Home Top Ad

'Altas Horas' neste sábado tem Thelma Assis, Dani Calabresa, Carla Perez e estreia de mais um quadro

Share:

Divulgação Globo
No próximo sábado, 18, o ‘Altas Horas’ dá continuidade às comemorações dos seus 20 anos no ar e estreia mais um quadro. Desta vez, Serginho Groisman chama Rodrigo Sant’Anna e a mãe do ator, dona Ana Lúcia, para apresentar a atração ‘Pais e Filhos’, que traz histórias de filhos que criaram coragem para revelar algo importante aos genitores. Ainda nesta edição do programa, Fábio Porchat e Zeca Pagodinho participam do recém-lançado ‘Nunca Te Vi, Sempre Te Amei”, enquanto Thelma Assis, Dani Calabresa, Carla Perez e Drauzio Varella são entrevistados por Serginho Groisman. Na parte musical, a banda Skank traz alguns de seus sucessos, em uma gravação especial para o programa.
 
“Em função da quarentena, muita gente ficou reunida em família. Mas, independentemente disso, com esse quadro, queremos mostrar como, às vezes, é difícil manifestarmos algumas coisas para a nossa família”. É assim que Serginho Groisman explica a ideia por trás do quadro ‘Pais e Filhos’, que chega no ‘Altas Horas’ como uma oportunidade de abordar determinados assuntos, favorecendo a empatia, dentro e fora de casa.
 
O ator Rodrigo Sant’Anna e sua mãe, dona Ana Lúcia, são os primeiros convidados do ‘Pais e Filhos’. A Serginho, os dois contam o que sentiram quando Rodrigo, então com apenas 18 anos, decidiu assumir para a sua família ser homossexual, e como foi essa conversa. 
 
Após a estreia na semana passada, o ‘Altas Horas’ também traz as emoções do quadro ‘Nunca Te Vi, Sempre Te Amei’. Se na última edição, Serginho promoveu o encontro entre uma celebridade e um anônimo, neste sábado, o bate-papo acontece com um ator e um cantor, entre risos e samba. O humorista Fábio Porchat entra no embalo de “deixa a vida me levar” e, a seu pedido, conhece um dos maiores cantores da atualidade e seu ídolo, o grande Zeca Pagodinho. Durante a conversa, Fábio Porchat ainda comenta o papel de Regina Casé nesse encontro.
 
Carla Perez e Dani Calabresa trocam figurinhas, enquanto Thelma Assis relembra o BBB20
 
Sábado também é dia de entrevistas inéditas no ‘Altas Horas’. Serginho recebe Dani Calabresa e Carla Perez, a eterna loira do É o Tchan!. Não é todo mundo que sabe, mas a humorista é fã declarada da ex-bailarina, desde a época de sua adolescência. A Serginho, Dani Calabresa conta toda a sua admiração por Carla Perez, que não esconde a gratidão pelo carinho da fã famosa. Com o seu jeito brincalhão, a humorista dispara: "Amor, pelo amor de Deus, eu sou fã, mas fã... Eu fui em um show, paguei e eles até tocaram no meu aniversário. Fiz esse investimento, meus pais não têm mais apartamento, mas valeu cada centavo". E ainda: "Foi a melhor festa da vida. E eu amo muito por causa da Carla Perez".

Já Carla Perez aproveita as lembranças daquela época para compartilhar os bastidores de quando era bailarina do grupo de Axé, um dos mais famosos dos anos 90. Carla responde se já dançou machucada: "Serginho, eu fiquei mais ou menos dois anos no É o Tchan! e, por quase 1 ano, dancei com o joelho para operar, fazendo pulsão dentro do camarim. Cheguei até a desmaiar de dor, mas tive que me recompor e voltei para o palco sorrindo". 
 
Durante a entrevista, Carla Perez, Dani Calabresa e Serginho Groisman também batem um papo sobre a vida durante o isolamento social, a rotina em casa e a relação com a família. Afastada dos palcos, Carla Perez ainda traz impressões sobre a maternidade.
 
Quem também conversa com Serginho no próximo ‘Altas Horas’ é a querida Thelma Assis. Participando pela primeira vez do programa, a mais recente ganhadora do ‘Big Brother Brasil’ conta como foi participar de uma das edições mais emblemáticas do reality, e se já se adaptou à vida pós-programa. Vale lembrar que Thelma saiu da casa mais vigiada do país no meio da pandemia do novo coronavírus. "Foi uma experiência muito louca na minha vida. Eu estava ali, confinada, e, quando eu saí, encontrei um mundo totalmente diferente do mundo que eu tinha deixado quando entrei no reality. Então era um misto de alegria e frustração". A entrevistada ainda emociona ao contar sobre a sua trajetória até se formar em Medicina e o desafio de integrar o time do ‘É de Casa’.
 
O ‘Altas Horas’ deste sábado também conta com uma conversa com Drauzio Varella e dois estudantes de Medicina, que trocam impressões sobre a profissão. Por fim, a parte musical do programa fica por conta da banda Skank, que registrou alguns de seus maiores sucessos, especialmente para o programa e o amigo Serginho.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.