Home Top Ad

A&E - Destaques da programação de 11 a 17 de novembro

Share:

Divulgação A&E
Conheça os destaques da programação do canal A&E de 11 a 17 de novembro. O canal exibe episódios inéditos de Polícia Ao Vivo: Melhores Momentos, NCIS: New Orleans, Cold Case e Curiosidade Mórbida (A&E Pop)

A faixa A&E Movies estreia o longa nacional Se Deus Vier Que Venha Armado, que aborda o confronto entre a polícia e o crime organizado em São Paulo (11). Outros destaques são Na Trilha do Assassino (12) e Pulp Fiction: Tempo de Violência, um dos filmes mais icônicos dos anos 90 e que acaba de completar 25 anos (15).

11/11, segunda-feira, 17h15

Os agentes realizam uma perseguição em alta velocidade pelas ruas da Flórida, em Polícia ao Vivo: Melhores Momentos

A série Polícia ao Vivo: Melhores Momentos (Live PD: Police Patrol) está de volta ao A&E em nova temporada. Os episódios inéditos trazem um compacto das situações mais impactantes enfrentadas por diversas forças policiais, urbanas e rurais, de seis departamentos diferentes dos Estados Unidos, em típicas noites de sexta-feira.

Câmeras móveis e equipamentos fixos capturam as situações cotidianas de vida e morte vividas pelas delegacias e patrulhas rodoviárias em um amplo espectro, de Connecticut até o Arizona. A série oferece uma visão transparente dos encontros diários entre a polícia e os civis, de apreensão de drogas, prostituição, perseguições em alta velocidade, brigas domésticas a roubo de carros e violência de gangues.

O A&E exibe dois episódios por semana, às segundas, a partir das 17h15.

No primeiro inédito de hoje, um perigoso choque de motocicletas requer a intervenção da polícia de Washington. Os agentes de Utah fazem a lei ser cumprida num caso de prostituição e, em Indiana, um motorista bêbado coloca a vida de todos os pedestres em jogo. O que vai acontecer quando a polícia chegar?

Em seguida, as forças policiais realizam uma perseguição em alta velocidade pelas ruas da Flórida. Mais tarde, lidam com o roubo de um carro em Washington e com uma situação de engano e extorsão na Carolina do Sul. Quando o assunto é perseguir criminosos, eles não podem hesitar. Classificação indicativa: 12 anos

ESTREIA – 11/11, segunda-feira, 19h

A&E Movies estreia produção nacional sobre confronto da polícia com o crime organizado em São Paulo

O destaque da faixa A&E Movies nesta segunda é o inédito Se Deus Vier Que Venha Armado, produção brasileira que retrata os conflitos entre a polícia de São Paulo e uma facção criminosa no ano de 2012.

Na trama, um presidiário que foi liberado temporariamente da cadeia tem 72 horas para encontrar seu irmão, um amigo de infância e uma mulher. Entretanto, ele também tem uma missão a cumprir para os chefes do crime, durante a onda de ataques do PCC em São Paulo.

O longa ganhou três prêmios no 23º Cine Ceará - Festival Nacional de Cinema, em 2013: melhor diretor (Luis Dantas), melhor ator (Ariclenes Barroso) e melhor fotografia.

Se Deus Vier Que Venha Armado (Idem, 2013, BRA)
Gênero: crime, drama
Direção: Luis Dantas
Elenco: Sara Antunes, Ariclenes Barroso, André Franco
CI: 16

12/11, terça-feira, 22h50

Russell Crowe e Laura Dern estrelam Na Trilha do Assassino, na faixa A&E Movies

Nesta terça, A&E Movies apresenta o longa Na Trilha do Assassino. No enredo, o detetive Cristofuoro (interpretado por Russell Crowe, Os Miseráveis, Noé), anos atrás, prendeu o jovem Eric (Jon Foster, O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas) em Buffalo, por ter matado os próprios pais. Agora, com 18 anos, o rapaz foi solto, mas o policial não acredita na sua reabilitação.

Por isso, passa a segui-lo enquanto o jovem viaja pelo país com Lori Cranston (Sophie Traub, A Intérprete), uma garota que fugiu de casa e, em sua obsessão por Eric, insiste em acompanhá-lo. Cristofuoro não descansa, enquanto não expõe a verdadeira índole do assassino.

O elenco conta ainda com Laura Dern (Star Wars: Os Últimos Jedi, Twin Peaks).

Na Trilha do Assassino (Tenderness, 2009, EUA)
Gênero: crime, drama
Direção: Johh Polson
Elenco: Russell Crowe, Jon Foster, Sophie Traub, Laura Dern
CI: 14 anos

13/11, quarta-feira, 21h10

Elvis Bertrand retorna e pede ajuda de Pride para provar a inocência de sua filha, em NCIS: New Orleans

A quinta temporada de NCIS: New Orleans está repleta de emoção e reviravoltas, enquanto a equipe NCIS se recupera da tentativa de assassinato sofrida por Dwayne Pride (Scott Bakula) e resiste na luta contra o crime na cidade de New Orleans.

Nos novos episódios, o time de NCIS: New Orleans ganha o reforço da agente especial Hannah Khoury, especialista em inteligência de espionagem internacional. Interpretada por Nacar Zadegan (The Good Doctor, Here and Now), a nova agente chega para assumir a posição de liderança da equipe.

