Home Top Ad

TV paga chega ao fim de 2018 com menos 550 mil em sua base

Share:

FOTO: Reprodução
O serviço de TV paga totalizou 17.574.822 contratos ativos em dezembro de 2018, o que representa uma perda de 549.833 assinantes nos últimos 12 meses (-3,03%), de acordo com os números coletados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em relação ao mês anterior (novembro de 2018), houve uma perda de 21.743 contratos (- 0,12 %).

Os quatro maiores grupos de TV por Assinatura do Brasil (Claro/NET, Sky, Oi e Vivo) detinham 17.050.679 contratos ativos (97,01% do total) em dezembro de 2018. O grupo Claro/NET registrou o maior número de clientes, totalizando 8.600.763 contratos (48,93% do mercado) e em segunda posição ficou a Sky, com 5.281.535 contratos (30,05 % do mercado). A Oi registrou 1.601.814 contratos (9,11% do mercado) e a Vivo 1.566.567 contratos (8,91 % do mercado). Dessas empresas, apenas a Oi apresentou crescimento nos últimos 12 meses, registrando saldo de +92.365 assinaturas (+6,12 %). As Prestadoras de Pequeno Porte (Algar, Cabo, Nossa TV e Outras) somaram 524.143 contratos de TV por assinatura, o que representa (2,98% do total).

A operadora de DTH Claro TV perdeu 41 mil clientes, mantendo a tendência de limpeza de base, e fechou o ano com 1,54 milhão de assinantes. Já a NET (operadora de cabo) perdeu 30,4 mil assinantes, fechando o ano com 7,06 milhões de assinantes. Juntas, as duas operações do grupo Claro Brasil perderam no mês de dezembro 71,6 mil clientes, e no ano a perda foi de 470 mil assinantes (a maior parte no DTH: 360 mil assinantes a menos).

No mês de dezembro a Sky cresceu, registrando 48 mil assinantes a mais, fechando o ano com 5,28 milhões de assinantes. No ano de 2018, a Sky perdeu 77 mil clientes. A Vivo TV também perdeu 11,3 mil clientes no último mês do ano, 24 mil no ano, fechando 2018 com 1,566 milhão de usuários. A surpresa em dezembro foi a Oi TV, que teve uma pequena queda de 236 clientes, fechando o ano com 1,601 milhão de assinantes. A Oi vinha registrando seguidos crescimentos mesmo com o restante do mercado em queda. De qualquer forma, no ano de 2018, a Oi TV cresceu 92,3 mil assinantes e foi o destaque positivo do mercado. Ao longo de 2018 a Algar perdeu 15 mil assinantes, fechando o ano com uma base de 83,8 mil clientes. Outras operadoras somam 440 mil assinantes.

Em dezembro, as unidades da federação com os maiores mercados de TV por Assinatura no país foram o estado São Paulo, com 6.469.425 contratos (36,81%), Rio de Janeiro, com 2.376.853 contratos (13,52%) e Minas Gerais, com 1.555.406 contratos (8,85%). Em relação a dezembro de 2017, o maior aumento de assinantes ocorreu no Maranhão que registrou um saldo de +48.041 clientes (+27,29%).  Também houve aumento de assinantes nos seguintes estados: Ceará com saldo de +14.243 (3,59%), Amazonas com saldo de +11.879 (+4,05%), Pará com saldo de +11.237 (3,61%), Goiás com saldo de +3.824 (1,01%), Rio Grande do Norte com saldo de +2.450 (1,06%), Tocantins com saldo de +1.576 (3,69%) e Piauí com saldo de +415 (0,46%). Nos demais 19 estados houve perda de clientes.