Home Top Ad

TV Brasil apresenta série Cidades Fantasmas a partir desta quinta

Share:

Divulgação TV Brasil 
A série documental Cidades Fantasmas estreia nesta quinta (19), às 20h30, na TV Brasil. A produção alemã embarca numa viagem pelo mundo ao destacar o abandono em diferentes regiões do planeta que ficaram esvaziadas.

Em cinco episódios de 45 minutos, a obra visita Riesi, na Itália; Kayaköy, na Turquia; Fukushima, no Japão; Detroit, nos Estados Unidos e aldeias na China. O seriado revela curiosidades do cotidiano de cidades que trazem memórias do passado, são testemunhas do presente e podem ser fragmentos do futuro.

A proposta é investigar a história, a situação atual e o possível futuro dessas regiões. Os documentários da série Cidades Fantasmas mostram pessoas que ali viviam sem saber que a própria cidade iria morrer um dia.

A produção busca responder a algumas perguntas. Uma pequena cidade na Itália consegue se salvar do próprio desaparecimento? O que acontece quando uma geração inteira deixa os filhos e avós no interior da China para trabalhar nas grandes cidades? Como pessoas vivem ao redor da zona restrita de Fukushima, já que as suas casas se tornaram literalmente tóxicas?

Primeira edição

No episódio de estreia, a série questiona como se reanima uma cidade falida como Detroit, nos Estados Unidos, onde os níveis de criminalidade sobem mais a cada dia, enquanto desmoronam as ruínas de concreto.

Considerada antigamente a lendária "capital do automóvel", Detroit é mais populosa e também a mais famosa cidade do estado americano de Michigan. Hoje, é conhecida pelo alto nível de criminalidade e pelas casas e prédios abandonados.

O êxodo de Detroit ainda não parou: em 2013 a prefeitura oficialmente anunciou falência, e, desde então, a situação piorou. Quem tem condição deixa o centro e se muda para a periferia, onde há mais segurança, melhores escolas e menos impostos.

A série Cidades Fantasmas busca revela como as pessoas que saíram de Detroit vivem bem como aquelas que decidiram ficar. A produção destaca que já existem muitas iniciativas para melhorar as condições na cidade, mas investiga quais são os planos dos que trabalham pelo renascimento de Detroit.