Home Top Ad

Diversidade sexual em pauta na faixa "Cinema em Outras Cores" do Canal Brasil

Share:

Divulgação Canal Brasil
Com apresentação e curadoria de Jean Wyllys, a faixa “Cinema em Outras Cores” volta à programação do Canal Brasil. A partir do dia 22/11, sempre às sextas, às 23h15, vão ao ar filmes que abordam a temática da diversidade sexual e que retratam as dores, os amores, as lutas e esperanças de gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis. O longa que abre a seleção é “Flores Raras”, de Bruno Barreto, que vai ao ar no dia 22. Também fazem parte da mostra títulos como “Tatuagem”, de Hilton Lacerda; “Dzi Croquettes”, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez; “Mãe Só Há Uma”, de Anna Muylaert; e “Berenice Procura”, de Allan Fiterman; entre outros.    

Cinema em Outras Cores
Apresentação e curadoria: Jean Wyllys
Início: Sexta-feira, dia 22/11, às 23h15
Horário: Sextas, às 23h15

Filmes de novembro:

Flores Raras (2013) (118’)
Horário: Sexta, dia 22/11, às 23h15
Classificação: 14 anos
Direção: Bruno Barreto

Sinopse: Elizabeth Bishop (Miranda Otto) é uma poetisa em busca de inspiração para seus versos. Cansada do cenário nova-iorquino, a trovadora decide passar um tempo na casa de Mary (Tracy Middendorf), uma antiga amiga de faculdade que mora no Rio de Janeiro com Lota (Gloria Pires), uma bem-sucedida arquiteta responsável pela supervisão da construção do Parque do Flamengo, uma das mais belas paisagens da cidade maravilhosa. O início do convívio entre a projetista e a escritora é turbulento, mas o relacionamento rapidamente evolui para uma paixão fulminante e a visita, supostamente marcada para apenas alguns dias, estende-se por cerca de 16 anos. No Brasil, a autora encontra não apenas o entusiasmo para os seus escritos, mas um novo caminho para a vida. O processo, no entanto, não reúne apenas a beleza das poesias, mas muitos dramas ao longo do caminho.

Tatuagem (2013) (110’)
Horário: Sexta, dia 29/11, às 23h15
Classificação: 16 anos
Direção: Hilton Lacerda

Sinopse: Recife, 1978. Clécio Wanderley (Irandhir Santos) é o líder da trupe teatral Chão de Estrelas, que realiza shows repletos de deboche e com cenas de nudez. A principal estrela da equipe é Paulete (Rodrigo Garcia), com quem Clécio mantém um relacionamento. Um dia, Paulete recebe a visita de seu cunhado, o jovem Fininha (Jesuíta Barbosa), que é militar. Encantado com o universo criado pelo Chão de Estrelas, ele logo é seduzido por Clécio. Não demora muito para que eles engatem um tórrido relacionamento, que o coloca em uma situação dúbia: ao mesmo tempo em que convive cada vez mais com os integrantes da trupe, ele precisa lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura.