Home Top Ad

Fortes do Brasil visita a histórica Fortaleza de São João, no Rio de Janeiro

Share:

Divulgação TV Brasil
O segundo episódio da série Fortes do Brasil, ao ar na TV Brasil às 21h de sexta (13), traça um panorama histórico e revela curiosidades da Fortaleza de São João.

A série reúne imagens de acervo, cenas aéreas e gravações inéditas para mostrar o relevo dessa área. Entrevistas com pesquisadores e depoimentos de historiadores ajudam a elucidar a importância desse conjunto de edificações.

Às margens da Baía da Guanabara, no bairro da Urca, Zona Sul do Rio, o espaço abriga atualmente a sede do Centro de Capacitação Física do Exército. A área remete ao local em que Estácio de Sá fundou a cidade, entre o Morro Cara de Cão e o Pão de Açúcar, em 1º de março de 1565. Na época, Portugal lutava para expulsar os franceses, que tentavam invadir a região.

Os portugueses perceberam que, para defender a terra, seria necessário criar uma povoação junto à guarda de defesa da Baía de Guanabara. Ampliada e reforçada ao longo dos anos, a fortaleza recebeu oficialmente o nome de Fortaleza de São João em 1618.

A fortaleza e as baterias de São José e de São Teodósio foram edificadas sobre a península oeste da barra, totalmente inacessível por seu costão externo e de acesso dificultado pelo morro íngreme na parte posterior.

Produzida pela TV Brasil, a série documental Fortes do Brasil apresenta as fortalezas e fortes mais importantes do país sob perspectivas histórica, geográfica e turística. Por meio de acervo, imagens aéreas e gravações inéditas, o programa revela imagens impressionantes.

Com sete episódios de 26 minutos, a primeira temporada destaca o conjunto de fortificações que fizeram a defesa da Baía da Guanabara. No litoral do Rio de Janeiro, esse sistema é formado por dez edificações. Entrevistas com pesquisadores se intercalam com depoimentos de profissionais envolvidos com os fortes e fortalezas.

Os documentários de Fortes do Brasil são exibidos toda sexta-feira, às 21h, e podem ser revistos aos domingos, às 17h30.