Home Top Ad

Carlos Alberto de Nóbrega é entrevistado no 'Conversa com Bial' desta sexta

Share:

Divulgação Globo
O ‘Conversa com Bial’ recebe o humorista e apresentador Carlos Alberto de Nóbrega, em entrevista que vai ao ar nesta sexta-feira, dia 24. A conversa faz parte da série comemorativa aos 70 anos da TV brasileira que vem sendo exibida nesta temporada do programa. Há 33 anos comandando o ‘A Praça É Nossa’ – que existe há mais de 64 – Carlos Alberto fala sobre os tantos ensinamentos deixados pelo pai, Manuel de Nóbrega, de quem herdou a atração, além do respeito pelos seus artistas e a saudade de voltar aos estúdios. Ainda durante a entrevista, o convidado comenta sobre a amizade com Ronald Golias e o futuro da ‘’Praça’. 
 
Aos 84 anos, o “mestre do humor”, como é chamado Carlos Alberto de Nóbrega por Pedro Bial, conta, durante a entrevista desta sexta-feira, a sua relação com ‘A Praça’ e o seu papel no humorístico, que vai além da apresentação: “Para mim, aquele banco é como eu estou agora. Eu não consigo ficar nervoso. Eu estou tão ligado a ela...”. O humorista também revela um lado pouco conhecido do público: “Eu sou centralizador e quero fazer tudo. Eu sei a minha fala e a fala do colega. Eu tenho o programa na mão”. Ao longo da conversa com Pedro Bial, o entrevistado conta alguns bastidores da atração e relembra personagens marcantes, criados há anos, como a Velha Surda.
 
Com grande respeito e admiração pela família, Carlos Alberto também fala sobre a sua relação com Manuel de Nóbrega, faz uma reflexão sobre a evolução do humor e a inevitável comparação com o pai: “Meu pai foi um gênio, um espelho para mim. Ele me ensinou tudo. Nós éramos muito amigos e havia muito respeito entre nós”. E ainda: "Meu pai era poliglota – falava francês, inglês e alemão -, ele tinha uma cultura muito grande. E eu era um vagabundo, eu queria nadar. Até hoje eu não consigo falar inglês”.
 
Na conversa com Pedro Bial, Carlos Alberto de Nóbrega também comenta sobre o momento atual e relembra alguns trabalhos que continuam na memória, como “Os Trapalhões”, além das amizades feitas ao longo de sua carreira, como Ronald Golias, o “irmão que nunca tive”, em suas palavras. O convidado também fala sobre como imagina o programa nos próximos anos: “Eu acho que ‘A Praça’ vai morrer comigo”, afirma.
 
Com direção artística de Mônica Almeida, o ‘Conversa com Bial’ vai a ao ar de segunda a sexta-feira, após o 'Jornal da Globo'.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.