Home Top Ad

Canal Like - Destaques da programação de 03 a 09 de maio

Share:

Divulgação Canal Like
Com Maytê Piragibe, Hugo Bonemer e Anne Braune, o isolamento fica muito mais leve e divertido! De suas casas, o trio preparou conteúdos exclusivos, com entrevistas, participações especiais e as principais novidades da TV por assinatura e do streaming.

O “Agenda Like” abre a programação no domingo, 3 de maio, com dicas imperdíveis! Dois cineastas brasileiros também marcam presença no Canal Like (530 da Claro) em bate-papos com Anne Braune. Em “Entrevistas Like em Casa: Belisario Franca”, o diretor fala sobre a estreia de “O Paradoxo da Democracia” no Canal Curta!. No programa “Entrevista Like em Casa: Hilton Lacerda”, é a vez do pernambucano comentar a expectativa da chegada do filme “Fim de Festa” ao VoD. O elenco da nova comédia romântica da Netflix também é destaque no canal. Giovanna Lancellotti, Danilo Mesquita e a cantora Lellê participam do “Entrevista Like em Casa: Ricos de Amor” e contam curiosidades de seus personagens.

AGENDA LIKE

Um resumão com as principais estreias e novidades da TV por assinatura, do VoD e do streaming. Para curtir o melhor da semana, é só assistir ao “Agenda Like” no domingo, 3 de maio, e anotar todas as dicas!

A segunda já começa épica com o Star Wars Day! Para comemorar, os fãs dos personagens podem maratonar os filmaços da saga no NOW. É só preparar a pipoca e curtir à vontade! Já os pequenos podem se divertir no Cartoon Network, que ganha uma nova integrante: a primeira youtuber de animação do país, em “Any Malu Show”. Os novos episódios de “As Aventuras de Boonie Bears”, no Discovery Kids, também vão animar a segunda das crianças. Na estreia, os irmãos ursos Briar e Bramble precisam enfrentar um buraco misterioso, armadilhas clandestinas e caçadores ilegais.

Na terça, dia 5, o romance vai invadir o Lifetime! Na nova temporada de “Casamento à Primeira Vista”, seis solteiros sem sorte no amor decidem deixar o futuro amoroso nas mãos de três especialistas em relacionamentos e topam se casar com um estranho. Chega o grande dia em que eles vão conhecer o seu par no altar: será amor ou frustração à primeira vista?

Para a quarta, alerta de bichinhos fofos e Harrison Ford. O NOW estreia a adaptação do clássico literário “O Chamado da Floresta”, que mostra a história de Buck, um cão de grande coração cuja vida vira de cabeça para baixo quando é tirado de sua casa na Califórnia e levado para o exótico e selvagem rio Yukon, no Alasca. O novato na equipe de cães puxadores de trenós nem imagina, mas vai encontrar seu verdadeiro lugar no mundo. No mesmo dia, para os fãs de série, os novos episódios de “Gamebros” prometem agitar o A&E. Hacker durante o dia e justiceiro durante a noite, Heitor Grillo está de volta!

Dos produtores de “Superbad: É Hoje” e “Festa da Salsicha”, vem aí mais um filme impróprio para os pequenos: “Bons Meninos”, novidade do NOW na sexta. Com Jacob Tremblay, Keith L. Williams e Brady Noon, a comédia conta a história de Max, um garoto de 12 anos, que, depois de ser convidado para sua primeira festa do beijo, entra em pânico por não saber como agir. Para se preparar, ele e seus melhores amigos decidem usar o drone do pai de Max para espionar um casal de namorados e, quem sabe, aprenderem como se faz.

Que tal passar a noite de sábado com Brad Pitt? No dia 9, “Ad Astra: Rumo às Estrelas” estreia no Telecine Premium e o canal convida o público para uma viagem aos limites do sistema solar. Para encontrar seu pai desaparecido e desvendar um mistério que ameaça a sobrevivência do planeta, Roy Mcbride encara uma jornada cheia de segredos sobre a natureza da existência humana.

