Home Top Ad

Celebrar a diversidade é dica da HBO para o Carnaval

Share:

Divulgação HBO
Nova comédia dramática original da HBO, TODXS NÓS, que aborda o cotidiano da comunidade LGBTQIA+ com leveza e humor, estreia em 22 de março, às 23h. Para entrar no clima (e aguentar a espera até lá), a dica é aproveitar o Carnaval para ver – e rever – produções marcantes do catálogo da HBO GO que apresentam debates ou personagens desse universo. Abaixo algumas delas:

Protagonizada por Zendaya, EUPHORIA aborda os principais conflitos de um grupo de estudantes do ensino médio enquanto eles enfrentam questões como a identidade de gênero, o amplo espectro da sexualidade adolescente, a relação com as drogas e com as bebidas e a redefinição do amor e da amizade para as novas gerações. Em uma realidade impactante, na qual os sentimentos de pertencimento e a aceitação fazem parte da definição da identidade, cada um desses adolescentes luta para encontrar um sentido para o futuro.

FORA DO ARMÁRIO apresenta os desafios vividos por personagens que assumiram sua sexualidade. Em 10 episódios, a produção brasileira acompanha a rotina dessas pessoas ao longo de meses, quando seus relacionamentos e cotidiano são colocados à prova com a revelação. Por meio de entrevistas e cenas da vida real no estilo cinema verité, o público acompanha também as reações de familiares e amigos dos entrevistados. Entre os personagens estão uma jovem transgênero, um homem que se sustenta como drag queen e um pai que assume a homossexualidade já na meia-idade.

Baseada em uma história real, GENTLEMAN JACK recria a vida de uma mulher que desafiou as regras do século 19 e ficou conhecida como a primeira lésbica moderna. A produção conta a história da revolucionária fazendeira Anne Lister (1791-1840) e sua determinação de transformar seu destino, ao assumir as rédeas dos negócios de mineração da família e casar-se com uma mulher. 

LOOKING, série original da HBO, chamou a atenção do público por fugir de estereótipos ao retratar o universo gay. O cotidiano de Patrick Murray (Jonathan Groff) e seu grupo de amigos vivendo em São Francisco em busca do amor é acompanhado de perto na série. 

A produção original da HBO PSI trouxe em seus episódios discussões sobre temas diversos. O episódio 12 da primeira temporada, intitulado “Quero ser quem eu sou”, mostrou um personagem transgênero e retratou, por exemplo, o constrangimento daqueles que não conseguem incluir o nome social no documento de identidade. Já no episódio 10 da primeira temporada de A VIDA SECRETA DOS CASAIS, um ator trans interpretou um homem grávido.

Lafayette Reynolds (Nelsan Ellis) é, em TRUE BLOOD, um cozinheiro gay que trafica sangue de seres sobrenaturais. Enquanto os outros personagens da série tinham que lidar com vampiros e bruxas, Lafayette também precisava aturar homofóbicos em sua pequena cidade no sul dos Estados Unidos. A forma com que o personagem lida com o preconceito conquistou o público.

O documentário WIG explora as origens e a influência do Wigstock, um festival anual de drag queens que marcou o fim do verão para uma comunidade gay em Nova York durante 20 anos. Dirigida por Chris Moukarbel, a produção conta com a participação de nomes conhecidos da comunidade drag, como Lady Bunny, Charlene Incarnate, Flotilla DeBarge, Kevin Aviance, Neil Patrick Harris, Willam, Linda Simpson, Naomi Smalls e Tabboo.