Home Top Ad

Canal Like - Destaques da programação de 21 a 27 de dezembro

Share:

Os destaques da programação do Canal Like (530 da Net/Claro) da próxima semana são as pré-estreias dos filmes “Veneza” e “O Traidor”, exibidos no Festival do Rio 2019; uma matéria sobre a sitcom “Bugados” do Gloob, a primeira do gênero dedicada ao público infantil e o programa “Listas” destaca três grandes momentos de Joaquin no cinema: “Ela”, "Homem Irracional" e "Você Nunca Esteve Realmente Aqui".

ACONTECE – PRÉ-ESTREIA DE “VENEZA” NO FESTIVAL DO RIO

Divulgação Canal Like
A repórter Anne Braune marcou presença na pré-estreia de “Veneza” no Festival do Rio. Dirigido por Miguel Falabella, o longa foi filmado no Uruguai e na Itália e teve como locações a Cidade Velha, na capital uruguaia, a Estância Taranco, o bairro de Lezica, além dos famosos canais e ruas de Veneza. Adaptação da peça de teatro homônima escrita pelo argentino Jorge Accame, o filme traz no elenco a atriz espanhola Carmen Maura, a argentina Georgina Barbarossa, a uruguaia Camila Vives, a colombiana Carolina Virgüez, além das brasileiras Dira Paes, Carol Castro e Danielle Winits.

Na entrevista, Miguel Falabella fala sobre a alegria de exibir “Veneza” no Festival do Rio, produção já premiada no Festival de Gramado com Melhor Direção de Arte (Tulé Peake) e Melhor Atriz Coadjuvante (Carol Castro): “Demorei dez anos para conseguir fazer meu segundo filme e é muito emocionante estar aqui nesta edição do festival, que foi tão difícil de ser realizada. Fico muito honrado em apresentar o filme aqui”, diz.

Eduardo Moscovis, único personagem masculino do filme, conta que já tinha assistido ao espetáculo quando recebeu o convite para o filme e ficou curioso para saber como seria a adaptação para a telona: “Na leitura do roteiro fiquei muito emocionado, acho que o Miguel conseguiu fazer uma aproximação muito lúdica, sutil e sensível do espetáculo para tela do cinema. O elenco todo ficou muito próximo,  foi uma experiência maravilhosa”.

Serviço:
Canal Like: 530 da NET/Claro
No ar segunda, dia 23 de dezembro, às 20h.
Assista também: quarta, dia 25, e sexta, dia 27, às 20h.

ACONTECE – PRÉ-ESTREIA DE “O TRAIDOR” NO FESTIVAL DO RIO

Divulgação Canal Like
O filme “O Traidor”, dirigido por Marco Bellocchio, também teve exibição no Festival do Rio 2019. Fruto de uma coprodução entre Itália e Brasil, o longa conta a história do mafioso Tommaso Buscetta, primeiro grande delator da Cosa Nostra e que teve sua vida intimamente ligada ao Brasil, de onde foi extraditado duas vezes. Buscetta (1928-2000) era chefe do clã Porta Nuova e fugiu para o país sul-americano para escapar da guerra deflagrada pelos Corleone pelo controle da máfia na Sicília. Em sua segunda extradição, decidiu colaborar com a Justiça, convencido pela sua terceira esposa, Maria Cristina de Almeida Guimarães.

Maria Fernanda Cândido vive Maria Cristina e fez teste para o papel a convite de Bellocchio: “Gravei um vídeo para ele e quando vi aquela cena, eu disse: ‘Nossa isso é muito desafiador, eu quero fazer’. Ele gostou e me chamou. Minha personagem é uma mulher que habita esse universo masculino de muita violência e machismo. Ela tem uma influencia muito forte sobre o marido. O filme é muito fiel ao que realmente aconteceu”, diz.

Estreando na coprodução, Rainer Cadete conta que estava empolgado para assistir ao filme pela primeira vez na tela no Cine Odeon, sala muito icônica no Rio de Janeiro: “Fazer cinema nesse momento é um ato de resistência e esse local é lindo. Falo italiano fluentemente porque morei na Itália por dois anos, estou muito feliz”.

Serviço:
Canal Like: 530 da NET/Claro
No ar de segunda para terça, dia 24 de dezembro, à 0h.
Assista também: quinta, dia 26, e sábado à 0h.

ENTREVISTA – BUGADOS

Divulgação Canal Like
“Bugados” primeira sitcom brasileira voltada para o público infantil, estreou no Gloob e está fazendo o maior sucesso com a garotada. Com elenco formado em sua maioria por atores iniciantes, o programa traz uma abordagem inovadora ao unir o universo dos games com a TV e a comédia de situação.