O domingo será com dose dupla de Mark Ruffalo na HBO. Baseado no best-seller de Wally Lamb, a série “I Know This Much is True” traz o ator como os gêmeos Dominick e Thomas Birdsey. Uma trama épica de traições, sacrifícios e perdão.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar domingo, dia 3 de maio, às 10h
Assista também: Terça, dia 5, e quinta, dia 7, às 10h

ENTREVISTAS LIKE EM CASA: BELISARIO FRANCA

A tarde de terça-feira do Canal Like será de bons papos, cinema e um convidado para lá de especial. Em “Exclusivo Para Sua Casa: Belisario Franca”, o diretor carioca conversa por vídeo com Anne Braune sobre a expectativa da estreia de “O Paradoxo da Democracia” no Canal Curta!. A entrevista completa vai ao ar no dia 5 de maio, às 15h.

Belisario abre a conversa explicando como surgiu a ideia do documentário e cita movimentos de insatisfação da sociedade em diferentes países, como Estados Unidos, Egito, Rússia, Venezuela e Brasil. “A partir de 2013, quando todo mundo no Brasil vai para a rua, ainda não compreendíamos muito bem o que estava sendo jogado ali naquele momento e o que estava acontecendo. Então, essa perplexidade foi me chamando atenção, e a do Julio Worcman, diretor do Curta! também”.

Com imagens marcantes dessas manifestações, a produção proporciona ao público a sensação de vivenciá-las. O convidado destaca que uma característica do filme é a presença do cidadão comum se manifestando e explica: “Fizemos recortes, escolhas e olhamos os materiais postados por pessoas no calor das manifestações que, muitas vezes, é sem filtro. Procuramos imagens que contassem uma história e que pudessem significar a força e a polêmica que a democracia está passando nesse momento no mundo todo”.

Se o cineasta está ansioso para a estreia? “Ao ver o filme, temos a oportunidade de entender que, apesar dos abalos e do derretimento de alguns desses pilares, cabe a nós, sociedade civil, a contribuição para que as nossas instituições democráticas ainda permaneçam ativas e atuando”.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar terça, dia 5 de maio, às 15h.
Assista também: Quinta, dia 7, às 15h

ENTREVISTA LIKE EM CASA: RICOS DE AMOR

Romances, amizades e renovação pessoal. “Ricos de Amor”, nova comédia brasileira da Netflix, mescla tudo isso e reforça como as aparências enganam. Para conhecer os personagens e mergulhar no universo do filme, a dica do Like é conferir o “Entrevista Like em Casa: Ricos de Amor”, com participação do elenco. Danilo Mesquita, Giovanna Lancellotti e a cantora e atriz Lellê batem um papo descontraído com Anne Braune e contam curiosidades para o público!

Na produção brasileira, Danilo Mesquita interpreta Teto, filho de um dos produtores agrícolas mais ricos do Brasil, conhecido como “Rei do Tomate”. Ele achava que conquistava tudo com a sua simpatia e sem fazer esforço, até completar 21 anos e, por insistência de seu pai, começar a trabalhar. A vida boa está com os dias contados e Teto vai conhecer outra realidade, principalmente depois que o melhor amigo, Igor (Jaffar Bambirra), diz que ele só consegue tudo o que quer porque é rico. Para Danilo, a capacidade de mudar e de abrir mão de seus privilégios foi o que mais lhe atraiu no personagem: “Foi a primeira oportunidade que Teto teve de viver uma vida real e a possibilidade de dar esse recado me interessou muito. Acho que, se você tem algum privilégio, que use sem que seja para pisar nos outros ou ser machista, racista, homofóbico, que é o que geralmente acontece”.

