Home Top Ad

Bloco afro Malê Debalê recebe convidados especiais em show comemorativo na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
Em comemoração aos 40 anos do bloco afro Malê Debalê, a TV Brasil apresenta show especial do grupo nesta quinta (26), às 21h45, na faixa de musicais da emissora pública.

O espetáculo tem a participação especial de convidados como Jau e os grupos Araketu, Jammil, Adão Negro e Samba Trator. Intitulado "Male + 40", o ensaio de verão foi acompanhado pela TVE Bahia em janeiro deste ano na Praça Quincas Berro D’água, no Pelourinho, em Salvador.

Considerado um dos principais blocos afros do país, o Malê Debalê levou a energia contagiante de seus integrantes para conduzir essa performance preparatória para a folia em alto astral.

Histórico do bloco afro

Formado em março de 1979, à beira da Lagoa do Abaeté, o Malê Debalê é um bloco afro que colocou o bairro de Itapuã no mapa do Carnaval não só da Bahia como também do país.

Ao longo de sua trajetória, o grupo criou a rotina de realizar os ensaios dentro da sede. Esta foi a segunda vez que o Malê Debalê promoveu um ensaio fora de casa. Na primeira ocasião, o evento aconteceu na Praça Tereza Batista, também no Pelourinho

A primeira parte do nome do bloco remete aos negros que lutaram na Revolta dos Malês. O levante histórico de 1835 organizado por negros de origem islâmica contra a escravidão foi a revolta mais importante que aconteceu no estado.

A concepção inicial previa utilizar o nome 'Os Malês', mas resolveram incorporar um segundo nome. Alguns dos fundadores sugeriram o termo ‘debalê’ que era parte de uma música cantada pelo Badauê em um dos seus ensaios. Desse modo, com a ideia de ‘positividade’ nasceu o complemento ‘Debalê’.

O primeiro Carnaval do o Malê Debalê em 1980 foi marcado pela conquista do concurso realizado pela prefeitura de Salvador como melhor afro. Com o tema Reino Dourado dos Achantes e a música "Diz Meu Povo", eles convidavam a população a conhecer o bloco e faziam reverência ao Ilê Aiyê, aos Filhos de Gandhi e ao Badauê.