Home Top Ad

UFC 249 marca a volta dos eventos ao vivo ao Combate

Share:

Reprodução
A espera acabou. Depois de exatos 50 dias sem eventos esportivos ao vivo, por causa da pandemia de coronavírus, as disputas em tempo real estão de volta ao SporTV3 e ao canal Combate, com o UFC 249. O card tem duas lutas valendo cinturão e a participação de três brasileiros. Emoção mesmo sem a presença de público, já que o evento, que acontece neste sábado, dia 9, na cidade americana de Jacksonville, terá rígidas regras de prevenção. 
 
Para acompanhar o primeiro evento ao vivo em quase dois meses, o Esporte da Globo terá uma cobertura completa do evento. Nesta sexta-feira, dia 8, a comentarista Ana Hissa fala sobre o que esperar da participação dos brasileiros e das disputas de cinturão em dois boletins: às 10h, no ‘Redação SporTV’, e às 13h, no ‘Seleção SporTV’. E a partir das 19h30, o ‘Giro Combate’ entrevista com exclusividade Ronaldo Jacaré, um dos representantes do Brasil no UFC 249. No sábado, dia 9, a partir das 19h15, Bernardo Edler e Ana Hissa comandam a transmissão do card preliminar. O principal terá narração de André Azevedo e os comentários de Flávio Canto. O SporTV3 e o Combate.com acompanham as duas primeiras lutas do evento e o Combate exibe o card completo do UFC 249. 
 
A principal luta da noite reúne os americanos Tony Ferguson, invicto na organização desde 2012 e Justin Gaethje, que vem três vitórias seguidas. O combate vale o título interino do peso-leve (até 70kg). Uma das novidades é a co-luta principal, um encontro de gerações entre Henry Cejudo, o atual campeão dos galos (até 61kg) e Dominick Cruz, ex-campeão da categoria, de volta ao octógono depois de três anos. Já em um duelo de nocauteadores pelos pesados (até 120kg), o francês Francis Ngannou, embalado por três vitórias consecutivas, enfrenta o invicto surinamenho Jairzinho Rozenstruik, que curiosamente recebeu o nome em homenagem ao “Furacão” da Copa de 1970. “A luta principal promete ser explosiva, são dois atletas que buscam muito a luta. O Justin Gaethje tem seis aparições no UFC e sete bônus, ou seja, mesmo na derrota, ele sobe no octógono para dar show. O Tony Ferguson está vindo em uma sequência incrível de vitórias, então é um confronto que está bem em aberto”, explica Ana Hissa.
 
O card preliminar conta com a participação de três brasileiros. Sem lutar desde 2018, Fabrício Werdum, ex-campeão dos pesados, tem pela frente o russo Alexey Oleynik, 12º colocado no ranking da divisão e com mais 70 lutas de MMA na carreira. Ronaldo Jacaré volta à divisão dos médios (até 83kg) em busca de reabilitação, após duas derrotas na organização. O manauara enfrenta o americano Uriah Hall, que vem de duas vitórias seguidas. Completando a participação brasileira no UFC 249, Vicente Luque encara o americano Niko Price pela categoria dos meio-médios (até 77kg).
 
UFC 249

CARD PRELIMINAR (19h30, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Ryan Spann x Sam Alvey 
Peso-pena: Charles Rosa x Bryce Mitchell
Peso-meio-médio: Vicente Luque x Niko Price
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Uriah Hall
Peso-palha: Carla Esparza x Michelle Waterson
Peso-pesado: Alexey Oleynik x Fabricio Werdum
Peso-leve: Donald Cerrone x Anthony Pettis

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-pesado: Greg Hardy x Yorgan De Castro
Peso-pena: Jeremy Stephens x Calvin Kattar
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Peso-galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje