Home Top Ad

Novos rumos do mercado de trabalho e Síndrome de Burnout são tema do Sem Censura

Share:

Divulgação TV Brasil
Na sexta-feira, dia 31, o Sem Censura debate a chamada Síndrome de Burnout, estresse crônico originado em situações de trabalho, e as transformações pelas quais passa o mercado de trabalho em nível mundial. O apresentador Dylan Araújo conversa com o psicólogo Vinicius Dias e com o economista Gabriel Pinto. A TV Brasil transmite o programa ao vivo, às 14h.

De acordo com pesquisa da International Stress Management Association (Isma) no Brasil, 72% dos trabalhadores brasileiros já desenvolveram alguma sequela ocasionada pelo estresse. Desses, 32% sofrem de Burnout. E 92% das pessoas com a síndrome continuam trabalhando.

O psicólogo Vinicius Dias analisa como o Burnout tem acontecido durante o período de isolamento social, iniciado em março, que levou a maioria dos profissionais a trabalhar remotamente, em esquema “home office”. O especialista esclarece como o estresse impacta a saúde mental das pessoas e explica as diferenças entre os sintomas deste e os da depressão.

O economista Gabriel Pinto bate um papo sobre o futuro do trabalho. Com o recém-lançado livro Passaporte do Futuro (Ed. Cândido), Gabriel prepara os profissionais para a atual metamorfose do mercado profissional.

Especialista em inovação e criatividade, o economista analisa as habilidades necessárias para o mercado do séc. XXI e propõe um teste para o profissional verificar se sua profissão pode ou não ser substituída pela inteligência artificial, futuramente

Um dos mais tradicionais "talk shows" da televisão brasileira (no ar desde 1985), o Sem Censura conta com jornalistas no Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo, que trazem as notícias do dia. Outros profissionais de veículos da Empresa Brasil de Comunicação, como Agência Brasil e Rádio Nacional, comentam essas pautas.

A interação com o público se dá via hashtag #semcensura no Twitter, Instagram e Facebook. Os telespectadores ainda podem enviar mensagens por WhatsApp, no número (21) 99903-5329.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.