Home Top Ad

Dorinha mantém uma relação conturbada com Carolina, sua irmã mais nova em 'Totalmente Demais'

Share:

Divulgação Globo/Paulo Belote
Dorinha (Samatha Schmütz), irmã mais velha de Carolina (Juliana Paes), faz as vezes de conselheira e de maior fonte de problemas da jornalista. Pelo fato de ainda morar no Bairro de Fátima, ela é quem lembra a diretora da revista Totalmente Demais suas raízes, para o bem e para o mal. Dorinha é quem mata Carolina de vergonha toda vez que chega de mala e cuia, com o marido, Zé Pedro (Helio de La Peña), e os filhos, João (Leonardo Lima Carvalho) e Maria (Juliana Louise), em seu apartamento. O imóvel que, inclusive, é invadido pela tropa toda vez que a jornalista se ausenta. 
Mas também é no colo da irmã que a durona baixa a guarda, abre o coração e fala de sua paixão antiga por Arthur (Fábio Assunção). Todo plano de Carolina engravidar – sem consentimento – do proprietário da agência Excalibur passa pelos conselhos nada éticos de Dorinha. Obcecada pela ideia de ser mãe, a diretora da Totalmente Demais deixa a razão de lado e se deixa influenciar até pelas crendices da irmã. Nesta semana, mesmo após o primeiro teste de gravidez dar negativo, Carolina não desiste do projeto de ter um filho de Arthur. 
Totalmente Demais’ é criada e escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direção-geral de Luiz Henrique Rios e direção de Marcus Figueiredo, Noa Bressane, Luis Felipe Sá, Thiago Teitelroit.
Entrevista Samatha Schmütz
Qual foi a sua reação ao saber que a novela estava de volta à grade no cenário atual?  
Eu acho que entretenimento com histórias divertidas e romance ajuda a distrair e passar o tempo. E quem amou a novela vai rever. 
Como está sendo reviver aqueles momentos? 
Eu me divirto, mas também fico pensando no que eu podia ter feito melhor!
O que significou ‘Totalmente Demais’ em sua carreira? 
Foi um convite muito especial do diretor Luiz Henrique Rios para um papel superdivertido. Arrumei um jeito de conciliar minha agenda e gravar ‘O Vai Que Cola’ ao mesmo tempo. Não tinha como negar a oportunidade de trabalhar com um elenco, equipe e direção incríveis e esses autores maravilhosos.
Como a encaixa em seu hall de bons trabalhos?
Na verdade, ela é muito importante, pois é a única novela da minha carreira com um personagem relevante! Só fiz duas na verdade. A outra foi ‘Pé na Jaca’, que eu tive três frases (risos). 
Fale um pouco sobre o perfil do seu personagem 
Dorinha é extrovertida, sem filtro, beirando a sem educação, mas verdadeiramente amorosa, mãe de dois filhos, num casamento feliz e bem simples!
Tem alguma lembrança marcante/divertida daquela época?  
Sempre falava alguma piada para desconcentrar o Fabio Assunção antes de começar a gravar a cena.  
O que o público pode esperar ao rever essa história?   
Relaxar, se divertir e esperar o tempo passar na companhia desse lindo folhetim.
Como está sendo a sua rotina em tempos de quarentrena? 
Tenho feito o que a maioria das pessoas também está fazendo. Cuidando da casa, das refeições... Estou tentando ser produtiva. Escrevo, me exercito, falo com amigos, faço resenhas virtuais... e rezo para isso passar!