Home Top Ad

'Caldeirão de Ouro' premia artistas da música que se destacaram em 2019

Share:

O ano novo do 'Caldeirão do Huck' começa celebrando os bons frutos musicais de 2019. A já tradicional premiação 'Caldeirão de Ouro' homenageia, neste sábado, dia 4, dez artistas cujas músicas embalaram os programas comandados por Luciano Huck no último ano, além de uma faixa-bônus incluída como aposta. E, para ajudar a comandar a cerimônia e encenar os divertidos trocadilhos que anunciam as atrações do ranking, o apresentador divide o palco com o ator e humorista Paulo Gustavo e a atriz Paolla Oliveira. A seguir, por ordem alfabética, os premiado do ano.
 
Anitta - Terremoto

Divulgação Globo/Victor Pollak
Colecionando mais de três bilhões de visualizações em seus vídeos do YouTube, além de 32 milhões de seguidores no Instagram e outros tantos números grandiosos que marcam sua carreira, Anitta entra no ranking com o hit "Terremoto", uma parceria com Kevinho. "Agradeço ao 'Caldeirão' e ao Kevinho por topar cantar essa música comigo. A gente viaja para outros países, como Portugal, canta em tudo quanto é lugar, e a galera ama. Virou hit. Foi uma surpresa pra gente", revela a poderosa.
 
Dilsinho - Péssimo Negócio

Divulgação Globo/Pollak
A música "Péssimo Negócio" é só mais um dentre os sucessos que marcaram o ano de Dilsinho, que acaba de gravar seu segundo DVD e estreia entre os homenageados do programa. "Estou muito feliz de estar no 'Caldeirão de Ouro'. É a minha primeira vez e isso é graças a todos que nos assistem e ouvem de casa. Fico muito feliz de chegar em um palco como esse, em que a gente sonha estar, e ver a galera cantando assim", diz Dilsinho, elogiando o coro da plateia na canção.
 
Felipe Araújo - Atrasadinha

Divulgação Globo/Victor Pollak
Com mais de 500 milhões de visualizações na internet, a música que Felipe Araújo canta ao lado do pagodeiro Ferrugem o coloca entre os artistas mais tocados do ano no 'Caldeirão'. "Agradeço ao Brasil inteiro por mais esta conquista na minha vida. Eu sempre tive o sonho de participar do 'Caldeirão do Huck', ano passado eu realizei esse sonho e hoje estou coroando tudo com o 'Caldeirão de Ouro'. Estou sem palavras. 2019 foi um ano de muitas realizações, um ano muito feliz. E 'Atrasadinha' foi uma música que mudou a minha vida, com certeza. Estou radiante", declara o cantor, que também entoa a música "Espaçosa demais" no programa.
 
IZA - Brisa

Divulgação Globo/Pollak
Nem parece que a dedicação integral de IZA à música começou há apenas quatro anos. Além de apresentar o 'SóTocaTop' e entrar para o time de técnicos do 'The Voice Brasil', em 2019 a cantora emplacou diversas canções, dentre elas "Brisa", que garante sua colocação no 'Caldeirão de Ouro'. "Eu estou muito feliz. 2019 foi uma avalanche, muita coisa boa aconteceu", diz, emocionada. A cantora ainda revela que o apresentador Paulo Gustavo, que comanda a cerimônia ao lado de Luciano e Paolla, foi responsável por uma de suas primeiras apresentações musicais: "Lá atrás, quando eu fazia cover, o Paulo Gustavo me viu cantando e me chamou para fazer um show na casa dele. Foi meu primeiro show. É muito legal quando alguém que já está na estrada reconhece um artista novo e resolve abrir as portas para ele", relata.
 
Kevin o Chris - Ela é do tipo

Divulgação Globo/Victor Pollak
Direto da baixada fluminense para o palco do 'Caldeirão do Huck'. "Ela é do tipo" coloca o funkeiro Kevin o Chris nas paradas de sucesso do programa. Depois de também cantar seu outro hit, "Evoluiu", no 'Caldeirão', ele revela mais detalhes sobre a música que o leva à premiação: "Fui eu mesmo que criei essa batida. Esse prêmio é fruto de muita luta, que já dura nove anos, desde que eu era DJ e depois virei MC. E hoje eu estou desfrutando disso. Só tenho a agradecer a Deus por estar fazendo isso por mim".
 
