Home Top Ad

Canal Brasil tem oito coproduções na 43ª Mostra de São Paulo

Share:

Divulgação Canal Brasil
Começa na quinta, dia 17/10, a 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e, este ano, o Canal Brasil terá oito coproduções exibidas durante o festival. Três delas fazem parte da seção Apresentação Especial, com destaque para “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz – vencedora da mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes, e representante brasileira na disputa por uma vaga no Oscar 2020 – e “Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou”, de Barbara Paz, vencedora do prêmio de Melhor documentário no Festival de Veneza deste ano. Ainda para essa seção foi selecionado o documentário “Amazônia Sociedade Anônima”, de Estevão Ciavatta, que discute o futuro da maior floresta do mundo.

Para a Mostra Brasil, foram selecionados "Acqua Movie”, road movie de Lírio Ferreira; “Barretão”, documentário de Marcelo Santiago sobre Luiz Carlos Barreto;  “Breve Miragem de Sol”, de Eryk Rocha, drama com Fabricio Boliveira e Bárbara Colen; “Três Verões”, de Sandra Kogut, com Regina Casé e Otávio Muller; e o documentário “Diz a Ela que me Ouviu Chorar”, de Maíra Bühler.

O Canal Brasil terá ainda, pela primeira vez, cobertura diária da Mostra no Cinejornal e nas suas redes sociais. Kiko Mollica, jornalista do Canal, estará à frente dos boletins, e a primeira matéria, sobre a abertura do evento, vai ao ar nesta quinta, 17/10.