Home Top Ad

Turner Latin America e Cinépolis anunciam acordo de distribuição de grandes filmes em todo o continente

Share:

Reprodução
A Turner Latin America, empresa global de entretenimento, esportes e jornalismo pertencente à WarnerMedia, e a Cinépolis +QUE CINE, marca da companhia dedicada a distribuir conteúdos alternativos para os cinemas, anunciam um acordo de distribuição no qual a operadora exibirá com exclusividade, para todo o continente, as novas produções de Particular Crowd - selo cinematográfico da Turner, que traz conteúdos inéditos através do TNT Original.

A previsão é que a Cinépolis +QUECINE estreará entre oito e dez filmes de Particular Crowd em todos os países que opera: Brasil, México, Chile, Guatemala, Honduras, El Salvador, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Peru e Argentina. O calendário dependerá do processo de reabertura de salas, protocolos de segurança e outras restrições particulares de cada mercado, conforme as autoridades de Estado de cada país determinarem.

Essas produções originais foram pensadas para um público global, com temas universais e gêneros populares como comédia, ação, drama, horror e suspense. Os filmes contam com grandes talentos como Daniel Radcliffe, Marisa Tomei, Liev Schreiber e Peter Sarsgaard. Essa parceria se soma à busca contínua da Cinépolis +QUE CINE e TNT Original por formas inovadoras de levar conteúdo diferente e inédito aos brasileiros e agora também à toda América Latina.

Um dos primeiros filmes previstos para estrear será Fuga de Pretória, nos complexos Cinépolis. O filme é a obra-prima do diretor britânico Francis Annan e é protagonizado por Daniel Radcliffe e Daniel Webber. Além de ser um grande suspense, a história trata do sofrimento de uma maioria oprimida e dois homens comuns se levantando em busca de igualdade para todos. O thriller é baseado em fatos que ocorreram na África do Sul durante os anos 1970. Conta a história de Tim Jenkin e Stephen Lee, dois jovens sul-africanos, apontados como "terroristas" e presos em 1978 por trabalharem em operações secretas durante o apartheid para o Congresso Nacional Africano (ANC), quando ainda era considerado um partido clandestino, tendo Nelson Mandela como um de seus principais representantes. Trancados em uma prisão de segurança máxima em Pretória, eles decidem escapar utilizando-se de impressionante engenhosidade, incluindo chaves de madeira projetadas para abrir dez portas de aço.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.