Home Top Ad

Décima temporada de "Quebrando Barreiras com a Família Klein" estreia no TLC

Share:

Nova temporada de Quebrando Barreiras com a Família Klein coloca inclusão e acessibilidade em pauta no TLC
Divulgação TLC
Bill Klein e Jen Arnold formam um casal de pais dedicados e profissionais competentes. Além dos afazeres do trabalho e da família, para eles a causa da inclusão de pessoas com nanismo está entrelaçada à rotina: Bill tem 1,22 metro de altura e Jen mede 96,5cm.

Na sexta-feira, 27 de março, às 20h30, o TLC retorna ao lar onde Bill e Jen vivem com os dois filhos para a décima temporada de QUEBRANDO BARREIRAS COM A FAMÍLIA KLEIN (The Little Couple) – safra de dez episódios inéditos com uma hora de duração cada.

William e Zoey, as crianças da casa, são adotivos e também têm nanismo. Com oito e sete anos, respectivamente, eles recebem a atenção de pais que sabem exatamente quais são as adversidades que os filhos terão pela frente. Se, por um lado, Bill e Jen sabem que não podem poupá-los dos desafios da condição física, por outro são vigilantes quanto a questões de acessibilidade e inclusão; zelam para que ambos tenham uma infância feliz e esperam não ter de vê-los passar por sucessivas intervenções cirúrgicas.

Bill e Jen já enfrentaram dezenas de procedimentos: foram mais de vinte para ele, empresário e consultor de negócios, e trinta e cinco para ela, médica especializada em neonatologia (área de cuidados específicos a recém-nascidos). O nanismo dos dois está relacionado à displasia esquelética e demanda esse tipo de cirurgias para manutenção da qualidade de vida e das funções motoras.

Na estreia da nova temporada, Jen se prepara para mais um procedimento cirúrgico importante: ela colocará uma prótese nos quadris. A cirurgia deve ser longa e complicada, assim como a recuperação. Não há opção: Jen pode sofrer dores intensas, perda da função dos quadris e até fraturas se não passar pelo procedimento. Apesar da postura otimista de todos na família, a tensão faz parte do momento.

A família mudou-se para Saint Petersburg, no estado norte-americano da Flórida, e este será o primeiro fim de ano na cidade. Will e Zoey estão completamente adaptados às novas casa e escola. Todos aproveitam as férias e vão a Nova York para acompanhar Jen em seu tratamento.

O casal quer que a família tenha uma viagem agradável antes da cirurgia, comemorando juntos o clima natalino – visitas a lojas, passeios de carruagem e jantares animados fazem parte da programação e evitam que a preocupação dos adultos seja transferida às crianças. No entanto, quando a hora de ir para sala de cirurgia se aproxima, é chegado o momento de dizer a Will e Zoey que a vida também traz momentos difíceis.

Devido ao nanismo, Jen tem condições especiais nas vias aéreas que dificultam o processo de inserção do tubo respiratório em sua traqueia – isso faz dela uma paciente de risco que sabe muito bem quais são as dificuldades técnicas e clínicas de seu caso e as discute abertamente com o médico responsável pela cirurgia.