Kevinho - Uma nora pra cada dia

Divulgação Globo/Victor Pollak
Os mais de 20 milhões de seguidores no Instagram de Kevinho mostram que além de popularizar a "sarrada no ar" nos passos de coreografias o MC também é bem sucedido emplacando hits. Representando toda sua carreira em 2019, Kevinho canta "Uma nora pra cada dia". "É o meu segundo troféu aqui e mais um sonho sendo realizado. Só tenho a agradecer aos meus fãs e a Deus. Estou feliz demais", comemora.
 
Lauana Prado - Cobaia

Divulgação Globo/Victor Pollak
Revelação no chamado "feminejo", a goiana Lauana Prado se destacou em 2019 com a música "Cobaia" e, por isso, garante seu lugar na premiação do 'Caldeirão do Huck'. "É surreal estar aqui. Estar estreando assim no 'Caldeirão' é uma honra muito grande, além de uma realização profissional enorme. A gente trabalha a vida toda para viver esse momento e é incrível, com certeza", conta a sertaneja.
 
Luan Santana - Quando a bad bater

Divulgação Globo/Victor Pollak
Colecionador de sucessos, Luan Santana esteve em todas as edições do 'Caldeirão de Ouro' e não poderia ficar de fora desta. A música "Quando a bad bater", que o coloca mais uma vez na premiação, já acumula mais de 100 milhões de visualizações no YouTube. "Essa foi uma música muito importante para mim. Obrigada, Luciano, e parabéns por trazer para este palco tantas canções queridas. São artistas como esses, que passam hoje por aqui, que fazem a música brasileira tão rica", elogia Luan, que também canta "Vingança" no palco da atração.
 
Ludmilla - Invocada

Divulgação Globo/Victor Pollak 
Os mais de 18 milhões de seguidores de Ludmilla no Instagram não deixam mentir: a cantora é um sucesso. No 'Caldeirão de Ouro' ela apresenta duas músicas: "Invocada", integrante do ranking de canções mais tocadas no programa, e "Favela Chegou". "É muito gratificante ganhar esse prêmio. É sinal de que a gente trabalhou direitinho, fez tudo certinho e nada saiu do nosso controle, por isso mais um ano estou aqui fazendo essa festa gostosa com o Luciano Huck", entrega a funkeira.
 
Matheus e Kauan - Vou ter que superar

Divulgação Globo/Victor Pollak
A dupla começou a carreira ainda na  infância. Enquanto Kauan colecionava prêmios no interior de Goiás, Matheus, com apenas três anos, sabia que seguiria os passos do irmão. O que os cantores não imaginavam é que músicas como "Vou ter que superar", dentre tantas outras da carreira artística dos sertanejos, cairiam no gosto dos brasileiros. "Ficamos muito honrados sempre que pisamos neste palco. A cada ano a gente consegue se reinventar e ficamos muito felizes por isso. Só temos a agradecer ao Brasil inteiro", diz Matheus. "Vai vir por aí um filme da nossa história", anuncia Kauan, revelando que uma produção sobre a história da dupla está em andamento.
 
Thiaguinho - Deixa tudo como tá

Divulgação Globo/Victor Pollak
Figura certa no 'Caldeirão de Ouro', o cantor Thiaguinho chega à premiação deste ano com a música "Deixa tudo como tá", sucesso de 2019. "A vida é gostosa porque vai passando o tempo e você vai se desafiando, tentando melhorar e mantendo tudo que já construiu. Obrigada por me trazer mais um ano aqui, Luciano. Me sinto honrado de ter estado no 'Caldeirão de Ouro' todos os anos. É uma coroação do nosso trabalho. Agradeço também a todos os artistas que estão aqui, à equipe do 'Caldeirão' e ao público", celebra.
 
O 'Caldeirão do Huck' vai ao ar aos sábados, após o 'SóTocaTop Verão'. O programa tem direção geral de Clarissa Lopes e direção artística de Hélio Vargas.