Home Top Ad

TV Brasil apresenta "A Vida é Bela" e outros sucessos do cinema na faixa Cine Verão

Share:

Imagem/Divulgação TV Brasil
A partir de segunda (14/1), sempre às 22h45, a TV Brasil oferece aos cinéfilos uma série de clássicos da sétima arte na faixa Cine Verão: "A Vida é Bela", terça (15/1); "Frida", quarta (16/1); "Como Água para Chocolate", quinta (17/1); e "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", sexta (18/1). 
 
O premiado drama "Histórias que só existem quando lembradas" (2011) abre a sessão especial na segunda-feira (14/1). Primeiro longa de ficção dirigido pela cineasta Julia Murat, filha da renomada diretora Lucia Murat, o filme participou de quase cem festivais de cinema e conquistou mais de 30 prêmios em sua trajetória no circuito internacional.
 
Coprodução entre Brasil, Argentina e França, a trama mostra como a tranquila rotina de Madalena (Sonia Guedes) e dos velhos habitantes de Jotuoma, uma cidade fantasma onde o tempo parece ter parado, é alterada com a vinda de Rita (Lisa Fávero), uma jovem fotógrafa.
 
"A Vida é Bela" emociona na terça (15/1)
 
Vencedor de três prêmios Oscar nas categorias Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Ator e Melhor Trilha Sonora, o longa "A Vida é Bela" (1997) foi protagonizado e dirigido pelo italiano Roberto Benigni em uma atuação primorosa que lhe rendeu o prêmio.

Entre os principais reconhecimentos, o drama conquistou ainda o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes, o CÉSAR de Melhor Filme Estrangeiro e o Goya de Melhor Filme Europeu.
 
A TV Brasil exibe na terça (15/1), às 22h45, a sensível trama do judeu Guido e sua família que se passa na Itália, durante a Segunda Guerra Mundial. O protagonista é capturado e mandado para um campo de concentração em Berlim junto com seu filho, o pequeno Giosué.
 
Com inteligência, espirituosidade e bom humor, Guido faz com que o menino acredite que ambos estão participando de um jogo do qual devem sair campeões, sem que o garoto perceba os horrores do regime nazista.
 
"Frida" resgata legado da artista na quarta (16/1)
 
Considerada  um dos principais nomes da história artística do México, Frida Kahlo (Salma Hayek) foi conceituada e aclamada como pintora e transformou a própria dor em arte. Ela teve um agitado casamento aberto com Diego Rivera (Alfred Molina), seu companheiro também nas artes, e ainda um controverso caso com o político Leon Trostky (Geoffrey Rush), além de relacionamento com várias outras mulheres.
 
Com grande elenco, formado por nomes como Salma Hayek, Alfred Molina, Geoffrey Rush, Antonio Bandeiras, Ashely Judd e Edward Norton, o longa "Frida" (2002) acompanha a trajetória da artista desde a adolescência até a sua morte em 1954. O Cine Verão apresenta a trama nesta quarta (16/1), às 22h45.
 
Inspirado no livro da biógrafa Hayden Herrera, o filme dirigido por Julie Taymor conquistou vários prêmios importantes da sétima arte no circuito internacional como o Oscar nas categorias Melhor Maquiagem e Melhor Trilha Sonora Original. Já no Globo de Ouro, venceu como Melhor Trilha Sonora para Cinema enquanto no BAFTA recebeu o prêmio de Melhor Maquiagem.
 
"Como Água para Chocolate" vai ao ar na quinta (17/1)
 
A história de amor do drama "Como Água para Chocolate" (2002) mostra a paixão de Tita (Lumi Cavazos) por Pedro Muzquiz (Marco Leonardi) que é impedida pelas tradições e pela família. A mãe sugere que o rapaz se case com a irmã de Tita e ele aceita para ficar perto da amada. A sessão Cine Verão da TV Brasil traz o longa nesta quinta (17/1), às 22h45.
 
Baseado no romance homônimo escrito por Laura Esquivel, o drama mexicano "Como Água para Chocolate" foi indicado ao Globo de Ouro e ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro. A produção também concorreu ao Goya. O longa dirigido por Alfonso Arau conquistou prêmios no Festival de Gramado nas categorias de Melhor Atriz (Lumi Cavazos) e Melhor Atriz Coadjuvante (Claudette Maillé).
 
"Amélie Poulain" encanta na sexta (18/1)
 
Clássico do cinema, o longa "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" (2001) conquistou dois prêmios no BAFTA nas categorias Melhor Roteiro Original e Melhor Desenho de Produção. Foi indicado ainda em outras sete categorias.
 
Com treze indicações ao CÉSAR e cinco indicações ao Oscar, o filme também teve uma indicação ao Globo de Ouro. A obra foi reconhecida com o Prêmio de Público no Festival de Toronto e o Prêmio da Audiência no Festival de Edimburgo.
 
Na tela da TV Brasil nesta sexta (18/1), às 22h45, a comédia romântica acompanha a inocente Amélie (Audrey Tautou). A jovem busca transformar a realidade com uma nova visão do mundo. A partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Apesar disso, ainda sente falta de um grande amor.