Home Top Ad

Cientista contribui para tratamento de doenças com células-tronco embrionárias

Share:

Divulgação TV Brasil
A professora Lygia da Veiga Pereira, do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), é a personagem do quinto episódio inédito da série Cientistas Brasileiros entre os Melhores. Este documentário, que a TV Brasil exibe sábado (8) às 9h30, dá destaque para as pesquisas da geneticista com células-tronco embrionárias.

Por terem a capacidade de se transformar em qualquer uma das células do corpo humano, as células-tronco guardam a chave para cura de doenças como o Alzheimer e o câncer. Lygia dirige o Laboratório Nacional de Células-Tronco Embrionárias, onde ela e seus alunos estudam a síndrome de Marfan, desordem do tecido conjuntivo caracterizada por membros anormalmente longos.

A professora também coordena o projeto DNA do Brasil, que vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros. O objetivo é estudar como prevenir e tratar doenças, além de mapear os ancestrais da população. A iniciativa, lançada em dezembro de 2019, será o primeiro projeto de sequenciamento de DNA em larga escala no país e vai inserir o Brasil no mapa mundial dos estudos genômicos.

“Nosso projeto quer fazer um panorama geral da população brasileira, com um número grande de brasileiros para que a gente possa fazer pesquisas mais aprofundadas tanto sobre a saúde, a genética da nossa saúde, quanto também sobre a nossa origem, a partir desses grupos populacionais originais” diz a cientista.