Home Top Ad

Gilda e sua dramática escolha por Dino em 'Totalmente Demais'

Share:

Divulgação Globo/Pedro Curi
Atravessada pela culpa de ter expulsado Eliza (Marina Ruy Barbosa) de casa, para evitar uma tragédia ainda maior depois que a jovem o agrediu quando ele a assediou, Gilda (Leona Cavalli) mal dorme. Procura de todas as formas, ainda que à distância, ajudar no sustento da filha mais velha, sem despertar a atenção do marido. E depois de penhorar um colar, Gilda faz de tudo para entregar algum dinheiro para a jovem no Rio de Janeiro, sem imaginar todos os percalços que ela enfrentou desde que saiu de casa e o tamanho do trauma que o padrasto casou nela. 
Na próxima semana, com sede de vingança, Dino acompanha meticulosamente os passos da mulher para descobrir o paradeiro de sua enteada e transforma a vida de Gilda num verdadeiro inferno por suspeitar que ela mantem contato com filha. E a obriga inclusive a recuperar o colar penhorado. Mal sabe ele que Eliza, a essa altura, decide tentar a carreira de modelo só para trazer sua família para o Rio. 
Totalmente Demais’ é criada e escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direção-geral de Luiz Henrique Rios e direção de Marcus Figueiredo, Noa Bressane, Luis Felipe Sá, Thiago Teitelroit.
Entrevista Paulo Rocha
1) Você está em três novelas exibidas em edição especial. Qual o sentimento?
Estamos vivenciando tempos difíceis, o que motivou isso acontecer é assustador. Não posso ir além de me sentir grato por ter tido a oportunidade de fazer trabalhos de tanta rica qualidade, sem ter completado 10 anos no Brasil. Sinto muito orgulho!
2) O que significou ‘Totalmente Demais’ em sua carreira? Como a encaixa em seu hall de bons trabalhos?
‘Totalmente Demais’ representa um momento muito bonito na minha carreira. Tive a oportunidade de conhecer gente que me acompanha até hoje na minha vida pessoal e profissional. Ela se encaixa no hall dos meus bons trabalhos porque foi o primeiro vilão que eu fiz no Brasil. Foi uma oportunidade para fazer uma boa pesquisa. Sem dúvida, um dos trabalhos mais marcantes da minha carreira. 
3) Fale um pouco sobre o perfil do seu personagem e com quem se envolvia
O Dino é casado com o personagem da Gilda (Leona Cavalli) e padrasto da Elisa (Marina Ruy Barbosa), a protagonista da história. Ele tem uma relação bastante perturbada com a menina. É um homem terrível, com uma visão de mundo péssima. É engraçado que quando a gente se distancia do personagem, a gente desenvolve um sentido crítico muito mais próximo do nosso e menos profissional. O Dino é realmente um ser humano muito difícil.
4) Tem alguma lembrança marcante/divertida daquela época? 
Uma memória marcante daquela época acho que foram os primeiros 15 dias de gravação. Eu lembro do espírito, da vontade e da intensidade com que todos nós nos envolvemos com a novela. A forma que nós vivemos esses 15 dias foi muito marcante, foi um momento incrível de grande imersão e dedicação, que acabou dando à luz a esse projeto incrível. 
5) O que o público pode esperar ao rever essa história?
Uma mensagem de resiliência, de superação, de solidariedade, de amor. Todos esses condicionantes que estão tão em falta e são tão necessários agora. Serão momentos bons para a gente se reconectar com aquilo que a gente é, nos reconhecer enquanto seres humanos.
6) O que tem feito durante a quarentena?
Eu sou uma pessoa caseira, e ficar em casa não me aborrece. Como acabei de sair de ‘Éramos Seis’, estava nos planos uma pausa para descansar. O que me preocupa é o que se encontra lá fora.
Entrevista Leona Cavalli
1) Qual foi a sua reação com o retorno da novela à grade no cenário atual? Como está sendo reviver aqueles momentos?
Fiquei muito feliz! É uma alegria rever essa história, todo elenco e equipe amava fazer e a receptividade do público era imensa. Ouvi várias vezes pessoas pedindo que tivesse reprise!
2) O que significou ‘Totalmente Demais’ em sua carreira? Como a encaixa em seu hall de bons trabalhos?
Foi um trabalho muito importante na minha carreira, um grande sucesso, de público e crítica! 
3) Fale um pouco sobre a Gilda, sua personagem e com quem se envolvia
Ela é cozinheira e dona de um restaurante de beira de estrada, mãe de 3 filhos, entre eles Elisa, que sofreu assédio de seu padrasto, com quem ela é casada. Ela vive uma situação extremamente difícil, tratada com profundidade, mas também com muita delicadeza. 
4) Tem alguma lembrança marcante/divertida daquela época? 
Sim, muitas lembranças felizes, porque adorávamos fazer. Mas uma lembrança me marcou muito, por envolver uma questão muito séria. Durante a preparação, a produção fez uma pesquisa sobre a questão do abuso dentro das famílias, e, infelizmente, o resultado deu que muitas famílias brasileiras passam por situação semelhante. Ficamos chocados. Mas foi muito tocante ver como as pessoas receberam bem este tema, e como tivemos um retorno de que, ao ser exposta essa questão na novela, acabou ajudando muita gente.
5) O que tem feito durante a quarentena?
Tenho aproveitando para colocar a leitura em dia, ver filmes, descansar e escrever. Inclusive, estou escrevendo um segundo livro!