Home Top Ad

Terraviva estreia série de história natural ''América Selvagem''

Share:

Divulgação 
O Terraviva apresenta dois episódios da série de história natural “América Selvagem” a partir deste sábado, 15 de agosto. A atração é fruto da parceria que o canal fechou com Smithsonian Channel para exibir conteúdo documental de excelência em sua programação.

Com cinco episódios, a produção do Smithsonian Channel faz uso de fotografia extraordinária para mostrar algumas das regiões selvagens mais icônicas da América Latina. No Terraviva, serão exibidos os episódios dedicados à região amazônica e ao Pantanal. Na estreia, o telespectador verá “Amazônia”, às 8h. No sábado seguinte, dia 22 de agosto, no mesmo horário, será a vez de conferir “Pantanal”.

O capítulo dedicado à Amazônia revela o que faz da maior floresta tropical do mundo uma potência no quesito evolução e como se tornou abrigo para um terço de todas as espécies existentes no planeta. A força motriz por trás da floresta é o Amazonas, maior rio do mundo, e seus afluentes. A bacia amazônica concentra a maior diversidade de peixes de água doce da Terra. Esse enorme sistema de vias navegáveis esculpe a floresta, formando um mosaico de ilhas na selva. Soma de muitas partes, a Amazônia é regida por um mecanismo biológico complexo e, ao mesmo tempo, vulnerável.

O episódio sobre o Pantanal, que irá ao ar no próximo dia 22, às 8h, mostra o esplendor da maior planície alagável do planeta, com períodos de cheia seguidos de seca severa. Ao longo dos meses de estiagem, jacarés se reúnem para procriar e se alimentar, formando a maior concentração de répteis da Terra, enquanto raras lontras gigantes patrulham as hidrovias. Diante de tamanha abundância, as onças-pintadas encontradas no Pantanal se tornaram as maiores da América Latina. O episódio também mostra a ação humana neste bioma de beleza inigualável.

América Selvagem” foi realizada pela produtora inglesa Off the Fence Productions Ltd. Os outros episódios da série abordam as belezas naturais da Venezuela, da Patagônia e dos Andes.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.