Home Top Ad

Chegou a vez da Balada dos Anos 80 em 'Malhação: Viva a Diferença'

Share:

Divulgação Globo / Raquel Cunha
Os eventos culturais e baladas que agitaram o galpão de Roney (Lúcio Mauro Filho) estão entre as características que marcaram 'Malhação: Viva a Diferença'. Tudo começou com a Balada do Bebê, promovida pelas "five" para ajudar Keyla (Gabriela Medvedovski) com os gastos do filho recém nascido. 

Desde então Roney, diante do sucesso da primeira festa, vem tentando promover um novo evento para movimentar o local e, consequentemente, a lanchonete. Mas o orçamento apertado tem adiado seus planos, até que Keyla encontra um baú de recordações do pai. A descoberta é empolgante e ela logo define o tema do evento: a Balada dos Anos 80. A ideia empolgou os amigos que, de alguma forma, se envolveram na organização da festa, que acontece a partir do capítulo de hoje.  

Balões de cores vibrantes, globo de luz, discos de vinil e muito brilho tomam conta do ambiente e fazem a decoração do evento ganhar vida. O figurino também tem referências daquela década e muitos são inspirados em personalidades da música e personagens de filmes clássicos que marcaram os anos 80, como é o caso de Marty McFly, do filme “De volta para o Futuro”. Madonna, Cindy Lauper e Michael Jackson também não poderiam ficar de fora e serviram como referência para a construção do figurino de Lica (Manoela Aliperti), Tina (Ana Hikari) e Ellen (Heslaine Vieira).  

“O texto já trazia algumas observações sobre as roupas. Fomos construindo as referências, inspirados por esse universo. K1 (Talita Younan) e K2 (Carol Macedo) se espelharam nas Paquitas. Para o Anderson (Juan Paiva), nos inspiramos no estilo do grupo Run DMC. Keyla, que customiza a própria roupa, abusou das polainas, da roupa de lurex e dos acessórios marcantes. Buscamos as peças vintage, brincos de acrílico, meia-calça, coletes e relógios de botão no nosso acervo de figurino e em brechós de São Paulo”, explica Julia Ayres, figurinista de ‘Malhação’. 

“Mais do que trazer os ícones daquela época para ‘Malhação: Viva a Diferença’, quisemos aproximar essas referências dos próprios personagens da nossa atração, e fizemos isso ao usar referências que tinham a ver com a personalidade de cada um deles. A Lica, por exemplo, é contestadora e vai vestida como Madonna”, completa Ralph Araújo, caracterizador. 

Mas a noite não será apenas de alegria. Por causa dos comprimidos que tem tomado para emagrecer, Keyla passa mal e precisa ser levada às pressas para o hospital, para o desespero de Tato (Matheus Cabral) e Roney. 

Malhação: Viva a Diferença’ tem autoria de Cao Hamburger e direção artística de Paulo Silvestrini e vai ao ar logo após o ‘Vale a Pena Ver de Novo’. 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.