Home Top Ad

Cultura Livre estreia nova temporada com formato e quadros inéditos

Share:

Divulgação TV Cultura
No dia 1º de agosto o Cultura Livre estreia nova temporada em formato diferente. Por conta da pandemia da Covid-19, o programa será gravado à distância, com Roberta Martinelli apresentando a atração no estúdio e conversando com os convidados remotamente. Os músicos mostrarão suas composições de forma intimista.

“O Cultura Livre sempre mostrou a música brasileira que acontece agora e nesse momento não seria diferente. Vamos mostrar a força da música mesmo em casa. O mundo ficou assim (espero que temporariamente), a arte teve que se adaptar e a gente também. Estamos de volta adaptados, cantando e buscando um mundo melhor”, diz Roberta Martinelli.

O programa apresenta também dois novos quadros. O primeiro é o Canção do Isolamento, em que artistas cantam músicas inspiradas na quarentena - canções que podem ter sido compostas no período ou resgatadas nesse momento. Os vídeos são recheados por letterings com curiosidades do artista e das músicas tocadas.

Já o Clássico da Semana apresenta os discos brasileiros que fazem aniversário em 2020. Os 50 anos do Força Bruta, de Jorge Ben Jor, os 45 anos do Refazenda, de Gilberto Gil, e os 35 anos do primeiro álbum da Legião Urbana são alguns dos clássicos presentes no quadro, que usa o rico material de arquivo da TV Cultura.

Programa de estreia da nova temporada

A atração de estreia do novo Cultura Livre, no dia 1º de agosto, é o cantor e compositor Rubel. Após estudar nos Estados Unidos, ele voltou ao Brasil com seu primeiro disco na mala, o Pearl, de 2013. Disco que estourou em 2015 por causa do hit Quando Bate Aquela Saudade. Três anos depois, em 2018, o cantor lançou o disco Casas, que tem as participações de Emicida e de Rincon Sapiência. E que contou com mais um hit, a música Partilhar, regravada com a dupla AnaVitória.

No programa, o cantor fala sobre como a quarentena mudou sua vida, como a descoberta do hip hop e do rap foram fundamentais para a criação do seu segundo disco, o Casas, e como surgiu a parceria com Adriana Calcanhoto, entre outros assuntos. No setlist, músicas como Pinguim, Colégio e Sapato.

Já o quadro Clássicos da Semana apresenta o disco Força Bruta (1970), de Jorge Bem. No Canções do Isolamento é a vez do baiano Lucas Santanna apresentar uma canção inédita.

O Cultura Livre vai ao ar aos sábados, às 18h, na TV Cultura e no aplicativo Cultura Digital.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.