Home Top Ad

Quarenta anos de 'Lança Perfume' da Rita Lee é o tema do segundo episódio de ''O Mago do Pop" do Music Box Brazil

Share:

Imagem/Divulgação
Execuções incansáveis em rádios brasileiras e dois meses em primeiro lugar nas paradas musicais da França, onde alcançou o Top 10 da Billboard. Esse é resumo do sucesso arrebatador de ‘Lança Perfume’, faixa que ajudou Rita Lee a se tornar mania nacional e abriu portas para carreira na Europa e Américas Latina e do Norte. Em seus 40 anos de seu lançamento, o single recebe homenagens de Gilberto Gil, Maria Rita e DJ Memê pela qualidade dos seus arranjos, assinados por Lincoln Olivetti. O registro faz parte do segundo episódio de ‘O Mago do Pop’, série de TV sobre o legado do arranjador carioca para a música pop brasileira, que vai ao ar amanhã, dia 14, às 22h, no canal por assinatura Music Box Brazil.

‘Lança Perfume’ integra o quarto álbum solo de mesmo nome da cantora lançado em 1980, já após sua saída do revolucionário grupo de rock Mutantes (1968-1972), em composição assinada por Rita e o seu marido Roberto de Carvalho. A faixa é um clássico que une romantismo e erotismo, com letra sexo-pedagógica que fala abertamente sobre sexo de maneira alegre, jocosa e honesta. “Me deixa de quatro no ato / Me enche de amor”. Já o título da música fazia referência à infância da cantora e compositora, quando o seu pai costumava utilizar lança perfume em comemorações de carnaval.

À época, Rita ambicionava tornar sua linguagem musical mais acessível às massas. Os arranjos do midas da música brasileira Lincoln Olivetti (piano, sintetizador, bass synth, minimoog e metais) traziam toques de disco music, bossa nova e carnaval, com teclados e ritmo mais dançante, tornando ‘Lança Perfume’ mais pop. “Na hora que apareceu aquilo tão bem realizado, com sonoridade bem feita, eu fiquei em choque”, conta o DJ e parceiro de trabalho de Lincoln nos anos 90, Memê, em entrevista à série ‘O Mago do Pop’. Ex-diretor musical da gravadora Som Livre, Guto Graça Mello foi o responsável por promover o primeiro encontro entre Lincoln e Rita. “Me orgulho muito disso”, resume o também produtor dos discos da cantora na época à série de televisão.

A repercussão do single foi tamanha que chegou até o conhecimento do Príncipe Charles da Inglaterra, de acordo com alguns registros. O fato é que foi lançado com êxito em países da Europa e Américas do Norte e Latina. No mercado brasileiro, colocou Rita entre as cantoras mais executadas nas rádios, possibilitou a artista rodar o país com turnês por estádios lotados e de ganhar especial Grandes Nomes da TV Globo. Influenciou Lulu Santos, Marina Lima, Blitz e Barão Vermelho, além de continuar ainda hoje sob a nova geração de músicos. “Quando era dos Mutantes, Rita era completamente uma outra onda. E aí ela ficou uma coisa mais dançante e mais pop. Continuou com aquela veia psicodélica mais ao mesmo tempo com a pegada do Lincoln”, opina o compositor Leo Israel, filho de George Israel, ao programa.

O segundo episódio da série ‘O Mago do Pop’ detalhará os bastidores da gravação de ‘Lança Perfume’, por meio de depoimentos exclusivos de Guto Graça Mello, Gilberto Gil, Davi Moraes, entre outros nomes. “A gente [Davi Moraes] estava falando sobre essa gravação de Lança Perfume. Eu disse que essa música não era do Lincoln e ele [Davi] disse que o arranjo é sim. Eu comecei a gargalhar e ter ataque de risos, porque eu cresci minha vida – eu tenho quase 40 anos – achando que esse arranjo era do meu pai. Porque era tão bom, que só podia ser do meu pai. Um belo mico para se pagar”, brinca Maria Rita em depoimento ao programa. A artista interpretará versão intimista da música no episódio.

A série ‘O Mago do Pop’ tem direção geral de Omar Marzagão e Úrsula Corona, que também se divide como apresentadora. É uma coprodução da Sete Artes Produções com Arissas, Malagueta Filmes, By Filmes & Tapioca Filmes.