Home Top Ad

TV Brasil estreia série documental infantil "Afinal, quem é Deus?" neste domingo

Share:

Divulgação TV Brasil
A visão das crianças sobre espiritualidade é o mote da série documental "Afinal, quem é Deus?", produção independente que a TV Brasil estreia neste domingo (5), às 6h. A obra busca fomentar a reflexão através do pensamento lúdico e espontâneo do universo infantil.

Com 13 episódios de 13 minutos, a proposta é a apresentar uma narrativa que rompe a perspectiva didática sobre ritos e liturgias. Assim, a série incentiva que os jovens construam seu próprio entendimento por meio da interação com outras crianças.

Realizada pela Besouro Filmes, a produção independente aborda ao todo 11 culturas religiosas. "Afinal, quem é Deus?" traz um programa introdutório sobre "o que é religião?" e outro de encerramento compilando as vivências apresentadas na série.

Ao combinar diálogos de crianças e sequências em animação, a série apresenta episódios temáticos sobre judeus, católicos, ateus, espíritas, muçulmanos, budistas, pagãos, evangélicos, etnias indígenas e religiões de matriz africana, além da União do Vegetal.

Protagonizada por crianças, a série foi rodada inteiramente no Rio Grande do Sul, estado que segundo o último censo do IBGE (2010) possui a maior diversidade religiosa do país. Cada roteiro foi desenvolvido em parceria com os jovens que participaram das gravações. A ideia é valorizar a expressão e a linguagem das crianças.

Valorização do conteúdo independente nacional

A série documental infantil "Afinal, quem é Deus?" é dos conteúdos audiovisuais independentes que foram selecionadas pelo programa Brasil de Todas as Telas, linha do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), através do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual (Prodav/TVs Públicas).

A TV Brasil é um dos canais que mais exibe conteúdo independente nacional. Além de ser uma grande apoiadora da produção de conteúdo infantil no mercado independente do país, a emissora pública estimula novos realizadores e reforça valores como a não violência e a tolerância às diferenças.