Home Top Ad

Rotina, saúde e a busca por um flerte são os desafios de Murilo neste sábado na Globo

Share:

Divulgação Globo
Todo dia o mesmo dia, diferente do outro dia. Assim tem sido a vida de Murilo (Bruno Mazzeo), em ‘Diário de um Confinado’, desde que começou seu isolamento social. Neste sábado, dia 11, na Globo, após ‘Fina Estampa’, as crônicas ‘Rotina’, ‘Date’ e ‘Médico’ mostram as aventuras, loucuras e paranoias do personagem durante a quarentena. A série, feita literalmente em casa e em família, é uma criação do casal Joana Jabace e Bruno Mazzeo. É ela quem faz a direção artística e Bruno, além de atuar, assina os textos.  
 
‘Rotina’: para não pirar, é preciso organizar o dia
É preciso criar uma rotina na vida de Murilo para que os dias não pareçam sempre os mesmos. E também para que não falte roupa para vestir ou comida na despensa. A partir de agora, Murilo decide se organizar e acha que a saída é ter horário para tudo. Mas, para dar certo, ele não pode procrastinar nem adiar o despertador. É necessário muita disciplina. Leonor (Fernanda Torres), a terapeuta, propõe que ele organize melhor o seu dia. Para isso, os "hormônios do bem-estar" são fundamentais: endorfina, serotonina, melatonina e rotina. 
 
Sozinho é mais difícil. Para amenizar a “carentena” de Murilo, um ‘Date’
Murilo ficou solteiro duas semanas antes do confinamento. Mas, se soubesse que entraria em isolamento social, ele acredita que adiaria o plano de terminar o relacionamento. Agora se sente carente e, para amenizar a solidão, decide recorrer a encontros on-line. Mas primeiros encontros nem sempre são fáceis, e o date virtual pode não sair como o esperado. Achar o par perfeito acaba se tornando mais um desafio no confinamento do personagem.
 
É preciso achatar a curva da paranoia. Um ‘Médico’ resolve? 
Murilo pensa umas 12 vezes por dia que está doente. E aciona seu médico, Dr. Guilherme (Lázaro Ramos) em quase todas elas. Os dias de isolamento têm o deixado mais paranoico sobre sua saúde. Nas consultas virtuais, ele tenta encontrar um diagnóstico – preocupante – a qualquer custo. Afinal, em tempos de quarentena, até um quadro assintomático pode representar uma doença séria. No episódio ‘Médico’, a sorte de Murilo é que as consultas não são cobradas a cada ligação.
 
Making-of: o diário do ‘Diário’
Quem vê as cenas caprichadas de 'Diário de um Confinado' não imagina o colorido também dos bastidores da série de Joana Jabace e Bruno Mazzeo. Os momentos por trás das câmeras, bastidores, reuniões por videoconferência, curiosidades de gravação, entrevistas com equipe e elenco renderam um rico making of da série e estão disponíveis no Globoplay. O conteúdo tem tom de décimo terceiro episódio da temporada. Ele conta, através de um olhar documental, quase como um reality, como foi o trabalho realizado na casa do casal. O episódio extra, com 12 minutos, é uma espécie de diário do ‘Diário de um Confinado’, que mostra as várias etapas do projeto, documentado 24h/dia. O público vai se divertir com o clima dos bastidores, as nuances do trabalho e os diálogos entre equipe, elenco e até em família. No roteiro, a experiência dramatúrgica para lidar com esta nova forma de produzir é contada pela própria equipe, que revela os desafios, as conquistas, as soluções criativas e a loucura de uma produção remota durante a quarentena. A direção é de Eduardo Belo, com edição de Felipe Nahon e produção de conteúdo de Luciana Ladeira. 
 
Diário de um Confinado’ é uma criação de Joana Jabace e Bruno Mazzeo. A obra é escrita por Bruno Mazzeo, com Rosana Ferrão, Leonardo Lanna e Veronica Debom, e tem direção artística de Joana Jabace.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.