Home Top Ad

Canal Brasil - Filmes em destaque na programação de 16 a 22 de dezembro

Share:

Divulgação Canal Brasil
Conheça os filmes em destaque na programação do Canal Brasil de 16 a 22 de dezembro.

SEGUNDA-FEIRA, 16 DE DEZEMBRO

Alguma Coisa Assim (2018) (80’)
Horário: Segunda, dia 16/12, às 20/10
Classificação: 16 anos
Direção: Esmir Filho e Mariana Bastos

Sinopse: No curta-metragem Alguma Coisa Assim (2006), o diretor apresentou Caio (André Antunes) e Mari (Caroline Abras), jovens ávidos por aventuras na noite paulistana e por explorar novas fronteiras da sexualidade. A sequência para essa história chega aos cinemas pouco de mais de 10 anos após seu capítulo inicial – com um certo ar de Boyhood (2014) – para mostrar como os personagens evoluíram ao longo dos anos, seus dilemas e desafios atuais, e os novos passos de uma amizade inabalável. Os protagonistas retornam aos seus papeis e a obra mantém seu título, mas traz uma visão aprofundada das diferenças entre a juventude e a maturidade.

TERÇA-FEIRA, 17 DE DEZEMBRO

O Abraço da Serpente (El Abrazo de la Serpiente) (2016) (126’)
ESTREIA
[Latinidades]
Horário: Terça, dia 17/12, às 22h
Classificação: 14 anos
Direção: Ciro Guerra

Sinopse: O roteiro divide-se entre dois momentos históricos, nos quais o principal elo de ligação é o índio Karamakate (vivido por Nilbio Torres na mocidade e por Antonio Bolivar na velhice). Em 1909, Theodor (Jan Bijvoet) está gravemente doente e sua única esperança é encontrar uma planta sagrada capaz de curá-lo. Em 1940, já após o falecimento do pesquisador alemão, Evans (Brionne Davis) tenta refazer os passos do antigo mestre pela Floresta Amazônica e concluir os estudos incompletos após seu falecimento, mas o já idoso nativo não é capaz de lembrar os detalhes do caminho. Navegando pelos místicos rios da região, o filme vai revelar uma improvável relação de amizade, descobertas etnográficas e o desejo de dois estudiosos em descobrir a vastidão do mundo.

QUARTA-FEIRA, 18 DE DEZEMBRO

Carvana (2018) (104’)
[É Tudo Verdade]
Horário: Quarta, dia 18/12, às 20h
Classificação: 16 anos
Direção: Lulu Corrêa

Sinopse: Lulu Corrêa conviveu por décadas com Hugo Carvana. Amiga e diretora-assistente de muitos projetos do artista, a realizadora esteve presente em alguns dos mais importantes momentos da carreira dele. Os anos de amizade credenciam a cineasta como a personalidade perfeita para assinar este documentário sobre uma das figuras mais icônicas do cinema brasileiro. O filme é uma grande colagem de depoimentos do protagonista em diversos momentos de sua vida – o homenageado faleceu em 2014 em decorrência de um câncer no pulmão. Carvana lembra detalhes da sua infância, a proximidade com os cinemas de bairro, o início do encanto pela sétima arte e a descoberta da vocação para as telonas após os primeiros trabalhos como figurante. Sempre divertido, o ator perpassa todos os principais momentos da história da filmografia. Em seus depoimentos, ele lembra a parceria com Ruy Guerra em “Os Fuzis” (1963), o trabalho com Glauber Rocha em “Terra em Transe” (1967) e “O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro” (1968), e a participação em “Macunaíma” (1969), de Joaquim Pedro de Andrade, todas obras fundamentais do Cinema Novo.

QUINTA-FEIRA, 19 DE DEZEMBRO

Sequestro Relâmpago (2018) (85’)
Horário: Quinta, dia 19/12, às 22h05
Classificação: 16 anos
Direção: Tata Amaral

Sinopse: Depois de uma semana de trabalho, Isabel (Marina Ruy Barbosa) encontra com as amigas em um bar. Pouco tempo depois de chegar, ela recebe uma mensagem de um rapaz com quem ela saiu algumas vezes e a convida para um encontro. No caminho para o carro, no entanto, ela é abordada por Matheus (Sidney Santiago) e Japonês (Daniel Rocha), criminosos em busca de uma presa para um sequestro relâmpago. A intenção dos comparsas é levar a moça até um caixa eletrônico e limpar a conta bancária dela. O horário, no entanto, não permite mais grandes saques e os bandidos decidem mantê-la como refém até a manhã do dia seguinte.

SEXTA-FEIRA, 20 DE DEZEMBRO

Aos Teus Olhos (2018) (75’)
[Cinema em Outras Cores]
Horário: Sexta, dia 20/12, às 23h15
Classificação: 16 anos
Direção: Carolina Jabor

Sinopse: Rubens (Daniel de Oliveira) é um professor de natação de uma turma infantil em um tradicional clube de esportes. O protagonista é amado pelos alunos devido ao seu jeito extrovertido e simpático com todos, querido por Ana (Malu Galli), diretora da associação, e conta com a confiança dos pais dos pequenos membros de sua equipe. Toda a segurança de seu trabalho, no entanto, é posta em xeque quando Alex (Luiz Felipe Melo), um de seus pupilos, o acusa de ter lhe beijado à força. Indignada com o suposto assédio sofrido pelo filho, a mãe do guri divulga a denúncia em um grupo de uma rede social formado pelos pais dos demais membros da turma. Automaticamente, sem qualquer prova do acontecido além da palavra do menino, tem início o linchamento virtual do professor, com protestos veementes e agressivos de todos.

SÁBADO, 21 DE DEZEMBRO

Deslembro (2019) (96)
Horário: Sábado, dia 21/12, às 19h40
Classificação: 14 anos
Direção: Flávia Castro

Sinopse: Joana (Jeanne Boudier) precisou deixar o Rio de Janeiro para se exilar com a família em Paris, ainda muito pequena, quando o pai foi feito refém e prisioneiro político durante os anos de ditadura no Brasil. Quando a Lei da Anistia foi decretada, a adolescente volta, a contragosto, a sua cidade natal. As memórias amargas de tempos difíceis vêm à tona, causando um forte desconforto.

DOMINGO, 22 DE DEZEMBRO

10 Segundos para Vencer (2018) (115’)
Horário: Sexta, dia 22/12, às 20h15
Classificação: 14 anos
Direção: José Alvarenga Jr.

Sinopse: O paulistano Eder Jofre (Daniel de Oliveira) viveu desde criança entre as cordas dos ringues de boxe. Filho do respeitado pugilista argentino Kid Jofre (Osmar Prado), passou boa parte de sua infância assistindo aos treinamentos do pai e desferindo socos na tímida academia da família, onde o brigão Antonio Zumbano (Ricardo Gelli), estrela em ascensão no esporte, também trocava ganchos, cruzados e diretos. O talento do homem, no entanto, era inversamente proporcional ao seu comprometimento e, após mais uma confusão em um bar do bairro do Peruche, em São Paulo, o atleta morre, vítima de uma garrafada. O “galinho de ouro”, então, como o principal boxeador do centro de esportes e, com grande determinação e uma cobrança imparável do pai, começa a despontar como um talento da nobre arte. O filme percorre a vitoriosa carreira do peso-galo nos ringues mundo afora, adicionando pitadas de drama familiar a cada duelo.