A equipe de NCIS: New Orleans é formada por Dwayne Pride, sempre motivado a fazer o que é correto. Ele trabalha ao lado de seu colega e amigo, o agente Christopher LaSalle (Lucas Black); a agente especial Tammy Gregorio (Vanessa Ferlito), uma ex-agente do FBI; a ex-agente da ATF Sonja Percy (Shalita Grant); o oficial forense Sebastian Lund (Rob Kerlovich), um cientista brilhante que deixou o laboratório e depois de muito treinamento tornou-se um agente. Dando suporte a toda a equipe, está a doutora forense Loretta Wade (C.H.H. Pounder), que é tão excêntrica quanto inteligente, e o investigador especialista em informática Patton Plame (Daryl ‘Chill’ Mitchell), um hacker animado e talentoso.

No inédito Grande prêmio, uma jovem a quem o hacker Elvis Bertrand (Tom Arnold) considera como filha parece estar envolvida em um caso de assassinato que a equipe NCIS está investigando. Por isso, Elvis pede a Pride que se esforce por provar sua inocência. O que acontecerá se as provas indicarem que na verdade ela é culpada? CI: 14

14/11, quinta-feira, 21h10

Esta semana, em Cold Case, Lily e sua equipe reabrem o antigo caso da morte de uma jovem feminista em 1919

O A&E exibe com exclusividade Cold Case, uma das produções favoritas dos fãs do gênero policial e investigativo, considerada um clássico da TV nos anos 2000. Foram sete temporadas de sucesso, exibidas originalmente de 2003 a 2010. Estrelada por Kathryn Morris (O Resgate de um Campeão, Minority Report: A Nova Lei), como a agente Lily Rush, a série acompanha o trabalho da Divisão de Homicídios da Filadélfia responsável por solucionar crimes antigos não resolvidos – de anos ou até mesmo décadas atrás..

Com características singulares e marcantes, a série emocionou e conquistou telespectadores em todo o mundo. Cada episódio termina com uma música relacionada ao tema abordado ou a um dos personagens. Outra característica marcante são as cenas finais, que mostram as vítimas encontrando a paz – mesmo que no além.

Esse, inclusive, é um dos lemas de Lily: que a justiça seja feita e que nenhuma vítima seja esquecida. Para isso, ela lança mão de todo seu conhecimento, técnicas e recursos modernos e parte em busca de novas pistas para esses crimes. Sua equipe é composta por seu respeitado mentor, John Stillman (John Finn, The Walking Dead, Ad Astra), os detetives Will Jeffries (Thom Barry, Velozes e Furiosos), Nick Vera (Jeremy Ratchford, Olhar de Anjo), Scotty Valens (Danny Pino, Law & Order: Special Victims Unit) e Kat Miller (Tracie Thoms, 9-1-1, UnREAL).

O A&E exibe dois episódios inéditos por semana (21h10 e 22h):

No primeiro de hoje, A boa morte, depois que uma enfermeira confessa ter assassinado seis de seus pacientes por compaixão, os detetives da equipe de Lily reabrem o caso de um homem com uma doença terminal que morreu vários meses antes do previsto. Mas quando encontram um papel com o nome de outra mulher, as suas suspeitas mudam de direção.

Em seguida, em A guerra em casa, Lily e seu time tentem solucionar a morte de uma militar que participou da guerra ao terrorismo pós 11/9. a investigação descobre que ela estava tendo problemas para lidar com seu trauma e manter a família unida ao mesmo tempo. CI: 14

15/11, sexta-feira, 22h50

Um dos filmes mais icônicos dos anos 90, Pulp Fiction: Tempo de Violência é o destaque da faixa A&E Movies

Aos 25 anos, recém-completados no dia 14 de outubro, o filme violento e emblemático figura em diversos rankings entre os 10 melhores filmes de todos os tempos (no site IMDB, por exemplo). Em Pulp Fiction: Tempo de Violência, as vidas de um boxeador em declínio (Bruce Willis, Vidro),  dois extravagantes assassinos de aluguel da máfia (John Travolta, American Crime Story, e Samuel L. Jackson, Capitã Marvel), a instável esposa de um gângster (Uma Thurman, Chambers) e um par de bandidos insignificantes se cruzam neste filme sobre  violência e redenção.

Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original, em 1995, o filme foi indicado a mais seis categorias da premiação, entre elas, melhor diretor (Tarantino), melhor ator (Travolta) e melhor atriz coadjuvante (Thurman).

Pulp Fiction: Tempo de Violência (Pulp Fiction, 1994, EUA)
Gênero: crime, drama
Direção: Quentin Tarantino
Elenco: Uma Thurman, John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Maria de Medeiros, Rosana Arquette, Harvey Keitel
CI: 18

17/11, domingo, 18h30

Segundo episódio de Curiosidade Mórbida avalia as técnicas utilizadas no cinema de terror para assustar

A minissérie Curiosidade Mórbida, destaque da faixa A&E Pop, desvenda o cinema de terror e o fascínio que ele exerce no público. Em quatro episódios, a produção do Omelete explora o gênero e, com a ajuda de pesquisadores e diretores, tenta descobrir o que leva o telespectador a ver filmes sabendo que vai sentir medo, tensão e ansiedade.

Ao longo dos episódios, a minissérie analisa também como o cinema de terror acompanha a evolução da humanidade e de que forma os cineastas conseguem retratar o que de pior e mais feio existe em sua época na telona, com uma camada de fantasia. Além disso, a produção investiga também como o gênero se apropriou de temas sensíveis e controversos.

No inédito deste domingo, Como um filme te faz ter medo? os diretores Gabriela Amaral e Denninson Carvalho, além da crítica de cinema Beatriz Saldanha e outros especialistas debatem quais são as melhores - e piores! - técnicas usadas pelos filmes de terro para perturbar o público. Para isso, utilizam exemplos como Corra! e Jogos Mortais. CI: 14