Home Top Ad

TV paga perde quase 1,5 milhão e meio nos últimos 12 meses e fica abaixo dos 17 milhões em maio

Share:

Imagem/Reprodução
O Brasil registrou 16,82 milhões de domicílios com acesso à TV por Assinatura em maio de 2019, de acordo com números divulgados nesta segunda-feira, dia 24 de junho, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o que representa uma redução de 1,4 milhão (-6,7%) nos últimos doze meses. Metade dos domicílios recebem o sinal da TV paga pelo Grupo Claro, num total de 8,29 milhões (49,26%); outros grandes prestadores de telecomunicações presentes no segmento são a SKY, com 5,05 milhões (29,99%); a Oi, com 1,59 milhão (9,45%); e a Vivo com 1,48 milhão (8,82%).

Dos grandes prestadores, apenas a Oi apresentou crescimento na TV por Assinatura nos últimos 12 meses, com mais 60,16 mil domicílios (+3,93%). A Sky apresentou redução de 222,22 mil (-4,22%); a Vivo, menos 116,90 mil (-7,31%); e a Claro, menos 668,17 mil (-7,46%).

O grupo Claro Brasil perdeu 51 mil clientes, fechando o mês com 8,28 milhões de assinantes, sendo a maior perda (38 mil acessos) na operação de cabo Net, que registrou uma base total de 6.87 milhões de assinantes. A Claro TV (DTH) perdeu cerca de 13 mil assinantes, para uma base de 1,4 milhão de clientes.

A maior perda veio da Sky, que teve baixa de 69 mil clientes em maio e fechou o mês com uma base de 5,04 milhões de assinantes. A Vivo TV também perdeu 19 mil assinantes, caindo para o patamar de 1,48 milhão de assinantes; e a Oi TV perdeu 1,4 mil assinantes, para 1,58 milhão. A queda total do mercado em maio, contudo, ainda não pode ser precisada porque a operadora regional Brisanet não havia ainda declarado seus números à Anatel.

Variação Mensal

Na variação de abril a maio de 2019, o serviço de TV por Assinatura apresentou uma redução de 245,59 mil domicílios (-1,44%). Todos os grupos acompanhados pela Anatel apresentaram redução: Claro, menos 51,27 mil (-0,61%); Sky, menos 69,27 mil (-1,35%); Vivo, menos 19,31 mil (-1,29%); e Oi, menos 1,49 mil (-0,09%).

Assumindo a repetição do número de abril (103 mil assinantes), a perda total do mercado em maio foi de 142 mil assinantes, para 16,9 milhões de assinantes. É a primeira vez desde julho de 2013 que o mercado fica abaixo da marca de 17 milhões de assinantes. Desde o ápice do mercado, em novembro de 2014, a perda foi de 2,9 milhões de assinantes, concentrados principalmente na Claro TV (queda de 2,36 milhões), Sky (queda de quase 600 mil assinantes). O número oficial da Anatel, sem os números da Brisanet, foram de 16,8 milhões.