Durante a entrevista, Giovanna Lancellotti conta que aceitou o convite para viver Paula antes mesmo de o filme ter roteiro. “Só sabia que tinha tomate e era uma comédia romântica”, brinca a atriz. Sua personagem é uma estudante de medicina por quem Teto se apaixona, mas os dois têm ideologias bem diferentes, o que preocupa o herdeiro. Ele esconde sua real identidade, finge que é filho do caseiro da fazenda e ainda troca de lugar com Igor. Giovanna também destaca que o diretor e roteirista Bruno Garotti abriu espaço para o elenco dar opiniões no filme. “É bom porque fomos nos envolvendo e nos identificando mais com a história”.

Depois da troca de identidade com o amigo, Teto participa de uma dinâmica de estagiários na empresa do próprio pai. É quando Lellê entra em cena como Monique, executiva júnior que ensina a ele como funciona a vida empresarial. “Minha primeira impressão é que ela se parecia comigo em algumas coisas, mas, de fato, era uma pessoa diferente. Uma personagem que ia ter a oportunidade de me ensinar muita coisa”, explica Lellê. A cantora e atriz concorda com Giovanna e comenta: “Durante o processo fomos lapidando e mudando algumas coisas, houve uma grande construção durante o filme. Acho que foi um trabalho conjunto. Claro que teve direção, roteiro, tudo! Mas acho que nós também nos prontificamos a construir juntos essa mensagem e o caminho dos personagens”.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar segunda, dia 4 de maio, às 20h.
Assista também: quarta, dia 6, e sexta, dia 8, às 20h

ENTREVISTA LIKE EM CASA: HILTON LACERDA

Em tempos de quarentena, o entretenimento é ainda mais importante. Seja para distrair, ensinar ou animar. Esta semana, o Like destaca as novidades do VoD, como o filme nacional “Fim de Festa”, com Hermila Guedes e Irandhir Santos. No “Entrevista Like em Casa: Hilton Lacerda”, Anne Braune bate um papo online com o diretor pernambucano para falar sobre o filme, cinema e isolamento social.

Por conta do início da quarentena, Hilton lembra que “Fim de Festa” ficou uma semana em cartaz nos cinemas e valoriza a chegada tão rápida ao VoD. “De forma específica, tem a coisa relacionada com a imagem audiovisual, da experiência cinematográfica se tornar um pouco individual. Com esse lançamento, acho que vem a possibilidade da produção ter um público muito mais amplo. Fico esperando como será o resultado disso, principalmente, agora, que vivemos uma crise no cinema brasileiro, vinda de antes. Uma indústria de produção muito grande foi paralisada de uma hora para a outra. Se você não tem o escoamento necessário agora, isso será muito prejudicial. É muito importante ter uma ação e a disponibilização do filme nas plataformas tem certa urgência”, diz o cineasta.

Durante a entrevista, Hilton destaca porque usa metaforicamente o Carnaval no longa. “É um período que, de certa forma, você se embriaga e, quando se dá conta, essa festa acabou. A leitura do filme tem um pouco a ver com isso, essa melancolia tropical. Um sentimento de coisas que estão se esvaindo. Apesar de ser um sentimento extremamente nacional, também se sente no mundo. Não diria o esfacelamento das utopias, mas, talvez, a necessidade de se criar outras possibilidades de utopias, terminologias e nomes”, diz.

Sobre os personagens desse filme e de outros, o entrevistado é categórico: “Para mim, é muito importante entender a complexidade deles. Cada personagem tem um dado a acrescentar, uma história. Gosto da contradição, da fragmentação e do acordo velado que alguns personagens fazem entre si, que às vezes é muito próprio da sociedade brasileira. Tem uma coisa que acho clássica em construção de roteiro, o amor pelos personagens. As pessoas acham que amá-los é gostar do que é bacana. E amar o personagem é compreendê-lo. É uma figura de ficção que você está criando. Se você não o ama, ele fica tão caricato que não faz sentido”.

Serviço:
Canal Like: 530 da Claro
No ar segunda, dia 4 de maio, à 0h.
Assista também: quarta, dia 6, e sexta, dia 8, à 0h