meu", ressalta o carisma da cantora e compositora. "Eu fico gratificado por ter contigo essa parceria desse tempo todo. Ela tem um dom, um porte de rainha, aquela coisa misteriosa que todos os grandes têm: carisma".

Partida aos 96 anos em abril de 2018

Abatida com um quadro de insuficiência cardiorrespiratória após ficar internada por três dias no CTI, Dona Ivone Lara faleceu aos 96 anos em 16 de abril do ano passado. A querida sambista foi velada na quadra do Império Serrano, sua escola do coração, em Madureira, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O enterro foi no Cemitério de Inhaúma. 

Pioneira, Dona Ivone Lara foi uma das primeiras mulheres a assinar sambas e sambas-enredos. Na carreira, a artista compôs centenas de músicas, lançou mais de dez discos e tem canções gravadas por grandes nomes da MPB.

Nascida em uma família que apreciava a música popular, ela enfrentou o preconceito por ser mulher e sambista. Um dos maiores sucessos da carreira é o clássico "Sonho meu", canção que dá título ao especial. A música foi composta em parceria com o amigo Delcio Carvalho e imortalizada nas vozes de divas como Maria Bethânia e Gal Costa.