Home Top Ad

Violeiras brilham no Brasil Caipira deste domingo na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
O Brasil Caipira deste domingo (13) conta com a presença feminina de quatro violeiras para uma boa conversa e o melhor da música sertaneja de raiz. Exibido pela TV Brasil às 9h e com apresentação de Luiz Rocha, o programa recebe as duplas Evaldo Carvalho & Jaqueline, Simone Sperança & Taís Picinini e João Platino & Flor Morena.

Evaldo Carvalho & Jaqueline são uma dupla formada por pai e filha, que procura resgatar, através da música, a paz e a tranquilidade do interior. Naturais de Monte Sião, em Minas Gerais, são de família que aprecia a música tradicional e sempre fez rodas de viola em casa.

Pai e filha formaram dupla em 2016 e desde então viajam pelo Brasil participando de festivais. Entre as canções que apresentam neste episódio do programa estão “Menina de trança” (Aurélio Rosso/Eduardo Rosso/Raulzito Rodriguez), “Instrumento divino” (Marcos Violeiro/Rubens Simões) e “Fivela de alpaca” (Evaldo Carvalho/Marcos Violeiro).

De Guarulhos, São Paulo, Simone Sperança segue carreira artística desde os 12 anos, quando formou dupla com a mãe. Formada em fonoaudiologia, ela atua como pesquisadora do gênero musical sertanejo raiz, é cantora, instrumentista e produtora vocal. Já teve outras duplas e lançou CD com regravações e músicas autorais antes de sua parceria com a gaúcha Taís Picinini.

Assim como Simone, Taís é fonoaudióloga e segue o caminho musical desde muito cedo: começou a tocar a viola caipira aos 11 anos, e por sete tocou na Orquestra Sul-Riograndense de Viola Caipira. Desde 2016, as duas se apresentam nos palcos de eventos culturais. Neste domingo elas tocam “Pedra noventa” (José Victor/Maracaí), “Por causa da paixão” (João Reis) e “Presença Divina” (Ademar Braga/Paraíso).

João Platino & Flor Morena também são pai e filha. Ele é formador de gerações de violeiros em Araraquara, no interior de São Paulo, e ela começou a tocar viola aos 13 anos, seguindo o exemplo do pai.

Atualmente, João Platino já tem mais de seis décadas de estrada, e Flor Morena acumula 20 anos de viola. Juntos eles realizaram o sonho de João Platino de formar uma dupla e manter viva a tradição da música caipira. Eles cantam “Adeus amor” (José Claudino), “Peito fraco” (João Platino) e “Vivendo com a natureza” (João Platino/Flor Morena).