Home Top Ad

Sem Censura traz orientações para organizar a vida em 2020 nesta quinta na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
O programa Sem Censura desta quinta (2), ao vivo, às 18h, na TV Brasil, apresenta dicas práticas para que o Ano Novo comece mais organizado. A atração recebe convidados que explicam como melhorar a qualidade de vida ao manter a casa mais estruturada e ao fazer a gestão financeira das contas pessoais.

Arquiteta e urbanista, Carol Avila ajuda as pessoas a organizarem suas casas. Ela percebeu ao longo do tempo que sua paixão era mesmo orientar o público nesse sentido e se tornou uma personal organizer.

Já Felipe Silveira é especialista em finanças. Ele compartilhar algumas sugestões simples, mas eficazes para que as pessoas consigam se controlar e colocar a administração da vida financeira em dia ao começar 2020.

De acordo com Carol, organizar a casa e depois mantê-la arrumada não é tarefa fácil. Ela traz dicas gerais manter rotina de arrumação. Ela explica se é necessário se desprender de alguns itens que são acumulados na residência e se desapegar como acontece muito com as roupas.

Carol também destaca a importância da arrumação de interiores como guarda-roupa, armários de cozinha e banheiro. Ela comenta porque muita gente tem dificuldade de organizar seus espaços em casa.

Planejamento financeiro

Felipe Silveira comenta o desafio de uma parcela significativa da população que já começa o ano endividada com os gastos do final do anterior. O especialista sugere algumas iniciativas para evitar o aumento das dívidas e explica como é possível sair de vermelho.

O convidado apresenta dicas básicas como o planejamento financeiro e a organização de uma planilha com gastos mensais. O orçamento pessoal deve ser respeitado. Felipe recomenda que as pessoas cortem gastos supérfluos e definam duas prioridades.

As despesas extras com IPTU, IPVA e matrícula escolar dos filhos, além dos gastos com férias também pautam a conversa. Felipe diz que é preciso ter um preparo para lidar com as financeiras pessoais e explica a importância da educação financeira. 

Algumas vezes o dinheiro não dá para o básico, mas existem casos de profissionais bem remunerados que mesmo assim sempre estão afundados em dívidas com uma situação econômica delicada. Felipe comenta porque isso ocorre.