Home Top Ad

Maestro Sílvio Viegas compara futebol e música erudita na entrevista para TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
Regente titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, o maestro Sílvio Viegas está na edição inédita do quadro "Bate Bola" desta segunda (29), às 22h, no programa esportivo No Mundo da Bola, na TV Brasil. O experiente músico comenta se ópera e futebol têm muito em comum na entrevista exclusiva para o jornalista Sergio du Bocage.

Ao vivo, no estúdio, o ex-juiz de futebol Aristeu Tavares é o convidado da mesa redonda. O instrutor de arbitragem participa do debate esportivo com o apresentador Sergio du Bocage e os jornalistas Márcio Guedes e Rodrigo Campos. A influência do árbitro de vídeo, o chamado VAR, nas partidas de futebol no Brasil e no exterior é uma das polêmicas em discussão.

Durante o papo no quadro "Bate Bola", o maestro Sílvio Viegas recorda alguns clichês como "atleta que tem fôlego e liga a defesa ao ataque é o carregador de piano", "time bom joga por música" e "jogador que comanda o elenco é o maestro".

A conversa com o jornalista Sergio du Bocage remete ao famoso tenor Plácido Domingo. O maestro espanhol disse que não faltam emoções na música e no futebol, já que existe paixão, entrega e cumplicidade entre o público e o cenário.

Torcedor fanático do Atlético Mineiro, Sílvio Viegas pondera se o brasileiro ainda pratica o outrora elogiado "futebol arte" que marcou algumas gerações de ídolos do país. Ele compara o spalla, primeiro violino de uma orquestra, que transmite as orientações do maestro ao craque que em sua opinião deveria ser o spalla da seleção brasileira.

Sílvio já conduziu orquestras no exterior em países como Itália, Bulgária, Hungria, Portugal e Argentina. O maestro reflete se o futebol brasileiro precisa de regentes - técnicos - de fora como o português Jorge Jesus recém-contratado pelo Flamengo e o argentino Jorge Sampaoli que treina o Santos.

Ao final da entrevista, o apresentador Sergio du Bocage e o maestro Sílvio Viegas dividem o piano. Eles tocam juntos em uma parceria que une música clássica e futebol.