O roteiro de Bugados é assinado por Lucas Paiva Mello e por André Catarinacho, da Scriptonita Films e da Floresta Produções. Em entrevista ao Canal Like (530 da Net/Claro), Lucas conta que se inspirou na rotina com os três filhos, apaixonados por video games e uniu o hábito à comédia. O roteirista revela ainda a dificuldade em encontrar o formato ideal, pois não há muitas referências de sitcom infantil no mundo: “Nenhum modelo de série de outros países se encaixava para a gente. Assisti muita coisa dos Estados Unidos, Finlândia, Espanha e nenhum daqueles modelos funcionavam. Tivemos que criar um modelo próprio brasileiro com as características de produção da gente”.

A escolha do elenco também foi muito criteriosa. A preparadora de elenco Jerusa Franco diz que apenas duas crianças tinham experiência com novela e musical, as demais são estreantes. Por isso, houve um trabalho minucioso com todas elas, já que sitcom tem um ritmo próprio e se o tempo correto não for respeitado, a piada se perde: “É um trabalho contínuo. Todos os dias antes da gravação a gente se prepara para as cenas, ensaia, improvisa e cria coreografias”.

Em “Bugados”, personagens do jogo de vídeo game Storm Kroll estão cansados da mesmice de fazer sempre a mesma coisa e anseiam por viver a grande aventura que apenas a vida real pode proporcionar. Neo (Ryancarlos de Oliveira), Glinda (Isabella Casarini) e Tyron (Vinicius Marinho) usam suas habilidades para sair do jogo e cabe aos irmãos Carol (Sienna Belle) e Mig (Gabriel Miller) ajudarem esse trio a se acostumar com a rotina de uma criança normal.

Serviço:
Canal Like: 530 da NET/Claro
No ar terça, dia 24 de dezembro, às 10h.
Assista também: quinta, dia 26, às 10h.

LISTAS – 3X JOAQUIN PHOENIX

Divulgação Canal Like
De Jesus Cristo ao Coringa, Joaquin Phoenix já fez todo tipo de personagem. E o mais importante: eles poderiam ser confundidos com a própria personalidade do ator, tal é a intensidade com que ele se joga em cada uma de suas performances. Concorreu à estatueta de Melhor Ator Coadjuvante por "Gladiador" e entrou no páreo na categoria principal por seus desempenhos como Johnny Cash  em "Johnny & June" e como o pupilo de Philip Seymour Hoffman em "O Mestre".

Nesse “Listas”, Maytê Piragibe e Hugo Bonemer destacam três grandes momentos de Joaquin no cinema. A primeira dica é "Ela", um misto de drama romântico e ficção científica. Phoenix é Theodore, um sujeito solitário que vive enclausurado em arranha-céus, tanto no trabalho quanto em casa. Ele resolve comprar uma versão avançada de um sistema operacional inteligente, capaz de evoluir quase como um ser humano.  Esse sistema se chama Samantha e tem a voz de Scarlett Johansson. Claro que Theodore se apaixona por essa entidade tecnológica incorpórea.  

"Homem Irracional" é a dica número dois.  Voltando a flertar com o drama de mistério depois do sucesso de "Ponto Final: Match Point", Woody Allen conta a história de Abe. O personagem de Joaquin Phoenix é o novo professor de filosofia da universidade de uma pequena cidade. Vários boatos dão a Abe uma fama de excêntrico que atiça o interesse de Rita, uma mulher casada vivida por Parker Posey e desperta a curiosidade da aluna Jill, interpretada por Emma Stone. Abe é um alcoólatra que atravessa uma crise existencial. Ele sofre de uma depressão que o deixou impotente. Ex-ativista, Abe se revolta com a história que ouve em um restaurante, na qual uma mãe tenta conseguir a guarda dos filhos e é brecada por um juiz corrupto. O professor decide que é hora de agir e parte pra execução de um plano de vingança sem pé nem cabeça. E é justamente esse suposto ato de solidariedade que vai trazer à tona um lado sombrio de sua personalidade.

E o terceiro filme desse “Listas” com três ótimas performances de Joaquin Phoenix é "Você Nunca Esteve Realmente Aqui".  A trama acompanha a jornada de Joe, veterano de guerra, vítima de estresse pós-traumático. Ele ganha a vida como assassino de  aluguel. Seu novo caso é resgatar a filha de um senador, sequestrada e mantida como escrava sexual pra pedófilos endinheirados.  Não dá pra saber quando o Joe de Joaquin Phoenix é mais perturbador: nas cenas em que demonstra ternura ou nas horas em que faz a sua especialidade: ser violento e perigoso. O filme ganhou o prêmio de Melhor Roteiro e Joaquin Phoenix foi laureado como o Melhor Ator na edição de 2017 do Festival de Cannes.

Serviço:
Canal Like: 530 da NET/Claro
No ar terça, dia 24 de dezembro, às 15h.
Assista também: quinta, dia 26, às 15h.