Home Top Ad

João Ubaldo Ribeiro é reverenciado no programa Recordar é TV deste sábado na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
O Recordar é TV homenageia um dos maiores autores da língua portuguesa, o escritor João Ubaldo Ribeiro, na edição deste sábado (10), às 19h30, na TV Brasil. A produção resgata do acervo preservado pela emissora pública a participação do baiano no programa Contraponto (1993), da antiga TV Educativa do Rio de Janeiro, apresentado pela jornalista Leda Nagle.

Na época, recém-eleito "imortal" pela Academia Brasileira de Letras, João Ubaldo Ribeiro é entrevistado pela roteirista Maria Carmem Barbosa e pelo "guru da contracultura", o escritor Luiz Carlos Maciel. Esbanjando simpatia, João Ubaldo discorre sobre o povo brasileiro, seu processo de escrita e os tempos de juventude na Bahia.

A simpatia desse baiano transcendia as páginas de sua obra. O escritor João Ubaldo Ribeiro era um homem apaixonado pelo povo do seu país. Ele tinha a capacidade de trafegar entre o popular e o erudito com extrema facilidade.

No descontraído papo, o escritor diz que seus livros são como filhos. João Ubaldo Ribeiro também relembra a juventude na Bahia, comenta a época em que conviveu com o cineasta Glauber Rocha.

Com a sensibilidade aflorada, o autor usa a ironia presente em seu estilo literário na conversa registrada pela TVE/RJ. Durante o diálogo, ele conta como é o seu processo de criação. João Ubaldo Ribeiro afirmou que tinha o hábito de acordar cedo e redigir três páginas por dia.

Principais obras do imortal

Autor de clássicos da literatura brasileira como os romances "Sargento Getúlio" (1971), "Viva o Povo Brasileiro" (1984), "O Sorriso do Lagarto" (1989) e "A Casa dos Budas Ditosos" (1999), João Ubaldo Ribeiro também escrevia contos, crônicas, ensaios e até obras de literatura infantojuvenil. Teve algumas de suas obras adaptadas para televisão, cinema e teatro.

Jornalista, escritor, roteirista e professor, João Ubaldo Ribeiro foi reconhecido no país e no exterior. Conquistou distinções como o Prêmio Jabuti, como autor revelação (1972) e na categoria romance (1985), e o Prêmio Camões (2008), maior láurea para autores de língua portuguesa.

Ao ser perguntado sobre o papel do escritor, João Ubaldo Ribeiro explicou que na sua concepção toda arte é uma forma de aprender a realidade, um modo especial de conhecer o mundo.

O baiano João Ubaldo Ribeiro faleceu aos 73 anos, em 18 de julho de 2014, no Rio de Janeiro, em sua residência, vítima de uma embolia pulmonar.

Edições temáticas e tributos

O Recordar é TV leva ao telespectador conteúdos que representam momentos importantes da memória da televisão brasileira a partir de material conservado no acervo da emissora pública com os registros feitos na época da TVE do Rio de Janeiro.

Shows, programas de auditório, grandes entrevistas, matérias jornalísticas marcantes, musicais e peças de teledramaturgia serão revisitados em nova roupagem pela atração da TV Brasil.

O objetivo é tornar esses vídeos de acervo atraentes ao grande público e alvo da curiosidade daqueles que se interessam pela história das mídias como um dos expoentes da cultura nacional.

Para as próximas semanas estão previstas edições sobre personalidades como o diretor de teatro Antunes Filho, o ex-jogador Carlos Alberto Torres. o músico Jackson do Pandeiro e o crítico de cinema Rubens Ewald Filho.

O Recordar é TV também vai ao ar em horários alternativos na programação da TV Brasil. As produções históricas que resgatam o arquivo do canal estão no site da emissora pública no endereço http://tvbrasil.ebc.com.br/recordaretv.

Esses conteúdos raros preservados no vasto acervo da emissora pública ainda podem ser acompanhados no aplicativo EBC Play, disponível nas versões Android, iOS e no site http://play.ebc.com.br.