Home Top Ad

Rio Grande do Norte e Guatemala: os bastidores de duas viagens inesquecíveis

Share:

Divulgação TV GLOBO / João Miguel Júnior
Foram aproximadamente dois meses de viagem que deram início às gravações de ‘Flor do Caribe’, exibida na TV Globo em 2013. Para apresentar a fictícia “Vila dos Ventos”, elenco e equipe passaram cerca de 40 dias no litoral do Rio Grande do Norte, gravando cenas nas dunas de Natal e em outras praias próximas à cidade. Já a Guatemala serviu de cenário para as cenas com Cassiano (Henri Castelli) e Dique (Jean Pierre Noher), ilustrando as aventuras vividas pelos dois nas paisagens caribenhas. Agora, prestes a estrear novamente no horário das seis em uma edição especial, o elenco de ‘Flor do Caribe’ relembra o clima de amizade e alegria que envolveu os bastidores dessas inesquecíveis viagens.
Para Jean Pierre Noher, que deu vida ao Duque, toda a viagem foi inesquecível. "Na Guatemala, uma coisa que ficou para sempre, para todo mundo que foi para lá, foi conhecer a cidade onde ficamos hospedados, chamada Antígua. Uma relíquia. Sempre serei grato ao convite. E lá eu conheci o Cesar Trancoso. Foi tão linda essa parceria também. A viagem foi uma verdadeira aventura", diz o ator franco-argentino.
Para o diretor geral, Leonardo Nogueira, a diversidade cultural dos locais onde a novela gravou foi um dos pontos mais marcantes das viagens. "Rodamos em vários pontos importantes do Rio Grande do Norte. Natal, Genipabu, Baía Formosa, Dunas do Rosado, nas minas do interior do estado e exploramos todo o lado indígena da Guatemala, em várias cidades diferentes, mostrando um pouco da mistura dessas culturas", comenta.
Em Natal, Henri Castelli, Dudu Azevedo, Thiago Martins, Max Fercondini e Thaíssa Carvalho gravaram também as cenas dos voos dos seus personagens, que na trama são pilotos de caça, na base aérea da cidade. "Viramos amigos. Mas começo de novela é sempre empolgante e os momentos de folga, durante nosso período de preparação na base aérea de Natal, nos renderam momentos divertidíssimos como nossos passeios turísticos e jantares", lembra Thaissa Carvalho, que interpreta a capitã Isabel.

A viagem contou com 100 profissionais de diversas áreas, como produção, cenografia, figurino, caracterização, produção de arte, direção, técnica e elenco. A gravação aconteceu em oito cidades, que somam cerca de dois mil quilômetros quadrados. Na época, seis caminhões saíram do Rio de Janeiro com equipamentos, figurino, objetos de arte e maquinários.

Além de Natal, a equipe gravou também em Ponta do Mel, Dunas do Rosado, Baía Formosa, Praia da Pipa, Barra do Cunhaú, Malembar, Genipabu e nas minas de Currais Novos.  Bruno Gissoni, Aílton Graça, Grazi Massafera, Igor Rickli, Débora Nascimento, José Loreto Jean Pierre Noher, Juca de Oliveira, Raphael Vianna e Luiz Carlos Vasconcelos viajaram para o estado. 
José Loreto conta uma situação inusitada que passou quando voltou ao Rio Grande do Norte. "Passei um mês no Rio Grande do Norte. Tenho um carinho lindo por cada lugar que estive e que me acolheu. Anos depois, voltei e fui a um restaurante que eu nem lembrava que tinha ido. Só lembrei quando vi uma plaquinha com o meu nome, dizendo que eu tinha estado lá. Depois disso, veio um filme na minha cabeça. Me lembrei de tudo que tínhamos vivido durante as gravações", conta o ator.
  
Na Guatemala, os cenários escolhidos foram o vulcão Pacaya e as cidades de Tikal, Lago Izabal, Antígona e Semuc Champey. Além de Henri Castelli e Jean Pierre Noher, que gravaram as cenas de aventura dos parceiros Cassiano e Duque, e da fuga deles da prisão de Dom Rafael (César Troncoso), gravaram também no país Grazi Massafera, Moro Anghileri, César Troncoso, Sthefany Brito e Igor Rickli. Por lá, uma equipe de 80 pessoas, aproximadamente, vivenciou grandes momentos em um país com um clima similar ao do Brasil e paisagens igualmente icônicas.
O diretor artístico Jayme Monjardim reforça a grata surpresa que foi conhecer alguns dos locais onde estiveram. "Teve essa coisa de a gente ir para a Guatemala, um cenário novo, inédito e diferente. Foi super bacana porque lá a gente descobriu uma Guatemala que eu nunca pensei que pudesse existir, um lugar tão incrível e a gente realmente fez cenas maravilhosas lá. E depois, pegar todo o Nordeste, e fazer em Natal uma das coisas mais lindas que a gente conseguiu fazer. Aquelas jangadas, aquele colorido, ficou muito bacana, muito legal", finaliza. 
'Flor do Caribe’ é escrita por Walther Negrão e tem a direção artística de Jayme Monjardim, direção geral de Leonardo Nogueira e direção de Teresa Lampreia e Thiago Teitelroit. 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.