Home Top Ad

Programa da TV Brasil homenageia saudoso Wilson das Neves neste sábado

Share:

Divulgação TV Brasil
Em novo horário, às 21h, o Recordar é TV celebra a memória do cantor, compositor e baterista Wilson das Neves neste sábado (29), na telinha da TV Brasil. O tributo vai ao ar na semana que marca os três anos da morte do veterano que lutava contra um câncer e faleceu em 26 de agosto de 2017, no Rio de Janeiro, aos 81 anos.

Para reverenciá-lo, a produção da emissora pública resgata do acervo dois programas musicais com a participação do bamba: uma edição do tradicional Samba na Gamboa, apresentado por Diogo Nogueira, em 2009, e o Segue o Som, conduzido por Maurício Pacheco, em 2011. A homenagem mescla entrevista e performance do músico nas duas atrações realizadas pela TV Brasil.

Conhecido no meio artístico com seu bordão "Ô sorte!", Wilson das Neves foi um dos mais importantes músicos brasileiros de sua geração. Com seu talento nato, ele era reverenciado por colegas de profissão e pelo público como o "senhor do ritmo".

Repertório e boas histórias

Durante o papo e a cantoria com Diogo Nogueira, o artista carioca divide a roda de samba com o também bamba Arlindo Cruz. O trio solta a voz em músicas como "Imperial", "Estava Faltando Você" e "O samba é meu dom".

Wilson das Neves conta passagens curiosas da carreira no papo com o filho de João Nogueira no programa Samba na Gamboa. Ele menciona a paixão pela escola de samba do coração e pelo Flamengo. Com seu jeito único de ser, diverte ao recordar a origem do bordão "Ô sorte!".

Já na conversa com Maurício Pacheco, para o programa Segue o Som, também da TV Brasil, o saudoso sambista reflete sobre sua obra. O convidado entoa clássicos de seu repertório como "Quem espera nunca alcança" e "Pra gente fazer mais um samba".

Trajetória de sucesso com astros

Apesar de só começar a cantar profissionalmente aos 60 anos, Wilson das Neves teve uma trajetória longeva como baterista. Em mais de cinco décadas de carreira, ele participou de centenas de discos de ícones da MPB, como Elza Soares, Roberto Carlos e Elis Regina.

Apaixonado pela escola de samba Império Serrano, o torcedor ilustre do Flamengo também fez história na banda de Chico Buarque. Por mais de 30 anos, desde o início da década de 1980, Wilson das Neves tocou bateria nas apresentações e discos do artista.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.