Home Top Ad

Na noite de quinta, Amazônia Legal mostra como o murumuru contribui para a economia do Pará

Share:

Divulgação TV Brasil
Na noite de quinta (15) para sexta, à meia-noite, a TV Brasil exibe o segundo episódio da série Amazônia Legal. Desta vez, a equipe vai até Abaetetuba, no Pará, onde conhece a produção do murumuru. Considerada praga há alguns anos, a palmeira cheia de espinhos do murumuru era derrubada e queimada por coletores de açaí. Hoje, a palmácea é preservada devido à descoberta do valor econômico de seus frutos.

Com o apoio técnico da iniciativa privada, principal compradora da matéria-prima, agroextrativistas da região se organizaram em associações e cooperativas para o aproveitamento pleno da planta, em escala industrial. O murumuru ajuda a vida dos moradores locais, que podem preservar a floresta e se beneficiar dela. Uma relação de respeito, harmonia e interdependência entre homem e natureza.

Toda quinta-feira, o engenheiro agrônomo e Ramom Morato percorre mais de 21 mil quilômetros no território da Amazônia Legal em busca de arranjos produtivos que dão certo e apontam caminhos para o desenvolvimento sustentável da região.

Com direção de Welder Alves, a série analisa como a iniciativa privada pode investir em pesquisa, inovação e apoio técnico para fortalecer as cadeias da sociobiodiversidade na Amazônia. Em 13 episódios de 26 minutos, personagens, especialistas, pesquisadores, economistas e cientistas colaboram para o entendimento dos arranjos e seus impactos nos cenários visitados.